Exposição “Rubens Mano: Corte e Retenção” na Casa da Imagem

A instalação de Rubens Mano ocupando o Beco do Pinto. Foto: Jorge Almeida
A instalação de Rubens Mano ocupando o Beco do Pinto. Foto: Jorge Almeida

A Casa da Imagem realiza até o dia 26 de maio a exposição “Rubens Mano: Corte e Retenção”, que apresenta 13 fotografias, um vídeo de curta duração que questiona correlações existentes entre as enérgicas de produção do espaço social no interior das metrópoles e a maneira como experimentamos o ambiente ao nosso redor, além de uma instalação.

Em 2012, o artista Rubens Mano presenciou e registrou o trabalho realizado pela prefeitura de São Paulo que destruiu inúmeras caixas de madeiras que eram utilizadas para o transporte de hortifrutis no Ceasa, Zona Oeste da capital paulistas. As caixas eram produzidas e comercializadas informalmente e, empilhadas, ocupavam, de forma vertiginosa, as calçadas nas adjacências do grande mercado.

Então, aproveitando-se dessas caixas, Mano “edifica” esse material entre a antiga Casa no 1 da cidade e o Solar da Marquesa de Santos, ou seja, em um local conhecido como Beco do Pinto, que era uma viela íngreme construída para ligar o centro de São Paulo à região do Rio Tamanduateí, na conhecida Zona Cerealista. Enfim, esse bloqueio funciona como uma espécie de elemento de conexão.

SERVIÇO:
Exposição: Rubens Mano: Corte e Retenção
Onde: Casa da Imagem – Rua Roberto Simonsen, 136B – Centro
Quando: até 26/05/2013; de terça a domingo, das 9h às 17h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s