Ceará: campeão da Copa do Nordeste 2020

Jogadores do Ceará comemoram o bicampeonato da Copa do Nordeste. Créditos: LC Moreira/Estadão

Com uma campanha incontestável, o Ceará sagrou-se campeão da Copa do Nordeste 2020 ao derrotar o Bahia na segunda e decisiva partida do certame por 1 a 0, com gol de Cleber, aos 15 minutos do segundo tempo, na noite desta quarta-feira (4), no Estádio de Pituaçu, em Salvador. Esse foi o segundo título do Vozão da Lampions League – a primeira foi em 2015.

Antes de a bola rolar, houve um minuto de silêncio em homenagem ao torcedor ilustre do Ceará: Luís Queiroz Campos, que morreu no último domingo (2) aos 94 anos. A partida começou acirrada, com as equipes brigando pela bola e, não foi à toa que, com apenas quatro minutos de bola rolando, Fernandão, do Bahia, recebeu cartão amarelo por falta dura em Bruno Pacheco. A primeira finalização ao gol foi do Tricolor de Aço aos sete minutos com o mesmo Fernandão, que recebeu na meia-lua e arriscou, mas Fernando Prass fez a defesa em dois tempos.

Precisando reverter a desvantagem do primeiro jogo, o Baêa tentou pressionar o Vozão que, por sua vez, ficou a cadenciar o jogo conforme mantinha a posse da bola. Aos 16, o Ceará teve a sua oportunidade através de cobrança de falta, porém, a batida de Vinícius bateu na barreira e ficou fácil para Anderson. Na jogada seguinte, aos 19, foi a vez de Rodriguinho arriscar da intermediária e mandou para fora. Na sequência, aos 22, o camisa 10 tricolor cruzou para Fernandão, que cabeceou em direção ao gol, contudo, a esférica desviou em Fabinho e, para desespero do time baiano, que reclamaram do toque de mão do camisa 19 alvinegro. A arbitragem revisou o lance no VAR e não constatou o toque no braço do volante.

A peleja continuou com o Bahia tentando sufocar o Ceará, mas o Vozão se manteve firme e neutralizou as tentativas do adversário em vazar a sua defesa. Aos 37, Fernandão cobrou falta com força, mas o tiro saiu por cima do gol de Fernando Prass. O jogo seguiu com o Bahia tentando criar oportunidades e parando na forte marcação dos cearenses. E o primeiro tempo foi encerrado aos 49 minutos com o empate sem gols, resultado favorável ao Ceará.

Na volta para o segundo tempo, Roger Machado precisou ousar, uma vez que seu time precisaria fazer pelo menos dois gols para igualar as condições na decisão. Então, o técnico tricolor colocou Nino Paraíba no lugar de João Pedro, um lateral por outro, e sacou o zagueiro Lucas Fonseca para pôr o atacante Clayson. Nos primeiros minutos da etapa final, o Ceará queimou a sua primeira substituição: Vina caiu no chão, reclamando de dores na coxa e foi trocado pelo experiente Rafael Sobis.

O jogo ficou pegado e, por conta de faltas duras, o árbitro potiguar Caio Max Augusto Vieira amarelou Bruno Pacheco, do Ceará, e Rodriguinho, do Bahia, além do atacante Leandro Carvalho, mas por reclamação. Todavia, a situação complicou de vez para o Bahia aos 15 minutos. Leandro Carvalho conduziu o contra-ataque, tocou para Bruno Pacheco na esquerda, que cruzou na medida para Cléber que, na pequena área, completou para as redes e abrindo o placar em Pituaçu: 1 a 0 para o Vozão, e 4 a 1 no agregado.

Depois do gol sofrido, o Tricolor de Aço tentou ir para cima, trocando passes na intermediária, mas encontrou muitas dificuldades de furar a bem postada defesa alvinegra. O Bahia tentou por duas vezes. Aos 20, Clayson cobrou falta e Prass espalmou e, aos 26, o camisa 25 tricolor tirou da marcação e rolou para Marco Antônio que, da entrada da área, bateu de primeira e errou o alvo.

O Bahia tentou ir para cima, mas abusava nas tentativas de bolas na área, especialmente pelo lado direito com Nino Paraíba, mas a zaga cearense levando a melhor em todas. Aos 36, Fernandão recebeu de Rodriguinho e finalizou fraco para Prass defender sem problemas. A decisão entrou em seus minutos finais e o banco do Ceará em clima de comemoração. Aos 41, Rodriguinho cruzou na área e Fernandão cabeceou para o meio do gol e Fernando Prass pegou sem dificuldades. A partida teve mais cinco minutos de acréscimos, até que aos 50 minutos, o jogo foi encerrado. Fim de partida no Pituaçu: Bahia 0, Ceará 1. O Vozão é o grande campeão da Lampions League 2020.

Como precisava buscar o resultado por conta da derrota no primeiro jogo da final (vitória do Ceará por 3 a 1), no primeiro tempo. o Bahia tentou manter presença no campo do adversário, em especial nas laterais, porém, o sistema defensivo bem implantado do Ceará mostrou-se bem eficiente e impediu de o adversário chegar à sua meta através de jogadas trabalhadas, o que fez com que a equipe de Roger Machado insistisse em chutes de fora da área, mas apenas em um deles que Fernando Prass foi exigido. Na etapa final, Roger Machado foi para o tudo ou nada: trocou o zagueiro Lucas Fonseca pelo atacante Cleyson e, embora tenha ficado mais ofensivo na teoria, o Tricolor da Boa Terra foi surpreendido pelo Vozão aos 15 minutos. Bruno Pacheco recebeu passe de Leandro Carvalho na esquerda e cruzou na medida para Cléber mandar para as redes. Com isso, o Bahia foi para o ataque, mas por conta da falta de repertório e pela insistência pelas bolas aéreas, a bem posicionada defesa do Ceará aguentou a pressão e manteve a vitória, graças a ótima leitura do jogo feita pelo técnico Guto Ferreira que, ao perceber o desespero do adversário que tentou deixar o time mais ofensivo, e, com isso, com mais espaço para contra-atacar e, por isso, colocou Mateus Gonçalves no lugar de Leandro Carvalho. E, assim como sua equipe, o técnico Guto “Gordiola” Ferreira conquista o bicampeonato da Lampions League. Em 2017, ele comandou o Bahia no título da competição.

A campanha do Ceará foi incontestável. Pois, além de ter sido de forma invicta, com sete vitórias e cinco empates, o Vozão deixou pelo caminho o Vitória, o maior vencedor da Copa do Nordeste, nas quartas-de-final; o arquirrival Fortaleza na semifinal no primeiro Clássico-Rei realizado fora do Ceará; e derrotando o Bahia nos dois jogos da final, e fora de casa. Título mais que merecido.

A seguir, o resumo da campanha do campeão e a ficha técnica da decisão.

Data – Jogo – Local:
Primeira Fase (Grupo B):

26/01 – Ceará (CE) 2×2 Freipaulistano (SE) – Estádio Presidente Vargas, Fortaleza (CE)
1º/02 – Fortaleza (CE) 1×1 Ceará (CE) – Arena Castelão, Fortaleza (CE)
08/02 – ABC (RN) 0x0 Ceará (CE) – Arena das Dunas, Natal (RN)
15/02 – Ceará (CE) 2×2 Bahia (BA) – Arena Castelão, Fortaleza (CE)
26/02 – Ceará (CE) 2×2 Botafogo (PB) – Arena Castelão, Fortaleza (CE)
03/03 – Ríver (PI) 0x4 Ceará (CE) – Estádio Lindolfo Monteiro, Teresina (PI)
15/03 – Ceará (CE) 2×1 Sport Recife (PE) – Arena Castelão, Fortaleza (CE)
22/07 – CRB (AL) 1×2 Ceará (CE) – Estádio Barradão, Salvador (BA)
Quartas-de-final:
25/07 – Ceará (CE) 1×0 Vitória (BA) – Estádio de Pituaçu, Salvador (BA)
Semifinal:
28/07 – Fortaleza (CE) 0x1 Ceará (CE) – Estádio de Pituaçu, Salvador (BA)
Final:
1º/08 – Ceará (CE) 3×1 Bahia (BA) – Estádio de Pituaçu, Salvador (BA)
04/08 – Bahia (BA) 0x1 Ceará (CE) – Estádio de Pituaçu, Salvador (BA)

FICHA TÉCNICA: BAHIA (BA) 0x1 CEARÁ (CE)
Competição/Fase:
Copa do Nordeste 2020 – final (2º jogo)
Local: Estádio Metropolitano Governador Roberto Santos (Estádio de Pituaçu), Salvador (BA)
Data: 4 de agosto de 2020, terça-feira – 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Márcio dos Santos (RN) e Flávio Gomes Barroca (RN)
Cartões Amarelos: Fernandão, Rossi, Rodriguinho e Gregore (Bahia); Samuel Xavier, Diogo Silva, Luiz Otávio, Bruno Pacheco e Leandro Carvalho (Ceará)
Gol: Cléber, aos 15 min do 2º tempo (0-1)
BAHIA (BA): 33.Anderson; 23.João Pedro (2.Nino Paraíba), 28.Lucas Fonseca (25.Clayson), 40.Juninho e 29.Juninho Capixaba; 28.Gregore, 24.Flávio e 10.Rodriguinho; 11.Rossi (30.Marco Antônio), 7.Élber e 20.Fernandão. Técnico: Roger Machado
CEARÁ (CE): 1.Fernando Prass; 22.Samuel Xavier, 44.Klaus, 13.Luiz Otávio e 6.Bruno Pacheco (14.Alyson); 5.William Oliveira, 19.Fabinho, 29.Vinícius (11.Rafael Sobis) e 88.Fernando Sobral; 89.Cléber (30.Bergson) e 80.Leandro Carvalho (7.Mateus Gonçalves). Técnico: Guto Ferreira

Parabéns ao Ceará Sporting Club pela conquista.

Por Jorge Almeida

Fim da primeira fase da Copa do Nordeste 2020

A fase de grupos da Copa do Nordeste foi encerrada nesta quarta-feira (22). Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Nesta quarta-feira (22), a primeira fase da Copa do Nordeste foi encerrada com a realização de partidas válidas pela oitava e última rodada dessa parte da competição e definiu os classificados para as quartas-de-final da competição regional. Os quatro jogos da fase seguinte acontecerão no próximo sábado (25) em solo baiano.

O primeiro jogo da rodada aconteceu na terça-feira (21), no Barradão, entre Fortaleza e América de Natal. Já classificado com antecedência, o Tricolor do Pici virou para a cima do Mecão, que saiu na frente com Romarinho, mas Wellington Paulista, duas vezes, e Ederson, de pênalti, garantiram a vitória para a equipe de Rogério Ceni, que ficou na torcida contra o Bahia na classificação final.

Na quarta-feira, todos os demais jogos, exceto Frei Paulistano e Imperatriz que foi cancelado, foram disputados simultaneamente. E, no Pituaçu, o Bahia goleou o Náutico por 4 a 1 e alcançou os mesmos 17 pontos de Fortaleza, igualou o time cearense no número de vitórias, saldo de gols e gols marcados, mas ficou em desvantagem no quesito de números de cartões vermelhos. Logo no início do jogo, Élber acertou um chutaço de fora da área e marcou um golaço para o Tricolor de Aço. Ainda no primeiro tempo, o ex-corinthiano Rodriguinho ampliou. Na segunda etapa, Kieza, de pênalti, diminuiu para o Timbu. Mas, Fernandão ampliou para Baêa e Nino Paraíba invadiu a área e chutou forte para sacramentar a goleada. O adversário do Bahia nas quartas-de-final será o Botafogo da Paraíba, enquanto o Náutico, que começou a rodada classificado, deu adeus à competição graças ao rival Santa Cruz.

No Estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe, o Santa Cruz superou o Ríver do Piauí por 1 a 0, com gol do volante Paulinho, aos 22 do primeiro tempo. Com o resultado, o Tricolor do Arruda fez 13 pontos e contou com a derrota do rival Náutico para o Bahia e ficou com a quarta vaga do grupo A.

O quarto lugar do grupo A ficou com o Sport, que empatou em 1 a 1 com o Confiança, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. O Leão da Praça da Bandeira abriu o placar no primeiro tempo com Marquinhos e, aos 41 minutos do segundo tempo, Nirley empatou para o time azulino. Com a igualdade, o rubronegro pernambucano ficou com 10 pontos e se classificou, assim como o Dragão, que foi a 14 pontos em seu grupo e ficou em primeiro.

O ABC de Natal dependia de si para avançar para as quartas-de-final, pois uma vitória com o já eliminado CSA o credenciava no quarto lugar no G4 desde que o Sport não vencesse o seu jogo ou não levasse a melhor nos critérios de desempate. No entanto, na peleja disputada no Centro Esportivo Praia do Forte, em Mata de São João, Yago e Michel Douglas foram os responsáveis pelos gols que deram o triunfo ao time azulino alagoano e deixou o Elefante estacionado com 9 pontos e foi ultrapassado pelo Sport Recife

No Joia da Princesa, em Feira de Santana, Botafogo (PB) e Vitória ficaram no 1 a 1. O rubronegro saiu na frente com Jordy Caicedo, mas no segundo tempo, o Belo empatou com Lohan. O resultado deu a classificação para os dois times para a sequência da Lampions League.

O Ceará levou a melhor diante do CRB ao vencer a partida por 2 a 1, no Barradão. O Vozão abriu 2 a 0 com gols de Vina e Bergson, enquanto João Carlos diminuiu para o time regatino no apagar das luzes. O Ceará ficou com a vice-liderança do grupo B, com os mesmos 14 pontos que o Confiança, mas perde no primeiro critério de desempate (número de vitórias) e o CRB, eliminado, manteve os oito pontos e o sexto lugar do grupo A.

Valer registrar que, sem chances de classificação, Freipaulistano e Imperatriz, que se enfrentariam, decidiram não atuar. Com isso, o jogo foi cancelado.

Com o encerramento da primeira fase, os confrontos das quartas-de-final da Copa do Nordeste ficaram assim: Fortaleza (CE) x Sport (PE), Bahia (BA) x Botafogo (PB), Confiança (SE) x Santa Cruz (PE) e Ceará (CE) x Vitória (BA). Os jogos serão disputados no próximo sábado (25) em Salvador e em Feira de Santana em confronto único. A final da Lampions League está prevista para acontecer nos dias 1º e 4 de agosto.

A seguir, os resultados da última rodada e a classificação final da fase de grupos da competição.

Data – Jogo – Local:
21/07 – Fortaleza (CE) 3×1 América de Natal (RN) – Barradão, Salvador (BA)
22/07 – Bahia (BA) 4×1 Náutico (PE) – Estádio de Pituaçu, Salvador (BA)
22/07 – Sport Recife (PE) 1×1 Confiança (SE) – Arena Cajueiro, Feira de Santana (BA)
22/07 – Ríver (PI) 0x1 Santa Cruz (PE) – Valfredão, Riachão do Jacuípe (BA)
22/07 – Botafogo (PB) 1×1 Vitória (BA) – Joia da Princesa, Feira de Santana (BA)
22/07 – ABC (RN) 0x2 CSA (AL) – Centro Esportivo Praia do Forte, Mata de São João (BA)
22/07 – CRB (AL) 1×2 Ceará (CE) – Barradão, Salvador (BA)
xx/xx – Freipaulistano (PI) x Imperatriz (MA) – anulado

Classificação final (primeira fase):
Pos. – Clube – Pontos:
Grupo A:
1. Fortaleza (CE) – 17 pontos
2. Bahia (BA) – 17
3. Botafogo (PB) – 13
4. Sport Recife (PE) – 10
5. ABC (RN) – 9
6. CRB (AL) – 8
7. Freipaulistano (SE) – 5
8. River (PI) – 4

Grupo B:
1. Confiança (SE) – 14 pontos
2. Ceará (CE) – 14
3. Vitória (BA) – 14
4. Santa Cruz (PE) – 13
5. Náutico (PE) – 11
6. CSA (AL) – 7
7. Imperatriz (MA) – 7
8. América (RN) – 6

Parabéns aos classificados.

Por Jorge Almeida

CBF divulga o calendário de suas competições para o restante da temporada 2020

CBF divulga a revisão do calendário de competições profissionais masculinas para 2020.
Créditos: CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta quinta-feira (9) o calendário revisado das competições de futebol profissional masculino para o segundo semestre de 2020. As adequações das datas se deve por conta da paralisação das partidas de futebol por conta da pandemia do novo Coronavírus e, devido a isso, a temporada tem o encerramento previsto para o dia 24 de fevereiro de 2021. A entidade também divulgou seis datas-base para as Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA 2022.

As tabelas das Séries A, B e C serão mantidas conforme originalmente anunciadas. O detalhamento das primeiras rodadas será disponibilizado pela Diretoria de Competições no início da próxima semana, juntamente com as Diretrizes Operacionais para realização das partidas.

A entidade informou que os calendários para o futebol feminino e das categorias de base serão divulgados nos próximos dias.

Apesar do novo calendário, que prevê o término da maioria das competições para o ano que vem, as séries A e B do Campeonato Brasileiro mantiveram os seus respectivos formatos: pontos corridos em 38 rodadas. A série A será disputada entre 9 de agosto e 21 de fevereiro de 2021, enquanto a Série B acontecerá entre 8 de agosto e 30 de janeiro de 2021.

A Série C começará juntamente com as divisões superiores, entre 9 de agosto e 31 de janeiro de 2021, com 26 datas. A novidade para a temporada de 2020 é que haverá a estreia de um novo sistema de disputa do campeonato, que foi aprovado por todas as equipes participantes. Enquanto a Série D tem a previsão de iniciar no dia 6 de setembro e encerrar em 7 de fevereiro de 2021.

Outra competição organizada pela CBF, a Copa do Brasil, também será encerrada no ano que vem. Com 11 datas restantes, o torneio seguirá reiniciado com as partidas de volta da terceira fase e manterá o mesmo regulamento. A decisão está prevista para 10 de fevereiro.

Por conta da pandemia da COVID-19, a CBF adotou um modelo até então inédito em suas competições: os jogos da Copa do Nordeste serão disputados em sede única, no Estado da Bahia. A “Lampions League” é, até o momento, a única competição da entidade que será finalizada em 2020 (talvez a outra seja a Copa Verde) e será retomada em 21 de julho, com a realização da oitava e última rodada da primeira fase. As fases seguintes, quartas-de-final e semifinais, serão disputadas em partida única e a decisão acontecerá em dois jogos, que acontecerão nos dias 1º e 4 de agosto de 2020.

A CBF divulgou ainda que o calendário confirmado pela FIFA prevê seis datas para os jogos das Eliminatórias. São duas no mês de setembro, nos dias 3 e 8, duas em outubro, 8 e 13, e duas em novembro, nos dias 12 e 17.

E, em relação às datas dos torneios organizados pela Conmebol, como a Taça Libertadores da América e a Copa Sulamericana, serão informadas futuramente pela entidade.

No entanto, a CBF não divulgou as datas dos jogos da Copa Verde 2020.

Lembrando que, inicialmente, as partidas acontecerão sem público nos estádios até a autorização dos órgãos da área da saúde e governamentais.

A seguir, um resumo das datas das competições da CBF:
– Copa do Nordeste: de 21/07/2020 a 04/08/2020 – 5 datas restantes
– Campeonato Brasileiro (Série A): de 09/08/2020 a 24/02/2021 – 38 datas
– Campeonato Brasileiro (Série B): de 08/08/2020 a 30/01/2021 – 38 datas
– Campeonato Brasileiro (Série C): de 09/08/2020 a 31/01/2021 – 26 datas
– Campeonato Brasileiro (Série D): de 06/09/2020 a 07/02/2021 – 26 datas
– Copa do Brasil: de 26/08/2020 a 10/02/2021 – 11 datas restantes

Por Jorge Almeida

Fortaleza: campeão da Copa do Nordeste 2019

Jogadores e comissão técnica do Fortaleza posam para a “foto oficial”. Créditos: Alexandre Carniato/AGIF

Com gol de Wellington Paulista aos três minutos do primeiro tempo, o Fortaleza derrotou o Botafogo (PB) por 1 a 0, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, na noite desta quarta-feira (29), na segunda e decisiva partida da Copa do Nordeste 2019. Como vencera o primeiro jogo, na capital cearense, pelo mesmo placar, o Leão do Pici fez 2 a 0 no agregado e, pela primeira vez, sagrou-se campeão da “Lampions League”.

Antes de a bola rolar no Almeidão, o músico Gabriel Diniz, morto na última segunda-feira em um desastre aéreo, foi homenageado com um minuto de silêncio. E a situação do Fortaleza, que era vantajosa, ficou melhor ainda logo aos três minutos de jogo. A defesa do Botafogo fez uma verdadeira lambança. Fábio Alves protegeu a bola, Lula tentou tirar e a redonda bateu em Tinga e sobrou para Wellington Paulista que, livre, bateu de primeira e colocou a redonda na rede e ampliar o placar agregado para o Tricolor do Pici que, no geral, abriu 2 a 0. Festa tricolor no Almeidão.

O Botafogo tentou responder aos seis. Marcos Aurélio cobrou o escanteio na segunda trave, Marcos Vinícius apareceu livre, mas não dominou bem e não conseguiu finalizar. O Belo seguiu trocando passes sem pressa, tentando assimilar o gol sofrido no começo do jogo. O duelo continuou com o Belo permanecendo com a bola e com os jogadores alvinegros a cada dividida dentro da área pedindo pênalti para a arbitragem. Em dois lances antes da metade da etapa inicial, os botafoguenses pediram falta, mas o juiz seguiu com o andamento da partida.

Os anfitriões assustaram aos 26 minutos. Nando recebeu cruzamento da direita, cabeceou e errou o alvo. Em seguida, o Fortaleza precisou fazer a primeira substituição do jogo: saiu Marlon para a entrada de Romarinho. O Botafogo permaneceu a criar oportunidades e desperdiçando-as. Aos 29, Clayton cobrou falta na área, a defesa cearense tirou e, no rebote, Marcos Vinícius cruzou na medida para Lula cabecear para fora. Três minutos depois foi a vez de Marcos Aurélio soltar a pancada de fora da área e Marcelo Boeck fazer grande defesa.

O Botafogo seguiu trocando passes e também apostando na ligação direta, porém, sempre parando na boa marcação do Tricolor do Pici e, a cada lance em que um jogador do Belo que ia ao chão, a torcida protestava contra a arbitragem que, na maioria das vezes, ignorava a eventual falta. E, no final da primeira etapa, aos 43, o Fortaleza quase ampliou: Marlon recebeu livre pela direita e tentou acionar Junior Santos no meio da área botafoguense, mas a defesa alvinegra interceptou as pretensões do camisa 28 do time visitante. Mas o primeiro tempo terminou com a vitória parcial dos visitantes.

No começo do segundo tempo, o Belo veio sedento para empatar. No primeiro minuto, bola alçada na área, Lula cabeceou, Boeck defendeu parcialmente e, no rebote, Marcos Vinícius desperdiçou uma chance incrível, mas, para sua sorte, a arbitragem já marcada o impedimento do camisa 8 alvinegro.

Empurrado pela torcida, o Botafogo tentou mais uma vez. Aos nove, Clayton fez um cruzamento longo, Fábio Alves apareceu no segundo parou para cabecear e a redonda tirou tinta da trave esquerda defendida por Marcelo Boeck. Depois da pressão dos donos da casa, o Fortaleza foi para cima. Aos 14, Roger Carvalho aproveitou a cobrança de escanteio e, de cabeça, quase acertou o alvo.

Contudo, o Belo voltou a insistir nas bolas alçadas na área. Aos 21, Israel e, depois, Wellington César, mas o juiz marcou o toque e mão de Enercino no ataque. Depois, aos 25, Israel cobrou lateral na área, Enercino tentou de bicicleta, a redonda sobrou para Dico, que soltou a bomba e Boeck defendeu em dois tempo e evitou o empate.

O time cearense também teve suas investidas. Aos 29, a bola foi cruzada rasteira na área do Botafogo, Marcinho ficou ‘de frente pro crime” e, sem goleiro, a cerca de um metro da linha do gol, teve a proeza de mandar a bola por cima do gol. Ainda bem para o camisa 17 que o lance já não estava mais valendo porque a arbitragem já havia levantado a bandeira.

O jogo ganhou intensidade com o Belo indo para cima em busca do empate, mas encontrando dificuldades na criação de jogadas. E, os torcedores da casa já estavam a começar a deixar o estádio ainda na faixa dos 35 minutos. Enquanto isso, na área dos visitantes, alguns torcedores do Fortaleza entraram em confronto com a polícia.

Após o incidente ter sido resolvido, os tricolores presentes no Almeidão começavam a entoar os primeiros gritos de “É campeão!”, enquanto isso, o time de Rogério Ceni ficou a cadenciar o jogo, administrando o resultado e à espera do término da partida para poder comemorar o título. Abatido, o Botafogo não esboçou qualquer possibilidade de pelo menos empatar a decisão nos minutos finais, já o Fortaleza só ficou à espera do término do jogo, que veio aos 50 minutos. Fim de jogo no Almeidão, Botafogo 0, Fortaleza 1.

O Leão do Pici conquista a “Lampions League” pela primeira vez na história. E, em seis meses, Rogério Ceni leva o clube cearense ao terceiro título, cuja saga teve início com o Campeonato Brasileiro da Série B em 2018, o Campeonato Cearense e, agora, a Copa do Nordeste, ambos em 2019.

Na decisão entre Botafogo e Fortaleza, apesar de o clube cearense ter entrado com a vantagem do empate no Almeidão, o título estava em aberto antes de a bola rolar, pois, se o Belo poderia levar a final para a disputa por pênaltis se devolvesse a derrota sofrida em Fortaleza. No entanto, graças a uma falha bisonha de seu sistema defensivo logo no começo do jogo, as chances de tirar a vantagem do Fortaleza foi para as cucuias quando Wellington Paulista colocou o Tricolor do Pici à frente logo aos três minutos. O alvinegro tentou reagir em seguida e, graças à boa postura do sistema defensivo e a eficiente marcação do Leão, o time visitante conseguiu neutralizar bem o ímpeto do rival e manteve a vitória parcial. No segundo tempo, um desordenado Botafogo tentou amenizar o prejuízo, mas quase foi surpreendido com o gol incrivelmente desperdiçado por Marcinho, que estava em impedimento. Mas, o poder de decisão de Wellington Paulista foi primordial para o Fortaleza. O camisa 99 foi o principal nome da final ao marcar os dois gols dos 180 minutos da final do Nordestão. Além disso, a equipe de Rogério Ceni fez por merecer. Os números da campanha traduzem: melhor ataque da competição (21 gols), melhor defesa dos classificados da primeira fase (seis gols sofridos) e tem ainda o artilheiro do torneio: Júnior Santos, autor de oito gols.

A seguir, o resumo da campanha e a ficha técnica da final.

Fase de grupos (Grupo A):
15/01 – Náutico (PE) 1×3 Fortaleza (CE) – Aflitos, Recife (PE)
28/01 – Fortaleza (CE) 0x0 CSA (AL) – Castelão, Fortaleza (CE)
02/02 – Botafogo (PB) 1×0 Fortaleza (CE) – Almeidão, João Pessoa (PB)
24/02 – Fortaleza (CE) 2×2 Bahia (BA) – Castelão, Fortaleza (CE)
07/03 – Fortaleza (CE) 4×0 Confiança (SE) – Castelão, Fortaleza (CE)
17/03 – Ceará (CE) 1×1 Fortaleza (CE) – Castelão, Fortaleza (CE)
23/03 – Moto Club (MA) 1×1 Fortaleza (CE) – Castelão, São Luís (MA)
30/03 – Fortaleza (CE) 1×0 ABC (RN) – Castelão, Fortaleza (CE)
Quartas-de-final:
08/04 – Fortaleza (CE) 4×0 Vitória (BA) – Castelão, Fortaleza (CE)
Semifinal:
09/05 – Fortaleza (CE) 1×0 Santa Cruz (PE) – Castelão, Fortaleza (CE)
Final:
23/05 – Fortaleza (CE) 1×0 Botafogo (PB) – Castelão, Fortaleza (CE)
29/05 – Botafogo (PB) 0x1 Fortaleza (CE) – Almeidão, João Pessoa (PB)

FICHA TÉCNICA: BOTAFOGO (PB) 0x1 FORTALEZA (CE)
Competição/Fase: Copa do Nordeste 2019 – final (2º jogo)
Local: Estádio Estádio José Américo de Almeida Filho (Almeidão), João Pessoa (PB)
Data: 29 de maio de 2019, quarta-feira – 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinícius Melo de Lima (RN)
Cartões Amarelos: Rogério, Marcos Aurélio, Ernecino, Israel e Marcos Vinícius (Botafogo); Araruna, Carlinhos e Júnior Santos (Fortaleza)
Gol: Wellington Paulista, aos 3 min do 1º tempo (0-1)
BOTAFOGO (PB): 1.Saulo; 14.Israel, 15.Donato, 3.Lula e 6.Fábio Alves; 5.Rogério (11.Dico), 8.Marcos Vinícius, 17.Wellington Cézar (30.Paulo Renê), 7.Clayton e 10.Marcos Aurélio (20.Enercindo); 9.Nando. Técnico: Evaristo Piza
FORTALEZA (CE): 1.Marcelo Boeck; 2.Tinga, 3.Quintero, 4.Roger Carvalho e 6.Carlinhos; 15.Felipe, 22.Araruana, 20.Romarinho (28.Marlon) e 11.Osvaldo (17.Marcinho); 99.Wellington Paulista (10.Dodô) e 9.Júnior Santos. Técnico: Rogério Ceni

Parabéns ao Fortaleza Esporte Clube pela conquista.

Por Jorge Almeida

Fortaleza e Botafogo (PB) farão a final da “Lampions League” 2019

Fortaleza ou Botafogo (PB): quem levará a “Lampions League”? Crédito: Divulgação

Com a realização dos dois jogos das semifinais da Copa do Nordeste 2019 disputados na noite desta quinta-feira (9), a competição terá frente a frente Fortaleza e Botafogo (PB) na grande decisão do regional. As duas equipes evitaram uma final pernambucana por terem deixado Santa Cruz, respectivamente, ao vencerem os confrontos, disputados em jogo único, em casa.

O primeiro semifinalista saiu da partida disputada na Arena Castelão, em Fortaleza. Com gol marcado por Romarinho, o primeiro dele no torneio, aos 32 minutos do segundo tempo, o Fortaleza derrotou o Santa Cruz por 1 a 0 e, com o resultado, chegou à final da competição. Essa será a terceira oportunidade do treinador Rogério Ceni em conquistar mais uma taça pelo Tricolor do Pici em um ano à frente do clube cearense. Desde a sua chegada ao Fortaleza, o Leão conquistou o Campeonato Brasileiro da Série B em 2018 e o Campeonato Cearense em 2019.

O adversário dos cearenses foi definido um pouco mais tarde, em João Pessoa. No Almeidão, na capital paraibana, o Botafogo, que levou a melhor diante do Náutico ao derrotá-lo por 2 a 1. Os gols do jogo saíram no segundo tempo. Nando marcou aos 10 para o Belo, mas Fábio Alves, contra, empatou para o Timbu, e nos minutos finais, aos 44, Juninho fez o tento que classificou os donos da casa para a decisão.

As partidas da decisão do Nordestão acontecerão nos dias 22 e 29 de maio. O primeiro jogo será no Castelão, em Fortaleza, e o segundo será no Almeidão, em João Pessoa. O Belo, por ter tido a melhor campanha no geral, tem a vantagem de mandar a partida de volta. Mas, independentemente de quem será o campeão, o fato é que, o detentor da taça, será o mais novo integrante do rol dos campeões da Copa do Nordeste, uma vez que os dois clubes ainda não possuem esse trófeu em sua galeria, mas já tiveram de ver rivais estaduais a levarem a “Lampions League” – o Campinense em 2013 eo Ceará em 2015.

Boa sorte aos finalistas.

Por Jorge Almeida

 

Copa do Nordeste 2019: encerrada a fase de grupos

Oito equipes seguem na disputa pela “Lampions League”. Foto: Kin Saito/CBF

A primeira fase da Copa do Nordeste 2019 chegou ao fim neste sábado com a realização de oito partidas válidas pela oitava rodada. Todos os jogos foram disputados simultaneamente e oito equipes (quatro de cada grupo) se classificaram para as quartas-de-final da competição.

Em São Luís, no Castelão, Sampaio Corrêa e Bahia reeditaram a final da Lampions League de 2018. Sem chances de classificação, a Bolívia Querida entrou em campo com um time misto, enquanto o Tricolor da Boa Terra brigava por uma das vagas. Porém, tudo sucumbiu para os baianos aos 45 minutos com um golaço de Cleitinho, que chutou ao gol antes da meia-lua do campo de defesa de sua equipe, surpreendendo o goleiro Anderson. O resultado tirou o Tricolor maranhense da lanterna do grupo A ao chegar aos quatro pontos, mas foi o suficiente para eliminar o Bahia, que se manteve com doze pontos.

Quem curtiu o tropeço do Bahia, além do Vitória, é claro, foi o Náutico. O Timbu foi até o Barradão e ficou no empate em 1 a 1 com o Leão de Salvador. As duas equipes precisavam do triunfo para não dependerem de nenhuma combinação de resultados, mas o alvirrubro pernambucano conseguiu seguir adiante ao chegar aos 15 pontos, ficou em quarto no grupo B e contou com a derrota do Bahia, enquanto o Vitória, que foi aos sete pontos, foi beneficiado com a derrota do Salgueiro. Os gols foram macados por Ruy, para o Vitória, e por Odilávio para o Timbu.

No Cornélio de Barros, o Salgueiro só dependia dele para chegar às quartas-de-final da Copa do Nordeste, mas, para o azar da equipe da casa, seu adversário foi o perigoso Ceará. Mas Eduardo Brock, Roger e Fernando Sobral fizeram a festa para os torcedores do Vozão. E Renato anotou o gol de honra do Carcará, que se manteve com seis pontos e viu o Vitória ultrapassá-lo na tabela do grupo A. O Ceará, com o triunfo, atingiu os 18 pontos e terminou na liderança do grupo B.

No Albertão, em Teresina, o CSA levou um susto ao sair atrás do placar contra o já eliminado Altos. O zagueiro Ronaldo (contra) abriu o placar para os visitantes, mas a vitória do Azulão da Mutange veio com os tentos marcados por Didira e Victor Paraíba. Com 2 a 1 no placar, o Alviceleste atingiu os 16 pontos no grupo B e classificou-se em terceiro. Porém, a equipe piauiense se despediu da Lampions League com apenas dois pontos e sem vitórias no certame.

O Santa Cruz entrou em campo no Arruda, em Recife, disposto a vencer o já eliminado Confiança para poder levar a vantagem de decidir em casa a próxima fase. E conseguiu: a vitória de 2 a 0 saíram com os gols de Vitão e Guilherme Queiroz. O placar deixou a Coral com 12 pontos, em segundo lugar do grupo A, e a equipe sergipana em último lugar do grupo B, com oito pontos e, curiosamente, no geral, o Confiança fez mais pontos que o classificado Vitória, que terminou com sete pontos no grupo A e ficou com a última vaga.

No Rei Pelé, em Maceió, CRB e Botafogo fizeram a única partida da rodada que ficou em 0 a 0. Apesar do empate sem gols, o resultado agradou as duas equipes. O time regatino, que perdeu um pênalti e teve um gol mal anulado no jogo, se classificou em terceiro do grupo A com nove pontos, e o Belo ficou com a vice-liderança do grupo B com 18 pontos e manteve a invencibilidade.

Único representante potiguar na Copa do Nordeste, o ABC chegou à última rodada da primeira fase com chances de classificação, mas tinha uma missão difícil: vencer o Fortaleza fora de casa e ainda torcer por uma combinação de resultados. Mas o gol de Edinho, aos 24 minutos do segundo tempo, acabou de vez com as possibilidades abecedistas de avançar no torneio. Os comandados de Rogério Ceni ficaram com o primeiro lugar do grupo A, com 13 pontos, enquanto o Elefante do Rio Grande do Norte, com 12, encerrou sua participação em sexto lugar do grupo B.

Assim como o ABC, o Sergipe também entrou em campo com chances remotíssimas de classificar-se para a sequência do torneio nordestino. Além da necessidade da vitória contra o já eliminado Moto Club em casa, o Colorado precisava de combinações de resultados. Mas, na Arena Batistão, em Aracaju, o rubronegro marenhense precisou de 20 minutos para acabar com as esperanças dos anfitriões ao abrir 3 a 0, com dois gols de Gleissinho e um de Wander, enquanto Zé Mário fez o gol de honra. Com isso, as duas equipes, eliminadas, terminaram a participação com três pontos, no caso do Sergipe, no grupo A, e 11 pontos no grupo B, situação do Moto Club.

Com o encerramento da fase de grupos, os confrontos das quartas-de-final da Copa do Nordeste serão realizados em jogo único, com os campeões e vices de cada grupo podendo fazer a partida decisiva em seus domínios. Os horários e datas dos duelos da fase seguinte serão definidos pela CBF em breve. Possivelmente, por questões de segurança, Fortaleza e Ceará, mandantes de seus jogos, não entrarão em campo no mesmo dia.

A seguir, os confrontos das quartas-de-final da Copa do Nordeste, os resultados da última rodada e a classificação final da primeira fase.

Jogo – Local:
Fortaleza (CE) x Vitória (BA) – Castelão, Fortaleza (CE)
Santa Cruz (PE) x CRB (AL) – Arruda, Recife (PE)
Ceará (CE) x Náutico (PE) – Castelão, Fortaleza (CE)
Botafogo (PB) x CSA (AL) – Almeidão, João Pessoa (PB)

Os resultados da oitava rodada da primeira fase.

Data – Jogo – Local:
30/03 – Sampaio Corrêa (MA) 1×0 Bahia (BA) – Castelão, São Luís (MA)
30/03 – Altos (PI) 1×2 CSA (AL) – Albertão, Teresina (PI)
30/03 – Sergipe (SE) 1×3 Moto Club (MA) – Arena Batistão, Aracaju (SE)
30/03 – Santa Cruz (PE) 2×0 Confiança (SE) – Arruda, Recife (PE)
30/03 – CRB (AL) 0x0 Botafogo (PB) – Rei Pelé, Maceió (AL)
30/03 – Vitória (BA) 1×1 Náutico (PE) – Barradão, Salvador (BA)
30/03 – Salgueiro (PE) 1×3 Ceará (CE) – Cornélio de Barros, Salgueiro (PE)
30/03 – Fortaleza (CE) 1×0 ABC (RN) – Castelão, Fortaleza (CE)

Classificação final da primeira fase:

Posição – Equipe – Pontos:
Grupo A:
1. Fortaleza (CE) – 13 pontos
2. Santa Cruz (PE) – 12
3. CRB (AL) – 9
4. Vitória (BA) – 7
5. Salgueiro (PE) – 6
6. Sampaio Corrêa (MA) – 4
7. Sergipe (SE) – 3
8. Altos (PI) – 2

Grupo B:
1. Ceará (CE) – 18
2. Botafogo (PB) – 18
3. CSA (AL) – 16
4. Náutico (PE) – 15
5. Bahia (BA) – 12
6. ABC (RN) – 12
7. Moto Club (MA) – 11
8. Confiança (SE) – 8

Parabéns à todos os classificados.

Por Jorge Almeida

SBT transmitirá a Copa do Nordeste 2019

Da esquerda para direita: Cyro Thomaz, Manoel Flores, Alexi Portela e Marcelo Parada. Foto: Gabriel Cardoso

O Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), em parceria com a CBF, anunciou em uma coletiva de imprensa em sua sede, em São Paulo, na tarde desta quarta-feira (18), que transmitirá a Copa do Nordeste 2019 para toda a região Nordeste do país. O torneio, que começará na primeira quinzena de janeiro e terminará em maio, terá um total de 20 clubes, sendo quatro que disputarão a fase preliminar da competição e se juntará aos 16 times para a disputa da primeira fase.

Na coletiva participaram Marcelo Parada, diretor comercial do SBT; Manoel Flores, diretor de competições da CBF; Alexi Portela, presidente da Liga do Nordeste; e Cyro Thomaz, coordenador do SBT Nordeste e da TV Jangadeiro, de Fortaleza. Os quatro responderam a perguntas dos jornalistas presentes no evento, especialmente a assuntos relacionados à competição, audiência, cotas comerciais e às transmissões das partidas que, inclusive, acontecerão sempre às terças-feiras, às 21h45, e, aos sábados, às 16h.

Para a disputa do Nordestão 2019, o clube melhor colocado no Ranking da CBF dos estados de Alagoas, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe garante vaga na seletiva do Copa do Nordeste. No entanto, se o melhor ranqueado desses estados for o campeão estadual, a vaga na seletiva passará ao segundo melhor colocado.

Os estados de Bahia e de Pernambuco, por serem as duas federações melhor ranqueadas no Ranking de Federações, possuem direito a uma vaga a mais na fase de grupos, destinada ao melhor ranqueado de cada um desses estados, sendo ao segundo melhor ranqueado, excluído o campeão estadual, assegurada uma vaga no Pré-Nordestão (Juazeirense e Salgueiro, respectivamente).

Ao final da Pré-Copa os vencedores dos quatro confrontos estarão automaticamente classificados para Fase de Grupos.

A determinação em manter o Nordestão na grade das filiadas da emissora é o resultado dos bons números nos índices de audiências deste ano. Apenas nas três principais praças do Nordeste – Salvador, Fortaleza e Recife -, o SBT, de acordo com Cyro Thomaz, ficou entre o primeiro e o segundo lugar no Ibope, o que corresponde a algo entre 54 a 59% de audiência na região, com a realização das partidas e que não chegou a ficar em nenhuma oportunidade em terceiro lugar.

Ainda, segundo Thomas, foram, ao todo, 30 horas de transmissão que chegaram a cerca de 330 milhões de espectadores no Nordeste, além de 2,4 milhões de ingressos vendidos. A média de audiência na cidade soteropolitana foi de 10,2 pontos, seguida da capital cearense, com 8,8 pontos, e, enquanto isso, Recife somou 7,3 pontos.

Além disso, as cotas comerciais também tiveram uma boa representatividade em 2018, com anunciantes de nível nacional como Schin, Net/Claro, 51 e O Boticário. Para 2019 haverá um incremento: serão seis patrocinadores.

O diretor de competições da CBF, Manoel Flores, reforçou que a competição ainda terá em 2018 a edição sub20, e que está em estudo ampliar para as categorias sub17 e sub15. O dirigente reiterou que, durante a Copa América 2019, as competições nacionais serão interrompidas.

Manoel Flores explicou que os campeões da Copa do Nordeste e da Copa Verde não disputam a Copa Sulamericana por conta de uma determinação da Conmebol, que estabelece que, para participar de suas competições interclubes, as equipes devem ser credenciadas “via campeonato nacional” e que, diante disso, os vencedores dos dois torneios regionais foram “recompensados” em entrar diretamente na quinta fase da Copa do Brasil.

Na coletiva, Flores também mencionou a questão do calendário e dos contratos dos direitos de transmissão que estão para expirar das competições organizadas pela CBF, como os dos Brasileiros das Séries C e D, e também como a entidade tem trabalhado para transmitir as competições em outras plataformas por conta da decrescente demanda da TV por assinatura.

O presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela, enalteceu que a Turner International, que decretou o fim do Esporte Interativo, emissora que transmitia a Lampions League em todo o território nacional, manterá o valor das cotas e que cumprirá o contrato até 2022. Além disso, tanto Portela quanto Manoel reforçaram que a não-participação do Sport Recife na Copa do Nordeste foi uma decisão do clube, descartando quaisquer cogitação de uma eventual punição ao Leão da Praça da Bandeira.

“A transmissão da Copa Nordeste é um fator de extrema importância que agrega à nossa programação, pois o futebol não é um produto comum em nossa grade. Com isso, conseguimos atrair anunciantes variados, além de consolidar a presença da emissora na vida das pessoas, cumprindo o papel fundamental de um veículo de comunicação”, destaca Marcelo Parada, Diretor Comercial do SBT.

O sorteio da fase de grupos da Copa do Nordeste ocorrerá no dia 4 de outubro em Maceió.

Por Jorge Almeida

Sampaio Corrêa: campeão da Copa do Nordeste 2018

Jogadores do Sampaio Corrêa comemoram o título da Copa do Nordeste, o primeiro conquistado por uma equipe maranhense. Créditos: Futura Press

O Sampaio Corrêa é o mais novo campeão da Copa do Nordeste, a popular “Lampions League”. Em partida disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador, neste sábado (7), a Bolívia Querida empatou em 0 a 0 com o Bahia e, como havia ganhado o jogo de ida por 1 a 0, o resultado deu ao clube maranhense o título inédito. O principal personagem do jogo foi o goleiro Andrey, que fez defesas primordiais que ajudaram a equipe boliviana a conquistar a taça.

Com a vantagem adquirida no jogo de ida, o Sampaio Corrêa tentou surpreender o Bahia com apenas dois minutos de jogo. Fernando Sobral cobrou falta com um chute forte e Anderson evitou o gol dos visitantes com uma defesa difícil. O Esquadrão de Aço deu o troco aos quatro. Léo cobrou lateral com força e Tiago aproveitou para dar uma cabeçada perigosa, que saiu por cima do gol de Andrey.

Após as duas chances criadas pelos times, o Bahia passou a utilizar os lados do campo, sem permitir que a Bolívia Querida utilizasse o contragolpe.

O Tricolor soteropolitano passou parte do primeiro tempo tocando a bola enquanto a equipe maranhense permaneceu no campo de defesa durante boa parte da primeira etapa, mas que chegou a avançar a marcação.

Embora dominasse as ações do jogo, os anfitriões só foram criar uma oportunidade aos 38 minutos. Zé Rafael invadiu a área e, quando ficou frente a frente com Andrey, tentou tirar do goleiro, que fez outra grande defesa. Quatro minutos depois, foi a vez de Régis cobrar falta e a bola passar perto da meta do camisa 42 boliviano.

Nos acréscimos, o Bahia teve duas chances seguidas. A primeira, aos 46, a redonda ia sobrar para Elton chutar para o gol, mas Alyson tirou o perigo da área do Sampaio. No lance seguinte, Gregore arriscou de fora da área, a esférica desviou nos defensores visitantes e saiu pela lateral.

Os primeiros 15 minutos da etapa final praticamente não mudaram em relação à maior parte do primeiro tempo, ou seja, o Bahia seguiu a tentar encaixar uma jogada e a marcação do Sampaio não dando moleza.

A primeira investida do Tubarão no segundo tempo aconteceu aos 15 minutos. Em jogada iniciada por Diego Silva, a bola sobrou para Fernando Sobral, que chutou para fora, sem levar perigo para Anderson. Contudo, à medida que o jogo corria, os jogadores do time maranhense faziam faltas e mais faltas e o árbitro distribuiu cartões amarelos “a rodo”.

E, à medida que os minutos rolavam, o Esquadrão de Aço se lançava para o ataque, mas sem organização e, sujeito aos erros de passe, permitia que o adversário saísse para o jogo.

Com a proximidade do término da decisão, o Sampaio Corrêa, quando tinha a posse da bola, fazia de tudo para segurá-la no campo de ataque. Mas, a torcida do tricolor baiano, protestou por conta da cera que os jogadores do Tricolor do Maranhão fazia e não aplicara os cartões. E a adrenalina tomou conta da partida aos 44 minutos, quando Uilliam, do Sampaio, recebeu o segundo amarelo e, posteriormente, o cartão vermelho. Com um jogador a mais, o Bahia esboçou uma pressão e passou a investir em cruzamentos para a área e a defesa boliviana tirando de qualquer maneira.

Já nos acréscimos, aos 49, Wellington Rato, substituto de João Paulo, não soube aproveitar o contragolpe do Sampaio e chutou torto para fora. E, no último lance da decisão, aos 50, Junior Brumado entrou na área, chutou, Andrey saiu para defender e a bola desviou no arqueiro e saiu por cima do travessão.  Mas, não teve jeito, com uma grande atuação, o goleiro da camisa 42 fechou o gol e ajudou a Bolívia Querida a segurar o empate sem gols para dar ao clube de São Luís o primeiro título da Copa do Nordeste. Fim de jogo na Arena Fonte Nova: Bahia 0, Sampaio Corrêa 0.

Apesar de ter criado a primeira tentativa de gol na partida, o Sampaio Corrêa foi dominado pelo meio-campo do Bahia, que também pressionou em jogadas pelas laterais, mas que paravam na defesa atenta e marcação forte do clube maranhense. E, quando passava pela zaga, se deparava com o “muro” chamado Andrey. A etapa inicial foi marcada por falta duras dos dois times. No segundo tempo, a situação não mudou muito. Os anfitriões buscando o gol e tentando criar jogadas de todas as maneiras, contudo, o esquema defensivo do Sampaio mostrou-se eficiente e, conforme o Bahia ficava nervoso, os comandados de Roberto Fonseca começaram a explorar mais o contra-ataque, mas pecava nas finalizações.

Além de ter sido uma conquista inédita para o Sampaio Corrêa, o título foi o primeiro a ser ganho por um clube do Maranhão. Com isso, a Bolívia Querida ganhou R$ 1,5 milhão de premiação e garantiu uma vaga para as oitavas-de-final da Copa do Brasil 2019.

A seguir, o resumo da campanha e a ficha técnica da decisão.

Primeira Fase (Grupo D):
18/01 – CSA (AL) 1×1 Sampaio Corrêa (MA) – Rei Pelé, Maceió (AL)
08/02 – Sampaio Corrêa (MA) 4×0 Salgueiro (PE) – Castelão, São Luís (MA)
15/02 – Sampaio Corrêa 1×0 Ceará (CE) – Castelão, São Luís (MA)
10/03 – Ceará (CE) 2×1 Sampaio Corrêa (MA) – Castelão, Fortaleza (CE)
20/03 – Salgueiro (PE) 0x0 Sampaio Corrêa (MA) – Cornélio de Barros, Salgueiro (PE)
29/03 – Sampaio Corrêa (MA) 0x0 CSA (AL) – Castelão, São Luís (MA)
Quartas-de-final:
16/05 – Sampaio Corrêa (MA) 3×0 Vitória (BA) – Castelão, São Luís, (MA)
24/05 – Vitória (BA) 0x0 Sampaio Corrêa (MA) – Barradão, Salvador (BA)
Semifinais:
19/06 – Sampaio Corrêa (MA) 1×0 ABC (RN) – Castelão, São Luís (MA)
28/06 – ABC (RN) 1×1 Sampaio Corrêa (MA) – Frasqueirão, Natal (RN)
Final:
04/07 – Sampaio Corrêa (MA) 1×0 Bahia (BA) – Castelão, São Luís (MA)
07/07 – Bahia (BA) 0x0 Sampaio Corrêa (MA) – Arena Fonte Nova, Salvador (BA)

FICHA TÉCNICA: BAHIA (BA) 0x0 SAMPAIO CORRÊA (MA)
Competição/Fase: Copa do Nordeste 2018 – final (2º jogo)
Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Data: 7 de julho de 2018, sábado – 17h45 (horário de Brasília)
Público: 45.378 pessoas
Renda: R$ 1.598.952,00
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinícius Melo de Lima (RN)
Cartões Amarelos: Gregore, Tiago e Vinícius (Bahia); Uilliam, Joécio, Fernando Sobral, Diego Silva, Danielzinho, Maracás e William (Sampaio Corrêa)
Cartão Vermelho: Uilliam (Sampaio Corrêa)
BAHIA (BA): 33.Anderson; 5.Flávio (29.Vinícius), 3.Tiago, 28.Lucas Fonseca e 14.Léo; 26.Gregore, 17.Elton, 10.Zé Rafael, 20.Régis (8.Allione) e 7.Élber (23.Junior Brumado); 11.Edigar Junio. Técnico: Enderson Moreira
SAMPAIO CORRÊA (MA): 42.Andrey; 2.Bruno Moura, 3.Joécio, 4.Maracás e 6.Alyson; 5.William, 7.Diego Silva e 8.Fernando Sobral; 10.João Paulo (19.Wellington Rato), 11.Danielzinho (17.Rodrigo Fumaça) e 9.Uilliam. Técnico: Roberto Fonseca

Parabéns ao Sampaio Corrêa Futebol Clube pelo título.

Por Jorge Almeida

Bahia e Sampaio Corrêa decidirão a Copa do Nordeste 2018

Copa do Nordeste 2018: Bahia e Sampaio Corrêa disputarão o título. Créditos: Douglas Lunardi/CBF

O mundo do futebol está com olhos voltados para a Rússia em virtude da realização da Copa do Mundo, mas a bola não parou totalmente aqui no Brasil. Enquanto Tite e seus comandados estão atrás do hexa, por aqui, o principal regional do país, a Copa do Nordeste, teve seus finalistas sacramentados nesta semana: Bahia e Sampaio Corrêa decidirão o título da “Lampions League” após despacharem, respectivamente, Ceará e ABC nas semifinais.

O primeiro classificado para a finalíssima foi o Bahia. Na terça-feira (26), o Tricolor de Aço empatou em 0 a 0 contra o Ceará na Arena Fonte Nova, em Salvador. Como havia vencido o primeiro jogo em 1 a 0, em Fortaleza, o Baêa, atual campeão do torneio, seguirá na defesa do título e tentará se igualar ao arquirrival Vitória em número de conquista do Nordestão – quatro taças.

O outro classificado é o Sampaio Corrêa, do Maranhão. A Bolívia Querida arrancou um empate contra o ABC em 1 a 1 no Frasqueirão, em Natal, na noite desta quinta-feira (28). Finalista do torneio pela primeira vez em sua história, o tricolor maranhense fez 2 a 1 no placar agregado. O Sampaio saiu na frente do placar com Fernando Sobral cobrando pênalti, enquanto Erivélton empatou para os donos da casa. Infelizmente, a partida ficou marcada pela tentativa de invasão da torcida abecedista por conta da marcação da penalidade a favor dos maranhenses, e que deixou o jogo paralisado por 15 minutos. E, digamos, que essa eliminação foi um “presente de grego” para o ABC, que completa nesta sexta-feira (29), 103 anos.

E, como prevê o regulamento, o clube de melhor campanha decidirá em casa que, no caso, será o Bahia. A CBF divulgará as datas e os horários da final em breve.

A seguir, os resultados das semifinais da “Lampions League”.

Data – Jogo – Local:
19/06 – Sampaio Corrêa (MA) 1×0 ABC (RN) – Castelão, São Luís (MA)
21/06 – Ceará (CE) 0x1 Bahia (BA) – Arena Castelão, Fortaleza (CE)
26/06 – Bahia (BA) 0x0 Ceará (CE) – Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
28/06 – ABC (RN) 1×1 Sampaio Corrêa (MA) – Frasqueirão, Natal (RN)

Parabéns aos finalistas.

Por Jorge Almeida

Definidos os semifinalistas da Copa do Nordeste 2018

ABC, Bahia, Ceará ou Sampaio Corrêa: quem levará a “Lampions League”? Crédito: Divulgação

Com a partida disputada na noite desta quinta-feira (24) entre Vitória e Sampaio Corrêa, no Barradão, em Salvador, que terminou em um empate sem gols, a Copa do Nordeste 2018 já tem os seus semifinalistas definidos. De um lado, Sampaio Corrêa x ABC, e do outro, Ceará x Bahia. Os confrontos acontecerão nos dias 19 e 26 de junho, ou seja, durante a Copa do Mundo FIFA, na Rússia. Curiosamente, de todos os jogos da volta das quartas-de-final, apenas Santa Cruz x ABC que não ficou no 0 a 0 (vitória abecedista por 4 a 1).

Por ordem de data, digamos assim, o primeiro classificado para as semifinais da “Lampions League” foi o Bahia. O Tricolor de Aço venceu o Botafogo paraibano por 2 a 1, no Almeidão, em João Pessoa, e, no dia 3 de maio, segurou o empate em 0 a 0 no Pituaçu, em Salvador. Atual campeão, o Bahêa segue na busca do quarto título do torneio, sendo o segundo de forma consecutiva.

O adversário do Bahia será o Ceará. O Vozão foi o único dos semifinalistas que classificou-se com dois empates (avançou devido ao saldo de gols). O alvinegro empatou em 3 a 3 com o CRB no Rei Pelé, em Maceió, e, assim como o seu oponente na fase seguinte da Lampions League, empatou sem gols na Arena Castelão, em Fortaleza, na quarta-feira (23). Campeão do Nordestão em 2015, justamente contra o Bahia, o Ceará vai primeiro a Salvador fazer o jogo de ida e decidirá a vaga para a final em casa.

A outra semifinal terá um confronto entre dois clubes que nunca foram campeões da Copa do Nordeste. Um deles é o Sampaio Corrêa, que na noite desta quinta-feira, empatou em 0 a 0 com o Vitória no Barradão, em Salvador. Como havia levado a melhor no jogo de ida, em São Luís, com acachapantes 3 a 0, a Bolívia Querida se deu bem na capital baiana e não foi vazada graças a grande atuação do goleiro Andrey, que fechou o gol e ainda pegou um pênalti.

Enquanto isso, o ABC é o único dentre os quatro que seguem no certame que ganhou os dois jogos das quartas-de-final. Primeiro, o Elefante levou a melhor diante do Santa Cruz no Frasqueirão, com vitória por 1 a 0, e, na quarta-feira (23), nem o mais otimista torcedor abecedista poderia acreditar: o time potiguar calou o Arruda, jogou demais e goleou a Coral por 4 a 1, com gols de Felipe Guedes, Marcos Júnior, Higor Leite e Luan (o Santa descontou com Héricles). A atuação do ABC foi tão superior que fez com que a apaixonada torcida do Santa Cruz vaiasse o próprio time. O alvinegro terá o Sampaio Corrêa pela frente em duas partidas que acontecerão, possivelmente, no Castelão, em São Luís, e no Frasqueirão, em Natal. O ABC tem em sua história um vice-campeonato da Copa do Nordeste, em 2010, quando perdeu a final para o Vitória.

Com esses duelos nas semifinais, uma coisa é certa na atual edição da “Lampions League”: a final será inédita.

A seguir, as datas e os confrontos das semifinais da Copa do Nordeste.

Jogos de ida:
19/06 – Sampaio Corrêa (MA) x ABC (RN)
19/06 – Bahia (BA) x Ceará (CE)
Jogos de volta:
26/06 – ABC (RN) x Sampaio Corrêa (MA)
26;06 – Ceará (CE) x Bahia (BA)

Por Jorge Almeida