Copa do Brasil 2019: confrontos da quarta fase definidos

Auditório da CBF, no Rio de Janeiro, local do sorteio dos confrontos da quarta fase da Copa do Brasil 2019. Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou em sua sede, no Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira (12), o sorteio que definiu os confrontos válidos pela quarta fase da Copa do Brasil 2019. Ao todo, dez clubes disputarão cinco vagas para dar continuidade no certame.

Com a presença de Manoel Flores, diretor de competições da entidade, como cerimonialista, o evento se deu início com ele explicando que, de acordo com o regulamento da competição (artigo nono, parágrafo quarto), que prevê a realização do sorteio para os duelos da quarta, assim como para a quinta e sexta fase, posteriormente. O diretor reforçou que o Bragantino, do Pará, e o Vila Nova, de Goiás, farão duas partidas que serão válidas pela terceira fase.

O sorteio deu início com as duas assistentes auxiliando Flores no sorteio das bolinhas, que tiveram a seguinte sequência: Juventude, Fluminense, Corinthians, Santos e Londrina e seus respectivos adversários: o vencedor do duelo entre Bragantino (PA) e Vila Nova, Santa Cruz, Chapecoense, Vasco e Bahia.

Após a definição dos duelos, o evento teve uma pausa de cerca de 20 minutos e, na volta, Manoel Flores justificou o motivo da pausa e destacou que é devido ao artigo 14 do regulamento do torneio que trata justamente sobre o mando de todos os jogos da quarta fase.

Conforme o sorteio que definiu os mandos de campo, ficou acertado de que Santos, Fluminense, Chapecoense, Bahia e Juventude abrem a série dos confrontos jogando em casa. Com isso, Vasco, Santa Cruz, Corinthians, Londrina e Bragantino (PA) ou Vila Nova decidirão os embates diante de suas torcidas.

Lembrando que os vencedores desta fase, seguirão para as oitavas-de-final e se juntarão às equipes que se classificaram para a Taça Libertadores da América (Grêmio, Internacional, Flamengo, Cruzeiro, Atlético Mineiro, Athletico Paranaense, Palmeiras e São Paulo), ao campeão brasileiro da Série B de 2018 (Fortaleza), ao vencedor da Copa do Nordeste do ano passado (Sampaio Corrêa) e ao último ganhador da Copa Verde (Paysandu).

A seguir, a relação dos confrontos válidos pela quarta fase da Copa do Brasil 2019.

Ida: Juventude (RS) x Bragantino (PA) ou Vila Nova (GO)
Volta: Bragantino (PA) ou Vila Nova (GO) x Juventude (RS)

Ida: Fluminense (RJ) x Santa Cruz (PE)
Volta: Santa Cruz (PE) x Fluminense (RJ)

Ida: Chapecoense (SC) x Corinthians (SP)
Volta: Corinthians (SP) x Chapecoense (SC)

Ida: Santos (SP) x Vasco (RJ)
Volta: Vasco (RJ) x Santos (SP)

Ida: Bahia (BA) x Londrina (PR)
Volta: Londrina (PR) x Bahia (BA)

Por Jorge Almeida

Anúncios

Sampaio Corrêa: campeão da Copa do Nordeste 2018

Jogadores do Sampaio Corrêa comemoram o título da Copa do Nordeste, o primeiro conquistado por uma equipe maranhense. Créditos: Futura Press

O Sampaio Corrêa é o mais novo campeão da Copa do Nordeste, a popular “Lampions League”. Em partida disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador, neste sábado (7), a Bolívia Querida empatou em 0 a 0 com o Bahia e, como havia ganhado o jogo de ida por 1 a 0, o resultado deu ao clube maranhense o título inédito. O principal personagem do jogo foi o goleiro Andrey, que fez defesas primordiais que ajudaram a equipe boliviana a conquistar a taça.

Com a vantagem adquirida no jogo de ida, o Sampaio Corrêa tentou surpreender o Bahia com apenas dois minutos de jogo. Fernando Sobral cobrou falta com um chute forte e Anderson evitou o gol dos visitantes com uma defesa difícil. O Esquadrão de Aço deu o troco aos quatro. Léo cobrou lateral com força e Tiago aproveitou para dar uma cabeçada perigosa, que saiu por cima do gol de Andrey.

Após as duas chances criadas pelos times, o Bahia passou a utilizar os lados do campo, sem permitir que a Bolívia Querida utilizasse o contragolpe.

O Tricolor soteropolitano passou parte do primeiro tempo tocando a bola enquanto a equipe maranhense permaneceu no campo de defesa durante boa parte da primeira etapa, mas que chegou a avançar a marcação.

Embora dominasse as ações do jogo, os anfitriões só foram criar uma oportunidade aos 38 minutos. Zé Rafael invadiu a área e, quando ficou frente a frente com Andrey, tentou tirar do goleiro, que fez outra grande defesa. Quatro minutos depois, foi a vez de Régis cobrar falta e a bola passar perto da meta do camisa 42 boliviano.

Nos acréscimos, o Bahia teve duas chances seguidas. A primeira, aos 46, a redonda ia sobrar para Elton chutar para o gol, mas Alyson tirou o perigo da área do Sampaio. No lance seguinte, Gregore arriscou de fora da área, a esférica desviou nos defensores visitantes e saiu pela lateral.

Os primeiros 15 minutos da etapa final praticamente não mudaram em relação à maior parte do primeiro tempo, ou seja, o Bahia seguiu a tentar encaixar uma jogada e a marcação do Sampaio não dando moleza.

A primeira investida do Tubarão no segundo tempo aconteceu aos 15 minutos. Em jogada iniciada por Diego Silva, a bola sobrou para Fernando Sobral, que chutou para fora, sem levar perigo para Anderson. Contudo, à medida que o jogo corria, os jogadores do time maranhense faziam faltas e mais faltas e o árbitro distribuiu cartões amarelos “a rodo”.

E, à medida que os minutos rolavam, o Esquadrão de Aço se lançava para o ataque, mas sem organização e, sujeito aos erros de passe, permitia que o adversário saísse para o jogo.

Com a proximidade do término da decisão, o Sampaio Corrêa, quando tinha a posse da bola, fazia de tudo para segurá-la no campo de ataque. Mas, a torcida do tricolor baiano, protestou por conta da cera que os jogadores do Tricolor do Maranhão fazia e não aplicara os cartões. E a adrenalina tomou conta da partida aos 44 minutos, quando Uilliam, do Sampaio, recebeu o segundo amarelo e, posteriormente, o cartão vermelho. Com um jogador a mais, o Bahia esboçou uma pressão e passou a investir em cruzamentos para a área e a defesa boliviana tirando de qualquer maneira.

Já nos acréscimos, aos 49, Wellington Rato, substituto de João Paulo, não soube aproveitar o contragolpe do Sampaio e chutou torto para fora. E, no último lance da decisão, aos 50, Junior Brumado entrou na área, chutou, Andrey saiu para defender e a bola desviou no arqueiro e saiu por cima do travessão.  Mas, não teve jeito, com uma grande atuação, o goleiro da camisa 42 fechou o gol e ajudou a Bolívia Querida a segurar o empate sem gols para dar ao clube de São Luís o primeiro título da Copa do Nordeste. Fim de jogo na Arena Fonte Nova: Bahia 0, Sampaio Corrêa 0.

Apesar de ter criado a primeira tentativa de gol na partida, o Sampaio Corrêa foi dominado pelo meio-campo do Bahia, que também pressionou em jogadas pelas laterais, mas que paravam na defesa atenta e marcação forte do clube maranhense. E, quando passava pela zaga, se deparava com o “muro” chamado Andrey. A etapa inicial foi marcada por falta duras dos dois times. No segundo tempo, a situação não mudou muito. Os anfitriões buscando o gol e tentando criar jogadas de todas as maneiras, contudo, o esquema defensivo do Sampaio mostrou-se eficiente e, conforme o Bahia ficava nervoso, os comandados de Roberto Fonseca começaram a explorar mais o contra-ataque, mas pecava nas finalizações.

Além de ter sido uma conquista inédita para o Sampaio Corrêa, o título foi o primeiro a ser ganho por um clube do Maranhão. Com isso, a Bolívia Querida ganhou R$ 1,5 milhão de premiação e garantiu uma vaga para as oitavas-de-final da Copa do Brasil 2019.

A seguir, o resumo da campanha e a ficha técnica da decisão.

Primeira Fase (Grupo D):
18/01 – CSA (AL) 1×1 Sampaio Corrêa (MA) – Rei Pelé, Maceió (AL)
08/02 – Sampaio Corrêa (MA) 4×0 Salgueiro (PE) – Castelão, São Luís (MA)
15/02 – Sampaio Corrêa 1×0 Ceará (CE) – Castelão, São Luís (MA)
10/03 – Ceará (CE) 2×1 Sampaio Corrêa (MA) – Castelão, Fortaleza (CE)
20/03 – Salgueiro (PE) 0x0 Sampaio Corrêa (MA) – Cornélio de Barros, Salgueiro (PE)
29/03 – Sampaio Corrêa (MA) 0x0 CSA (AL) – Castelão, São Luís (MA)
Quartas-de-final:
16/05 – Sampaio Corrêa (MA) 3×0 Vitória (BA) – Castelão, São Luís, (MA)
24/05 – Vitória (BA) 0x0 Sampaio Corrêa (MA) – Barradão, Salvador (BA)
Semifinais:
19/06 – Sampaio Corrêa (MA) 1×0 ABC (RN) – Castelão, São Luís (MA)
28/06 – ABC (RN) 1×1 Sampaio Corrêa (MA) – Frasqueirão, Natal (RN)
Final:
04/07 – Sampaio Corrêa (MA) 1×0 Bahia (BA) – Castelão, São Luís (MA)
07/07 – Bahia (BA) 0x0 Sampaio Corrêa (MA) – Arena Fonte Nova, Salvador (BA)

FICHA TÉCNICA: BAHIA (BA) 0x0 SAMPAIO CORRÊA (MA)
Competição/Fase: Copa do Nordeste 2018 – final (2º jogo)
Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Data: 7 de julho de 2018, sábado – 17h45 (horário de Brasília)
Público: 45.378 pessoas
Renda: R$ 1.598.952,00
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinícius Melo de Lima (RN)
Cartões Amarelos: Gregore, Tiago e Vinícius (Bahia); Uilliam, Joécio, Fernando Sobral, Diego Silva, Danielzinho, Maracás e William (Sampaio Corrêa)
Cartão Vermelho: Uilliam (Sampaio Corrêa)
BAHIA (BA): 33.Anderson; 5.Flávio (29.Vinícius), 3.Tiago, 28.Lucas Fonseca e 14.Léo; 26.Gregore, 17.Elton, 10.Zé Rafael, 20.Régis (8.Allione) e 7.Élber (23.Junior Brumado); 11.Edigar Junio. Técnico: Enderson Moreira
SAMPAIO CORRÊA (MA): 42.Andrey; 2.Bruno Moura, 3.Joécio, 4.Maracás e 6.Alyson; 5.William, 7.Diego Silva e 8.Fernando Sobral; 10.João Paulo (19.Wellington Rato), 11.Danielzinho (17.Rodrigo Fumaça) e 9.Uilliam. Técnico: Roberto Fonseca

Parabéns ao Sampaio Corrêa Futebol Clube pelo título.

Por Jorge Almeida

Bahia e Sampaio Corrêa decidirão a Copa do Nordeste 2018

Copa do Nordeste 2018: Bahia e Sampaio Corrêa disputarão o título. Créditos: Douglas Lunardi/CBF

O mundo do futebol está com olhos voltados para a Rússia em virtude da realização da Copa do Mundo, mas a bola não parou totalmente aqui no Brasil. Enquanto Tite e seus comandados estão atrás do hexa, por aqui, o principal regional do país, a Copa do Nordeste, teve seus finalistas sacramentados nesta semana: Bahia e Sampaio Corrêa decidirão o título da “Lampions League” após despacharem, respectivamente, Ceará e ABC nas semifinais.

O primeiro classificado para a finalíssima foi o Bahia. Na terça-feira (26), o Tricolor de Aço empatou em 0 a 0 contra o Ceará na Arena Fonte Nova, em Salvador. Como havia vencido o primeiro jogo em 1 a 0, em Fortaleza, o Baêa, atual campeão do torneio, seguirá na defesa do título e tentará se igualar ao arquirrival Vitória em número de conquista do Nordestão – quatro taças.

O outro classificado é o Sampaio Corrêa, do Maranhão. A Bolívia Querida arrancou um empate contra o ABC em 1 a 1 no Frasqueirão, em Natal, na noite desta quinta-feira (28). Finalista do torneio pela primeira vez em sua história, o tricolor maranhense fez 2 a 1 no placar agregado. O Sampaio saiu na frente do placar com Fernando Sobral cobrando pênalti, enquanto Erivélton empatou para os donos da casa. Infelizmente, a partida ficou marcada pela tentativa de invasão da torcida abecedista por conta da marcação da penalidade a favor dos maranhenses, e que deixou o jogo paralisado por 15 minutos. E, digamos, que essa eliminação foi um “presente de grego” para o ABC, que completa nesta sexta-feira (29), 103 anos.

E, como prevê o regulamento, o clube de melhor campanha decidirá em casa que, no caso, será o Bahia. A CBF divulgará as datas e os horários da final em breve.

A seguir, os resultados das semifinais da “Lampions League”.

Data – Jogo – Local:
19/06 – Sampaio Corrêa (MA) 1×0 ABC (RN) – Castelão, São Luís (MA)
21/06 – Ceará (CE) 0x1 Bahia (BA) – Arena Castelão, Fortaleza (CE)
26/06 – Bahia (BA) 0x0 Ceará (CE) – Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
28/06 – ABC (RN) 1×1 Sampaio Corrêa (MA) – Frasqueirão, Natal (RN)

Parabéns aos finalistas.

Por Jorge Almeida

CBF define os confrontos das quartas-de-final da Copa do Brasil 2018

CBF realizou sorteio dos confrontos das quartas-de-final da Copa do Brasil em sua sede. Créditos: CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou nesta quarta-feira (30), em sua sede, no Rio de Janeiro, o sorteio dos confrontos pelas quartas-de-final da Copa do Brasil 2018, assim como os mandos dos jogos de ida da próxima fase. Contudo, dois duelos das oitavas-de-final seguem indefinidos – Vasco x Bahia e Cruzeiro x Atlético Paranaense, embora baianos e mineiros estão em vantagem devido aos triunfos conquistados na partida de ida.

O adversário do Palmeiras nas quartas-de-final, na teoria, tem tudo para ser o Bahia, pois o Tricolor da Boa Terra superou o Vasco na primeira partida por 3 a 0, na Fonte Nova, em Salvador, e só disputará o jogo de volta no dia 16 de julho, um dia após a decisão da Copa do Mundo. Quem passar desse embate será o mandante do primeiro jogo das quartas-de-final diante do alviverde paulista, que deixou o América Mineiro pelo caminho.

Outro duelo das oitavas-de-final que ainda está em aberto é Cruzeiro x Atlético Paranaense. A Raposa venceu o Furacão por 2 a 1, na Arena da Baixada, em Curitiba, e joga pelo empate no compromisso de volta, no dia 16 de julho, no Mineirão. Quem avançar dos dois terá o Santos pela frente nas quartas-de-final. O Peixe, que passou pelo Luverdense na fase anterior, mandará o primeiro jogo.

Enquanto isso, do outro lado da chave, a situação dos confrontos está tudo definido. O Corinthians fará um duelo inédito na Copa do Brasil diante da Chapecoense. O Timão, que eliminou o Vitória do torneio, será o mandante do jogo de ida, possivelmente na Arena Corinthians, e decidirá a vaga para as semifinais na Arena Condá, casa da Chape, que superou o Atlético Mineiro nos pênaltis nas oitavas-de-final.

Flamengo e Grêmio já é um velho confronto conhecido da história da Copa do Brasil. As duas equipes já fizeram uma final da competição, em 1997, que culminou com o terceiro título gremista. Em 2018, pelas quartas-de-final, tricolores e rubronegros medirão forças em 180 minutos, cuja metade terá início na Arena do Grêmio e depois, provavelmente, no Maracanã.

Assim, dependendo das combinações dos resultados, nas semifinais e na final, a Copa do Brasil 2018 poderá ter reedições de decisões do certame. Eis algumas delas: Corinthians x Grêmio nas semifinais (os dois já fizeram duas decisões: em 1995 e em 2001, com um vencedor para cada lado); Palmeiras x Santos – os dois foram os finalistas em 2015, quando o Verdão ficou com a taça; Palmeiras x Cruzeiro – ambos foram protagonistas das decisões de 1996 e 1998, com um título para cada; em caso de final, a CB-18 poderá reeditar Flamengo x Vasco, que decidiram o torneio em 2006; Flamengo x Cruzeiro, finalistas em 2003 e 2017; ou, ainda, Grêmio x Cruzeiro, que duelaram a final de 1993.

A Copa do Brasil ainda poderá reservar possíveis clássicos estaduais nas próximas fases. Mas só há quatro possíveis combinações: nas semifinais com Palmeiras e Santos desde que, claro, ambos passem; ou na final com Corinthians x Palmeiras ou Corinthians x Santos e também Flamengo x Vasco. Reforçando: desde que essas equipes cheguem até lá. Na história da Copa do Brasil, em 30 edições (contando com a vigente), somente em três finais que duas equipes do mesmo Estado disputaram o título. Em 2006, com Flamengo e Vasco, com o rubronegro vitorioso; em 2014, entre Atlético Mineiro e Cruzeiro, cuja taça ficou com o Galo; e em 2015, envolvendo Palmeiras e Santos, sendo o alviverde o campeão na ocasião.

Com o chaveamento fixado, já dá para saber os possíveis embates até a final do torneio. Por exemplo, quem passar do duelo entre Corinthians x Chapecoense enfrentará nas semifinais o ganhador de Grêmio x Flamengo. Enquanto isso, do outro lado, quem vencer do confronto entre Bahia ou Vasco e Palmeiras fará a outra semifinal do vitorioso do embate entre Cruzeiro ou Atlético Paranaense x Santos.

Curiosamente, os maiores campeões da Copa do Brasil seguem no páreo: os pentacampeões Cruzeiro e Grêmio, juntamente com os tricampeões Corinthians, Flamengo e Palmeiras, além de Santos e Vasco, donos de um título cada. Enquanto isso, Bahia, Chapecoense e Atlético Paranaense buscam pela conquista inédita.

As datas previstas para a disputa dos jogos das quartas-de-final são: 1º, 8, 15 e 29 de agosto. Antes, no dia 16 de julho, as últimas duas vagas serão preenchidas.

Confira os duelos de ida:

Corinthians (SP) x Chapecoense (SC)
Grêmio (RS) x Flamengo (RJ)
Bahia (BA) ou Vasco (RJ) x Palmeiras (SP)
Santos (SP) x Atlético (PR) ou Cruzeiro (MG)

Boa sorte aos participantes.

Por Jorge Almeida

Definidos os semifinalistas da Copa do Nordeste 2018

ABC, Bahia, Ceará ou Sampaio Corrêa: quem levará a “Lampions League”? Crédito: Divulgação

Com a partida disputada na noite desta quinta-feira (24) entre Vitória e Sampaio Corrêa, no Barradão, em Salvador, que terminou em um empate sem gols, a Copa do Nordeste 2018 já tem os seus semifinalistas definidos. De um lado, Sampaio Corrêa x ABC, e do outro, Ceará x Bahia. Os confrontos acontecerão nos dias 19 e 26 de junho, ou seja, durante a Copa do Mundo FIFA, na Rússia. Curiosamente, de todos os jogos da volta das quartas-de-final, apenas Santa Cruz x ABC que não ficou no 0 a 0 (vitória abecedista por 4 a 1).

Por ordem de data, digamos assim, o primeiro classificado para as semifinais da “Lampions League” foi o Bahia. O Tricolor de Aço venceu o Botafogo paraibano por 2 a 1, no Almeidão, em João Pessoa, e, no dia 3 de maio, segurou o empate em 0 a 0 no Pituaçu, em Salvador. Atual campeão, o Bahêa segue na busca do quarto título do torneio, sendo o segundo de forma consecutiva.

O adversário do Bahia será o Ceará. O Vozão foi o único dos semifinalistas que classificou-se com dois empates (avançou devido ao saldo de gols). O alvinegro empatou em 3 a 3 com o CRB no Rei Pelé, em Maceió, e, assim como o seu oponente na fase seguinte da Lampions League, empatou sem gols na Arena Castelão, em Fortaleza, na quarta-feira (23). Campeão do Nordestão em 2015, justamente contra o Bahia, o Ceará vai primeiro a Salvador fazer o jogo de ida e decidirá a vaga para a final em casa.

A outra semifinal terá um confronto entre dois clubes que nunca foram campeões da Copa do Nordeste. Um deles é o Sampaio Corrêa, que na noite desta quinta-feira, empatou em 0 a 0 com o Vitória no Barradão, em Salvador. Como havia levado a melhor no jogo de ida, em São Luís, com acachapantes 3 a 0, a Bolívia Querida se deu bem na capital baiana e não foi vazada graças a grande atuação do goleiro Andrey, que fechou o gol e ainda pegou um pênalti.

Enquanto isso, o ABC é o único dentre os quatro que seguem no certame que ganhou os dois jogos das quartas-de-final. Primeiro, o Elefante levou a melhor diante do Santa Cruz no Frasqueirão, com vitória por 1 a 0, e, na quarta-feira (23), nem o mais otimista torcedor abecedista poderia acreditar: o time potiguar calou o Arruda, jogou demais e goleou a Coral por 4 a 1, com gols de Felipe Guedes, Marcos Júnior, Higor Leite e Luan (o Santa descontou com Héricles). A atuação do ABC foi tão superior que fez com que a apaixonada torcida do Santa Cruz vaiasse o próprio time. O alvinegro terá o Sampaio Corrêa pela frente em duas partidas que acontecerão, possivelmente, no Castelão, em São Luís, e no Frasqueirão, em Natal. O ABC tem em sua história um vice-campeonato da Copa do Nordeste, em 2010, quando perdeu a final para o Vitória.

Com esses duelos nas semifinais, uma coisa é certa na atual edição da “Lampions League”: a final será inédita.

A seguir, as datas e os confrontos das semifinais da Copa do Nordeste.

Jogos de ida:
19/06 – Sampaio Corrêa (MA) x ABC (RN)
19/06 – Bahia (BA) x Ceará (CE)
Jogos de volta:
26/06 – ABC (RN) x Sampaio Corrêa (MA)
26;06 – Ceará (CE) x Bahia (BA)

Por Jorge Almeida

CBF sorteia os confrontos das oitavas-de-final da Copa do Brasil 2018

Copa do Brasil 2018: CBF sorteou os confrontos das oitavas-de-final. Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

* Atualizado às 20h de 26/04.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou na manhã desta sexta-feira (20), o sorteio que definiu os duelos das oitavas-de-final da Copa do Brasil 2018. Um dia após a definição das duas últimas vagas da quarta fase, a entidade promoveu o evento que determinou quem os cinco classificados da fase anterior pegará na sequência do torneio.

Com as presenças do tetracampeão mundial Zinho e de Melina Torres no sorteio, o método dos confrontos foi simples: as oito equipes que disputam (ou disputaram no caso da Chapecoense) a Libertadores 2018 estavam nas bolinhas do pote 1, enquanto os cinco clubes classificados da quarta fase da Copa do Brasil, além de América Mineiro (campeão do Brasileiro da Série B de 2017), Luverdense (campeão da Copa Verde 2017) e Bahia (campeão da Copa do Nordeste 2017) estavam no pote 2.

Primeiro, foi sorteado as seguintes equipes do pote 1 com a seguinte ordem: Chapecoense, Cruzeiro, Vasco, Grêmio, Corinthians, Palmeiras, Flamengo e Santos. Esses clubes enfrentarão respectivamente Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Bahia, Goiás, Vitória, América Mineiro, Ponte Preta e Luverdense.

As partidas serão disputadas nas seguintes datas: 25 de abril, dias 2, 9, 16 e 23 de maio. No caso, os clubes do pote 1 serão os mandantes dos jogos de volta.

No mesmo dia, porém, à tarde, a CBF definiu as datas de alguns dos duelos.

Na primeira data disponível para os jogos das oitavas-de-final, duas partidas: Goiás e Grêmio, no Serra Dourada, e Vitória e Corinthians, no Barradão. Os dois embates estão previstos para às 19h30 do dia 25 de abril. Porém, as datas das partidas de volta ainda não foram definidas pela CBF. Na semana seguinte, no dia 2 de maio, Ponte Preta e Flamengo medirão forças no Moisés Lucarelli, e Atlético Mineiro receberá a Chapecoense no Independência. Enquanto isso, Cruzeiro x Atlético Paranaense, Bahia x Vasco, Santos x Luverdense vão medir forças nos dias 9 e 16 de maio. Apenas América Mineiro e Palmeiras seguem com datas indefinidas para se enfrentarem.

Curiosamente, nos oitos confrontos, há o embate entre um clube que já ganhou a competição e o outro que busca a conquista inédita.

Nos próximos dias, a CBF confirmará as datas e os horários que ainda estão pendentes.

A seguir a relação dos confrontos e as datas das oitavas-de-final da Copa do Brasil 2018.

*Data – Horário – Jogo – Local:
25/04 – 19h30 – Goiás (GO) 0x2 Grêmio (RS) – Serra Dourada, Goiânia (GO)
25/04 – 19h30 – Vitória (BA) 0x0 Corinthians (SP) – Barradão, Salvador (BA)
02/05 – 19h30 – Atlético (MG) x Chapecoense (SC) – Independência, Belo Horizonte (MG)
02/05 – 19h30 – Ponte Preta (SP) x Flamengo (RJ) – Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
09/05 – 19h30 – América (MG) x Palmeiras (SP) – Independência, Belo Horizonte (MG)
09/05 – 19h30 – Grêmio (RS) x Goiás (GO) – Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
09/05 – 21h45 – Bahia (BA) x Vasco (RJ) – Fonte Nova, Salvador (BA)
10/05 – 19h30 – Corinthians (SP) x Vitória (BA) – Arena Corinthians, São Paulo (SP)
10/05 – 19h30 – Flamengo (RJ) x Ponte Preta (SP) – Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
10/05 – 21h45 – Santos (SP) x Luverdense (MT) – Vila Belmiro, Santos (SP)
16/05 – 19h30 – Chapecoense (SC) x Atlético (MG) – Arena Condá, Chapecó (SC)
16/05 – 19h30 – Vasco (RJ) x Bahia (BA) – São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
16/05 – 21h45 – Atlético (PR) x Cruzeiro (MG) – Arena da Baixada, Curitiba (PR)
17/05 – 19h15 – Luverdense (MT) x Santos (SP) – Passo das Emas, Lucas do Rio Verde (MT)
23/05 – 21h45 – Palmeiras (SP) x América (MG) – Allianz Parque, São Paulo (SP)
16/07 – 20h – Cruzeiro (MG) x Atlético (PR) – Mineirão, Belo Horizonte (MG)
* Atualizado às 20h de 26/04/2018

Por Jorge Almeida

Vai começar o Campeonato Brasileiro 2018

O troféu mais cobiçado do futebol brasileiro. Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Após a festa dos campeões estaduais pelo Brasil no último final de semana, neste final de semana, dias 14 e 15 de abril, começará mais uma edição do Campeonato Brasileiro da Série A, o popular Brasileirão. Do próximo sábado até o início de dezembro, 20 clubes de nove Estados iniciam a busca pelo título mais disputado do futebol pentacampeão do mundo ao longo de 38 rodadas. A fórmula de disputa é a mesma dos últimos anos: turno e returno por pontos corridos.

O BR-18 terá a participação de 15 dos 17 times que já sentiram o gostinho de ter sido campeão brasileiro (os outros dois são Coritiba e Guarani, que disputarão a Série B este ano). Os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro são os que têm mais representantes: quatro equipes, seguido de Minas Gerais, com três; Rio Grande do Sul, Paraná e Bahia, com dois; enquanto Santa Catarina, Pernambuco e Ceará com um time representado. As regiões Norte e Centro-Oeste não possuem clubes na principal divisão do futebol nacional.

De todos os campeões, o Atlético Mineiro é o dono da maior fila de espera: 47 anos – a última (e única) conquista atleticana foi no longínquo ano de 1971. E, desde então, com a atual denominação (Campeonato Brasileiro), apenas Cruzeiro, Flamengo, São Paulo e Santos nunca foram rebaixados para a Série B.

Amanhã, a bola rola com a realização de três partidas. Às 16h, o Cruzeiro receberá o Grêmio no Mineirão. Com as duas equipes na disputa da Taça Libertadores, pode ser que ao longo do Brasileirão ambos atuem em algumas partidas com times mistos ou totalmente reservas. A Raposa foi a última equipe campeã brasileira fora de São Paulo, em 2014. Já o Tricolor dos Pampas, detentor de dois Brasileiros, não vence o campeonato desde 1996.

No Barradão, também no sábado, mas às 19h, Vitória e Flamengo fazem e duelo rubronegro da rodada. O Leão nunca foi campeão brasileiro, o mais longe que conseguiu foi o vice-campeonato em 1993. Enquanto o Mengão é dono de cinco (ou seis) Brasileiros, sendo o último deles erguido em 2009.

Ainda no sábado, o Santos receberá o Ceará no Pacaembu. O Peixe, que conquistou o seu último campeonato em 2004, é detentor de oito troféus (contabilizando as Taças Brasil e Robertões reconhecidos pela CBF) da competição nacional. O Vozão, por sua vez, é uma das cinco equipes do certame que nunca sentiu o gostinho de ter sido campeão brasileiro.

No domingo, a rodada começa já às 11h com o atual campeão brasileiro da Série B, o América Mineiro, medindo forças com o Sport Recife, no Independência, em Belo Horizonte. O Coelho que, apesar de não ter nenhum brasileiro da primeira divisão, é dono de dois títulos da Série B, enquanto o Leão da Praça da Bandeira é o grande vencedor do BR-87, a contragosto de flamenguistas.

No mesmo dia, às 16h, três jogos envolvendo duelos de campeões brasileiros. Na Arena Corinthians, o atual campeão Corinthians encara justamente o adversário do “jogo do título” de 2017, o Fluminense. Enquanto o Timão, com seus sete brasileiros, é o maior campeão brasileiro da era dos pontos corridos, com quatro títulos, o Fluminense, dono de quatro taças, sendo duas erguidas nesta década, é o carioca mais vitorioso do Brasileirão no atual formato.

No Rio de Janeiro, em São Januário, Vasco e Atlético fazem o jogo de detentores de brasileiros que ainda não foram campeões na era dos pontos corridos. Com quatro taças na bagagem, o time cruzmaltino buscará os três pontos contra o Galo, que possui o seu único Brasileiro conquistado em 1971.

A terceira partida das 16h do domingo será protagonizada pelos finalistas do Campeonato Brasileiro de 1988: Internacional e Bahia, no Beira-Rio. Os dois clubes voltam à elite depois de terem disputado a Série B em 2017. O Colorado, que não é campeão brasileiro desde 1979, quando conquistou o torneio pela terceira vez e de forma invicta, façanha que ninguém conseguiu repetir, quer quebra o tabu de quase 40 anos sem o caneco e começa a caminhada diante do Tricolor de Aço, que comemora em 2018 os 30 anos de seu último Brasileiro.

A última partida do dia será realizada às 19h na Arena da Baixada, em Curitiba, entre Atlético Paranaense e Chapecoense. A torcida do Furacão, dono do título de 2001, espera um desempenho melhor de seu time em relação aos últimos anos, enquanto a Chape sonha em conseguir manter a sequência de permanência na primeira divisão.

Na segunda-feira, no Morumbi, São Paulo e Paraná Clube farão o duelo de tricolores da rodada. O clube paulista, que é o único a ter conquistado o Brasileirão por três anos consecutivos (2006, 2007 e 2008), espera sair da má fase com Diego Aguirre e terá como ponto de partida a equipe paranista que, embora não possua nenhum troféu da elite, é, assim como o América Mineiro, dono de duas Séries B.

E, finalmente, o Botafogo encara o Palmeiras, às 20h de segunda-feira, no Engenhão. Se por um lado, o Fogão, dentre os cariocas, é o que está há mais tempo sem ser campeão brasileiro (desde 1995), por outro lado, o alviverde, com o elenco milionário que possui, quer retomar a hegemonia – para a CBF, o Palmeiras é o maior campeão brasileiro, com nove troféus.

A seguir, a data e os horários dos jogos da primeira rodada do Brasileirão 2018.

Data – Horário – Jogo – Local:
14/04 – 16h – Cruzeiro x Grêmio – Mineirão, Belo Horizonte (MG)
14/04 – 19h – Vitória x Flamengo – Barradão, Salvador (BA)
14/04 – 21h – Santos x Ceará – Pacaembu, São Paulo (SP)
15/04 – 11h – América (MG) x Sport Recife – Independência, Belo Horizonte (MG)
15/04 – 16h – Corinthians x Fluminense – Arena Corinthians, São Paulo (SP)
15/04 – 16h – Vasco x Atlético (MG) – São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
15/04 – 16h – Internacional x Bahia – Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
15/04 – 19h – Atlético (PR) x Chapecoense – Arena da Baixada, Curitiba (PR)
16/04 – 20h – São Paulo x Paraná Clube – Morumbi, São Paulo (SP)
16/04 – 20h – Botafogo x Palmeiras – Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Boa sorte aos participantes.

Por Jorge Almeida