UEFA define os confrontos das oitavas da Champions 2017/2018

UEFA realizou o sorteio das oitavas-de-final da Champions League nesta segunda-feira (11) em sua sede. Créditos: Getty Images

A UEFA (União das Federações Europeias de Futebol) realizou nesta segunda-feira (11), em Nyon, na Suíça, o sorteio dos confrontos das oitavas-de-final da UEFA Champions League 2017/2018. As partidas de ida serão realizadas nos dias 13, 14, 20 e 21 de fevereiro, enquanto os compromissos de volta serão disputados nos dias 6, 7, 13 e 14 de março.

Dos oito duelos, destaques para dois: PSG x Real Madrid e Chelsea x Barcelona. Os soberanos espanhóis não terão vida fácil diante dos endinheirados franceses e ingleses. Chama atenção também ao confronto entre Juventus e Tottenham, um embate inédito entre italianos e ingleses.

Enquanto isso, na teoria, Manchester City e Bayern de Munique deram “sorte”. Os Citizens encaram os suíços do Basel e a equipe da Baviera enfrenta o dono da melhor campanha da fase de grupos, o surpreendente Beşiktaş.

Além dessas partidas, há outros três duelos interessantes: os dois últimos campeões da Liga Europa – Sevilla x Manchester United, Porto x Liverpool e Shakhtar Donetsk x Roma.

Apesar de ter mais tradição do que o Chelsea, o Barcelona leva desvantagem nos confrontos contra os Blues que, inclusive, levaram a melhor no confronto mais recente entre as equipes: vitória inglesa no agregado por 3 a 2 nas semifinais da edição de 2011/2012, com direito a Messi desperdiçando pênalti no segundo jogo.

Já o embate entre Paris Saint-Germain e Real Madrid terá um significado especial para o argentino Ángel Di Maria, que defendeu os Merengues por quatro temporadas e ainda foi o cara da final da edição 2014, quando o Real conquistou a tão sonhada “La Décima”.

Desde que o atual formato da competição foi introduzido, os vencedores dos grupos, ou seja, as equipes que farão a segunda partida das oitavas-de-final em casa, progrediram em 72,3% das oportunidades.

De acordo com o sorteio, o Juventus fará o primeiro duelo contra o Tottenham em Turim no dia 13 de fevereiro de 2018 e decidirá a sorte quase um mês depois no Estádio de Wembley, em Londres. Enquanto isso, o Basel receberá o Manchester City no St. Jakob-Park, na Basileia, no mesmo dia em relação ao confronto entre Juve e os Spurs. E irá até Etihad Stadium, em Manchester, buscar a classificação em 7 de março. Enquanto isso, o Porto contará com o apoio de sua fanática torcida para o primeiro embate diante do Liverpool no Estádio do Dragão em 14 de fevereiro, para buscar a vaga para as quartas-de-final em 6 de março no Anfield Road, na terra dos Beatles. E no mesmo 14 de fevereiro, um dos confrontos mais aguardados dessa fase: maior campeão do torneio, o Real Madrid medirá forças diante do milionário Paris Saint-Germain que, por sua vez, terá a missão de seguir adiante na competição no jogo de volta, no Parc des Princes, na capital francesa, no dia 6 de março.

Na semana seguinte à abertura das oitavas-de-final, no dia 20 de fevereiro, dois jogos: o Chelsea atuará em casa, no Stamford Bridge, contra o Barcelona. E, no Allianz Arena, o Bayern de Munique pegará o Beşiktaş. Enquanto isso, catalães e turcos receberão no Camp Nou e na Arena Vodafone, respectivamente, os seus adversários na última data das oitavas-de-final: 14 de março de 2018. O embate entre Sevilla e Manchester United acontecerá inicialmente no dia 21 de fevereiro do ano que vem no Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha. No mesmo momento, no Estádio Metalist, na Carcóvia, o Shakhtar Donetsk encarará a Roma. Posteriormente, em 13 de março, o Sevilla e o Shakhtar irão a dois templos do futebol europeu tentar êxito no torneio europeu: o Old Trafford, em Manchester, e o Estádio Olímpico, na capital da Bota.

Quem passar para as quartas-de-final, aguardará o sorteio dos confrontos dessa fase no dia 16 de março de 2018 na sede da UEFA. Os jogos serão disputados nos dias 3 e 4 de abril (duelos de ida) e 10 e 11 de abril de 2018 – jogos de volta. Dois dias depois da última data das quartas-de-final, no dia 13 de abril, será realizado um novo sorteio para a disputa das semifinais, que acontecerão nos dias 24 e 25 de abril (as partidas de ida) e em 1º e 2 de maio de 2018 (os jogos de volta).

A decisão da UEFA Champions League 2017/2018 está marcada para o dia 26 de maio de 2018 no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia.

A seguir, as datas e os confrontos das oitavas-de-final da competição.

Data – Jogo – Local:
Jogos de ida:
13/02/2018 – Juventus (ITA) x Tottenham (ING) – Juventus Stadium, Turim
13/02/2018 – Basel (SUÍ) x Manchester City (ING) – St. Jakob-Park, Basileia
14/02/2018 – Porto (POR) x Liverpool (ING) – Estádio do Dragão, Porto
14/02/2018 – Real Madrid (ESP) x Paris Saint-Germain (FRA) – Santiago Bernabéu, Madri
20/02/2018 – Chelsea (ING) x Barcelona (ESP) – Stamford Bridge, Londres
20/02/2018 – Bayern de Munique (ALE) x Beşiktaş (TUR) – Allianz Arena, Munique
21/02/2018 – Sevilla (ESP) x Manchester United (ING) – Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, Sevilha
21/02/2018 – Shakhtar Donetsk (UCR) x Roma (ITA) – Estádio Metalist, Carcóvia
Jogos de volta:
06/03/2018 – Paris Saint-Germain (FRA) x Real Madrid (ESP) – Parc des Princes, Paris
06/03/2018 – Liverpool (ING) x Porto (POR) – Anfield Road, Liverpool
07/03/2018 – Tottenham (ING) x Juventus (ITA) – Estádio de Wembley, Londres
07/03/2018 – Manchester City (ING) x Basel (SUÍ) – Etihad Stadium, Manchester
13/03/2018 – Manchester United (ING) x Sevilla (ESP) – Old Trafford, Manchester
13/03/2018 – Roma (ITA) x Shakhtar Donetsk (UCR) – Estádio Olímpico, Roma
14/03/2018 – Barcelona (ESP) x Chelsea (ING) – Camp Nou, Barcelona
14/03/2018 – Beşiktaş (TUR) x Bayern de Munique (ALE) – Arena Vodafone, Istambul

Boa sorte aos participantes.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Fim da fase de grupos da UEFA Champions League 2017/2018

Apenas 16 equipes seguem na luta na maior competição interclubes do mundo

Com a realização da última rodada dos grupos E, F, G e H disputada nesta quarta-feira (6), chegou ao fim a fase de grupos da UEFA Champions League 2017/2018. Na terça-feira, foram realizados oito partidas que ajudaram a definir os representantes dos grupos A, B, C e D. Conforme prevê o regulamento, os duelos das oitavas-de-final serão determinados através de sorteio que acontecerá na próxima segunda-feira (11) na sede da UEFA, em Nyon, na Suíça. Os terceiros colocados de cada grupo irão disputar a segunda fase da UEFA Europa League da atual temporada.

No grupo A, o Manchester United consolidou o favoritismo e terminou na liderança com 15 pontos. Os Reds Devils derrotaram os russos do CSKA por 2 a 1 nesta terça-feira (5). No outro jogo do grupo, o Benfica, mais uma vez, perdeu. Dessa vez o revés foi para o Basel no Estádio da Luz por 2 a 0. Com isso, os Encarnados terminaram com a pior campanha da fase de grupos, com nenhum ponto em seis partidas disputadas. O Basel seguirá junto com o United na competição. Enquanto isso, o CSKA vai para a Liga Europa.

Pelo grupo B, o PSG perdeu os 100% de aproveitamento ao ser derrotado no Allianz Arena, em Munique, para o Bayern por 3 a 1 na terça-feira (5). O resultado deixou as duas equipes na liderança do grupo, com 15 pontos cada, mas com o time francês no primeiro lugar devido ao maior saldo de gols. Enquanto isso, o Celtic foi surpreendido em casa pelo Anderlecht ao ser superado pelo placar de 1 a 0. A equipe belga fez os seus primeiros três pontos no torneio. Contudo, embora o clube escocês tenha os mesmos três pontos, ele terminou em terceiro lugar no grupo B e tentará a sorte na segunda competição de clubes mais importante do Velho Continente.

O equilibrado grupo C foi encerrado também na terça-feira (5). Com 11 pontos, Roma e Chelsea estarão nas oitavas-de-final da UEFA Champions League. Os Blues empataram em 1 a 1 com o Atlético de Madrid no Stamford Bridge. Já a Roma derrotou o já eliminado Qarabağ, do Azerbaijão, por 1 a 0. A vitória romanista foi o suficiente para os giallorosso ficarem no primeiro lugar do grupo. Os Colchoneros voltarão a disputar a Liga Europa.

O Barcelona, apesar de não ter os 100% de aproveitamento, manteve a invencibilidade e confirmou o seu favoritismo ao derrotar o Sporting no Camp Nou por 2 a 0 e confirmar o primeiro lugar do grupo D, com 14 pontos. O segundo lugar ficou com a Juventus, que foi até a Grécia para derrotar o Olympiacos por 2 a 0 e a Vecchia Signora foi aos 11 pontos. Com 7 pontos, o Sporting, terceiro colocado, disputará a outra competição europeia.

Hoje, foi a vez do grupo E ter a sua situação definida. Assim como o Barça, o também pentacampeão da Europa Liverpool, mantém a invencibilidade no torneio e, com 12 pontos, foi o campeão do grupo. Na última rodada, o time inglês não teve dó e mandou impiedosos 7 a 0 para cima do Spartak Moscou no Anfield Road. Apesar da goleada, o time russo ficou em terceiro lugar, com 6 pontos, e vai para a Liga Europa. O outro representante do grupo E na Champions será o Sevilla, que empatou em 1 a 1 com o já eliminado Maribor, no Stadion Ljudski vrt, na Eslovênia, e chegou aos nove pontos.

Com campanha semelhante ao seu arquirrival, com cinco vitórias e uma derrota, o Manchester City foi derrotado pelo Shakhtar Donetsk por 2 a 1 nesta quarta-feira (6), mas, apesar da derrota, a equipe de Pep Guardiola ficou com o primeiro lugar do grupo F com 15 pontos, seguido justamente pelo time ucraniano, que foi aos 12 pontos. Na outra partida do grupo, o Feyenoord levou a melhor diante do Napoli em casa por 2 a 1, porém, os italianos, com 6 pontos, ficaram em terceiro.

No grupo G, o surpreendente Beşiktaş, da Turquia, ficou com o primeiro lugar com 14 pontos e também mantém a invencibilidade. A equipe turca foi até a Red Bull Arena, em Leipzig, para vencer o RB Leipzig por 2 a 1. O resultado favoreceu o Porto, que deu um chocolate de 5 a 2 no Monaco, no Estádio do Dragão e foi a dez pontos. Dependendo de uma possível combinação de resultados, os dragões poderiam ter ficado em terceiro, mas o time português fez a sua parte e só dependeu de si para avançar.

E, pelo grupo H, o Tottenham fez mais uma vítima em Wembley. Os Spurs golearam o APOEL por 3 a 0 e foi aos 16 pontos e, até aqui, é o dono da melhor campanha do certame (cinco vitórias e um empate). E o Real Madrid, cotado como o grande favorito para ser o campeão do grupo, ficou com o segundo lugar, com 13 pontos. Mas os Merengues não tiveram a sua classificação ameaçada porque o Borussia Dortmund só fez míseros dois pontos em seis partidas. Aliás, o confronto entre os dois, disputado nesta quarta-feira, no Santiago Bernabéu, em Madri, terminou com a vitória do Real por 3 a 2. E, apesar da pontuação baixa, o Borussia vai para a Liga Europa por ter um saldo melhor (ou menos pior?) que o APOEL.

O sorteio para os confrontos das oitavas-de-final é bem simples. Para essa fase, não poderá ter confrontos de clubes do mesmo país e nem do mesmo grupo, o que limita bastante as possibilidades de confrontos. O Real Madrid, por exemplo, que ficou em segundo no grupo H, só não poderá pegar o Barcelona (por ser do mesmo país) e nem o Tottenham (do mesmo grupo). Já as chances de confrontos do Chelsea, vice-campeão do grupo C, são mais limitadas: os Blues necessariamente enfrentarão o Paris Saint-Germain, o Beşiktaş ou o Barcelona, uma vez que a Roma foi do mesmo grupo e os outros times, assim como o Chelsea, são ingleses.

Portanto, para o pote 1 estão garantidos os nomes de Manchester United, Paris Saint-Germain, Roma, Barcelona, Liverpool, Manchester City, Beşiktaş e Tottenham. E o pote terá os segundo colocados de cada grupo: Basel, Bayern de Munique, Chelsea, Juventus, Sevilla, Shakhtar Donetsk, Porto e Real Madrid.

E se classificaram para a UEFA Europa League: CSKA Moscou, Celtic, Atlético de Madrid, Sporting, Spartak Moscou, RB Leipzig, Napoli e Borussia Dortmund.

Aliás, a Inglaterra é o país que tem mais representantes a partir de agora na UEFA Champions League: 5 (Manchester United, Manchester City, Liverpool, Tottenham e Chelsea); a Espanha tem três (Barcelona, Real Madrid e Sevilla); a Itália tem dois (Roma e Juventus); e com um representante estão Portugal (Porto), Ucrânia (Shakhtar Donetsk), Turquia (Beşiktaş), França (Paris Saint-Germain), Alemanha (Bayern de Munique) e Suíça (Basel).

A seguir, os resultados da última rodada e a classificação final da fase de grupos.

Data – Jogo – Local:
05/12/2017 – Manchester United (ING) 2×1 CSKA Moscou (RÚS) – Old Trafford, Manchester
05/12/2017 – Benfica (POR) 0x2 Basel (SUÍ) – Estádio da Luz, Lisboa
05/12/2017 – Bayern de Munique (ALE) 3×1 Paris Saint-Germain (FRA) – Allianz Arena, Munique
05/12/2017 – Celtic (ESC) 0x1 Anderlecht (BÉL) – Celtic Park, Glasgow
05/12/2017 – Chelsea (ING) 1×1 Atlético de Madrid (ESP) – Stamford Bridge, Londres
05/12/2017 – Roma (ITÁ) 1×0 Qarabağ (AZE) – Estádio Olímpico, Roma
05/12/2017 – Barcelona (ESP) 2×0 Sporting (POR) – Camp Nou, Barcelona
05/12/2017 – Olympiacos (GRÉ) 0x2 Juventus (ITÁ) – Estádio Karaiskákis, Pireu
06/12/2017 – Maribor (ESL) 1×1 Sevilla (ESP) – Stadion Ljudski vrt, Maribor
06/12/2017 – Liverpool (ING) 7×0 Spartak Moscou (RÚS) – Anfield Road, Liverpool
06/12/2017 – Feyenoord (HOL) 2×1 Napoli (ITÁ) – Estádio De Kuip, Roterdã
06/12/2017 – Shakhtar Donetsk (UCR) 2×1 Manchester City (ING) – Estádio Metalist, Carcóvia
06/12/2017 – RB Leipzig (ALE) 1×2 Beşiktaş (TUR) – Red Bull Arena, Leipzig
06/12/2017 – Porto (POR) 5×2 Monaco (FRA) – Estádio do Dragão, Porto
06/12/2017 – Real Madrid (ESP) 3×2 Borussia Dortmund (ALE) – Estádio Santiago Bernabéu, Madri
06/12/2017 – Tottenham (ING) 3×0 APOEL (CHI) – Estádio de Wembley, Londres

Classificação:
Grupo A:
1. Manchester United (ING) – 15 pontos
2. Basel (SUÍ) – 12
3. CSKA Moscou – 9
4. Benfica (POR) – 0

Grupo B:
1. Paris Saint-Germain (FRA) – 15 pontos
2. Bayern de Munique (ALE) – 15
3. Celtic (ESC) – 3
4. Anderlecht (BÉL) – 3

Grupo C:
1. Roma (ITÁ) – 11 pontos
2. Chelsea (ING) – 11
3. Atlético de Madrid (ESP) – 7
4. Qarabağ (AZE) – 2

Grupo D:
1. Barcelona (ESP) – 14 pontos
2. Juventus (ITÁ) – 11
3. Sporting (POR) – 7
4. Olympiakos – 1

Grupo E:
1. Liverpool (ING) – 12 pontos
2. Sevilla (ESP) – 9
3. Spartak Moscou (RÚS) – 6
4. Maribor (ESL) – 3

Grupo F:
1. Manchester City (ING) – 15 pontos
2. Shakhtar Donetsk (UCR) – 12
3. Napoli (ITÁ) – 6
4. Feyenoord (HOL) – 3

Grupo G:
1. Beşiktaş (TUR) – 14 pontos
2. Porto (POR) – 10
3. RB Leipzig (ALE) – 7
4. Monaco (FRA) – 2

Grupo H:
1. Tottenham (ING) – 16 pontos
2. Real Madrid (ESP) – 13
3. Borussia Dortmund (ALE) – 2
4. APOEL (CHI) – 2

Parabéns a todos os classificados.

Por Jorge Almeida

UEFA definiu os confrontos das quartas-de-final da Champions

Confrontos das quartas-de-final da UEFA Champions League 2016/2017. Créditos: Getty Images

A UEFA realizou em sua sede, em Nyon, na Suíça, nesta sexta-feira (17), os confrontos válidos pelas quartas-de-final da UEFA Champions League 2016/2017. As partidas de ida serão realizadas nos dias 11 e 12 de abril e os jogos de volta acontecerão nos dias 18 e 19 do mesmo mês. Destaque para os confrontos entre Bayern de Munique e Real Madrid, e Juventus versus Barcelona.

O primeiro jogo do confronto entre Atlético de Madrid e Leicester City será realizado no Vicente Calderón, na capital espanhola, no dia 12 de abril. Enquanto a volta acontecerá seis dias depois no King Power Stadium, na Inglaterra. Na história, duas das três campanhas em competições europeias do Leicester foram encerradas em confrontos contra os Colchoneros. O time espanhol derrotou os Foxes na extinta Recopa Europeia de 1961/1962 por 3 a 1, e também levou a melhor em dois confrontos realizados pela Copa da UEFA (vitórias por 2 a 1 em casa e 2 a 0 fora) na temporada 1997/1998. Além disso, o clube espanhol nunca perdeu em casa para uma equipe inglesa – cinco vitórias e cinco empates.

Já Borussiva Dortmund e Mônaco nunca se enfrentaram em uma competição oficial. E esse promete ser um duelo de muitos gols, pelo menos é o que se espera, conforme a postura ofensiva imposta pelos treinadores dos dois times. O compromisso de ida será realizado na Alemanha no dia 11 de abril e a volta será em 19 de abril no Louis II. Na história, os alemães enfrentaram equipes francesas em competições oficiais em 16 ocasiões, com seis vitórias, cinco empates e cinco derrotas. Apenas um revés ocorrera em casa.

Talvez o confronto mais aguardado desta quartas-de-final: Bayern de Munique x Real Madrid. O duelo entre o criador e a criatura. Logo, de um lado, Carlo Ancelotti, campeão europeu com o Real Madrid na temporada 2013/2014, agora treinando os Bávaros, do outro, o seu ex-auxiliar na campanha vitoria dos Merengues há três temporadas, Zinedine Zidane. Além desse duelo particular no banco de reservas, o embate também marcará o encontro de Toni Kroos e Xabi Alonso contra os seus ex-clubes. As duas equipes já se enfrentaram 22 vezes em torneios continentais, sendo 11 triunfos do Bayern, nove do Real Madrid e dois empates. Destaque para as últimas três vitórias do clube espanhol, inclusive os impiedosos 4 a 0 em Munique pela Champions 2013/2014, que foi a maior derrota da equipe da Baviera sofrida em casa nos torneios do Velho Continente. Sinceramente, não há favoritos neste confronto. O jogo de ida será no dia 12 de abril na Allianz Arena, em Munique, enquanto a partida derradeira ocorrerá no dia 18 no Santiago Bernabéu.

E, finalmente, Juventus x Barcelona, que farão uma reedição da final da edição 2014/2015 vencida pelos catalães, em Berlim, por 3 a 1. A Juve faz a primeira partida em casa, no dia 11, e o Barcelona será o anfitrião do compromisso na semana seguinte, em 19 de abril. Este jogo marcará o regresso de Daniel Alves ao Camp Nou, por onde defendeu as cores azul e grená por oito temporadas e conquistou 23 títulos. Motivado pela classificação heroica diante do PSG nas oitavas, o Barcelona tem um leve favoritismo, mas é bom os blaugranas não vacilarem contra a Vecchia Signora, que tem uma defesa mais sólida e, tecnicamente, melhor que a do time francês.

Não custa reforçar: a final, que será em jogo único, acontecerá no próximo dia 3 de junho (sábado) no Millenium Stadium, em Cardiff, no País de Gales.

A seguir, as datas e os locais dos confrontos das quartas-de-final da UEFA Champions League.

Data – Confronto – Local
Ida:
11/04/2017 – Juventus (ITA) x Barcelona (ESP) – Juventus Stadium, Turim
11/04/2017 – Borussia Dortmund (ALE) x Mônaco (FRA) – Signal Iduna Park, Dortmund
12/04/2017 – Bayern de Munique (ALE) x Real Madrid (ESP) – Allianz Arena, Munique
12/04/2017 – Atlético de Madrid (ESP) x Leicester City (ING) – Vicente Calderón, Madri

Volta:
18/04/2017 – Leicester City (ING) x Atlético de Madrid (ESP) – King Power Stadium, Leicester
18/04/2017 – Real Madrid (ESP) x Bayern de Munique (ALE) – Santiago Bernabéu, Madri
19/04/2017 – Mônaco (FRA) x Borussia Dortmund (ALE) – Louis II, Mônaco
19/04/2017 – Barcelona (ESP) x Juventus (ITA) – Camp Nou, Barcelona

Por Jorge Almeida

Definidos os classificados para as quartas-de-final da UEFA Champions League 2016/2017

UEFA definirá os confrontos das quartas-de-final da UEFA Champions League na sexta-feira (15). Créditos: uefa.com

Os oito classificados para as quartas-de-final da UEFA Champions League 2016/2017 foram definidos nesta quarta-feira (15) ao término dos dois últimos confrontos das oitavas-de-final – Mônaco 2×0 Manchester City e Atlético de Madrid 0x0 Bayer Leverkusen. Dessa forma, seguem na competição três clubes espanhóis (Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madrid), um inglês (Leicester), dois alemães (Bayern de Munique e Borussia Dortmund), um italiano (Juventus) e um francês (Mônaco). Os confrontos da próxima fase serão definidos em um sorteio que será realizado às 8h (horário de Brasília) na sede da UEFA.

O Bayern de Munique foi na terça-feira (7) passada até Londres pegar o Arsenal com uma enorme vantagem. Depois de ter feito 5 a 1 na Allianz Arena, os bávaros repetiram o mesmo placar no Emirates Stadium, fazendo assim 10 a 2 no placar agregado. Essa foi a quarta vez que os Gunners caem nas oitavas-de-final para os alemães na Champions desde 2005.

Assim como a equipe da Baviera, no mesmo dia, o Real Madrid também avançou e repetiu o placar nos dois confrontos diante do Napoli. Depois de ter vencido o time napolitano em casa por 3 a 1, os Merengues fizeram 6 a 2 no agregado no time italiano e segue firme e forte na busca da 12ª taça da competição.

Outro representante alemão que segue no torneio é o Borussia Dortmund. Após perder o jogo de ida para o Benfica por 1 a 0, no Estádio da Luz, os aurinegros não tomaram conhecimento dos Encarnados e golearam o adversário por 4 a 0 no Signal Iduna Park. A partida foi disputada no dia 8 de março.

Dentre todos os classificados, o Barcelona era o que tinha a maior desvantagem. Depois de levar acachapantes 4 a 0 do Paris Saint-Germain no Parc des Princes, a equipe catalã precisava de um milagre para reverter a situação. Aliás, nunca na história da Liga dos Campeões, um clube conseguira reverter tamanha goleada. Contudo, em uma partida épica, o Barça atropelou o PSG com impiedosos 6 a 1, sendo que os últimos três gols saíram a dez minutos do fim da partida. Lembrando que o Barcelona fez dois gols de pênaltis e os franceses ainda tiveram o zagueiro Marquinhos expulso no segundo tempo.

Ontem (14) foi a vez da Juventus assegurar sua vaga para as quartas-de-final. A Vecchia Signora recebeu o Porto em casa e venceu por 1 a 0. Como derrotara o time português no primeiro jogo por 2 a 0, a Juve conseguiu uma classificação relativamente tranquila.

A grande sensação desta edição da Champions chegou pela primeira vez às quartas-de-final da competição. Atual campeão inglês, o Leicester deixou o Sevilla pelo caminho. Embora tenha perdido para o time de Jorge Sampaoli na ida por 2 a 1, o azarão inglês não se intimidou e derrotou o maior campeão da Liga Europa por 2 a 0 em seu estádio e seguem em busca do sonho.

O Mônaco será o representante francês nas quartas. O clube do principado derrotou o endinheirado Manchester City em casa por 3 a 1. Como havia perdido o jogo de ida no Etihad Stadium por 5 a 3, o time alvirrubro foi beneficiado pelos gols marcados na casa do adversário.

E, finalmente, o Atlético de Madrid segue na busca de sua inédita Champions. Os comandados de Diego Simeone empataram no Vicente Calderón com o Bayer Leverkusen em 0 a 0. Porém, como vencera o compromisso de ida por 4 a 2, os Colchoneros avançaram para a fase seguinte.

Os confrontos das quartas-de-final da competição europeia serão definidos após sorteio que acontecerá na próxima sexta-feira (17), às 9h (horário de Brasília), na sede da UEFA, em Nyon, na Suíça.

As partidas de ida das quartas-de-final serão realizadas nos dias 11 e 12 de abril e os jogos de volta acontecerão nos dias 18 e 19 de abril.

Parabéns aos classificados.

Por Jorge Almeida

Bayern de Munique: campeão alemão 2015/2016

Jogadores do Bayern de Munique comemoram o tetracampeonato fora de casa. Foto: Christof Stache/AFP
Jogadores do Bayern de Munique comemoram o tetracampeonato fora de casa. Foto: Christof Stache/AFP

Como já era de se esperar, o Bayern de Munique sagrou-se tetracampeão alemão neste sábado (7) com uma rodada de antecedência ao bater o Ingolstadt por 2 a 1 Audi Sportpark, em Ingolstadt, região da Baviera. Com dois gols do polonês Robert Lewandowski, artilheiro do certame com 29 gols até o momento, o time da Baviera conquista o tetracampeonato consecutivo da Bundesliga, feito inédito até então no futebol alemão. O título veio como prêmio de consolação para os bávaros após a terceira eliminação consecutiva na semifinal da UEFA Champions League, ocorrida na última semana para o Atlético de Madrid. O título pode ser o último de Pep Guardiola no comando da equipe, caso perca a final da Copa da Alemanha, que será disputada no próximo dia 21 de maio contra o Borussia Dortmund.

A primeira etapa começou com o time da casa tentando pressionar, mas sem efetividade na finalização, como na tentativa de Lezcano, aos cinco minutos, de entrar na área, ser desarmado e permitir a defesa de Neuer.

No entanto, aos 13, em um contragolpe puxado por Douglas Costa, que mandou a bola para Ribéry e o francês foi derrubado na área. Pênalti. Lewandowski cobrou rasteiro no canto de Ozcan e inaugura o placar. Aos 22 foi a vez de Douglas Costa perder uma excelente chance de ampliar ao brincar na frente do goleiro. Os anfitriões assustaram aos 29 com Lezcano, que mandou a bola para as redes foi flagrado em impedimento.

Depois de receber a primeira ameaça efetiva do adversário, o Bayern ampliou a vantagem aos 31 minutos através de seu artilheiro. Thiago encontrou uma brecha na defesa do Ingolstadt e enfiou para o polonês, que não desperdiçou e mandou para as redes: 2 a 0.

Embora estivesse com o controle do jogo, a equipe da Baviera deu uma relaxada e permitiu que o time da casa descontasse ainda na etapa inicial. Aos 41, Hatmann foi derrubado por Xabi Alonso dentro da área. Pênalti. Na cobrança, o próprio Hatmann converteu e descontou o marcador.

Na etapa complementar, as duas equipes não proporcionaram grandes emoções ao torcedor até aos 26 minutos, quando o periogoso Hatmann chegou mais uma vez na interdiária e mandou um chute rasteiro, mas a redonda passou à esquerda da meta de Neuer.

Com a situação amplamente favorável, o Bayern deixou a equipe da casa gostar do jogo e chegar mais ao setor ofensivo. Mesmo assim, o Ingolstadt só assustou os tetracampeões nos acréscimos. Aos 46, Lecke chegou pela direita e cruzou para Hinterseer mandou pela linha de fundo. Mesmo que o Bayern sofresse o empate, o título estava mais do que garantido. Afinal, para o título, a igualdade já bastava. Contudo, os bávaros foram beneficiados ainda pela derrota do vice-líder Borussia Dortmund para o Eintracht Frankfurt por 1 a 0.

Apesar da frustração da eliminação na Champions League, no campeonato alemão, a soberania do Bayern foi incontestável. Mesmo com a excelente campanha do Borussia Dortmund, os bávaros não tiveram a liderança ameaçada em nenhum momento na Bundesliga, embora os auri-negros conseguiram heroicamente que a equipe de Munique só conseguisse a Salva de Prata apenas na penúltima rodada. A campanha foi impecável: apenas duas derrotas em 33 partidas – revés para o Borussia Mönchengladbach, fora de casa, e 2 a 1 contra o Mainz 05, na Allianz Arena, em Munique. E, sem deixar de destacar que, ao longo da competição, o Bayern perdeu peças importantes ao longo da campanha por conta de lesões Jérome Boateng, Franck Ribéry e Arjen Robben.

A conquista de quatro campeonatos alemães consecutivos é um feito inédito. Antes disso, o máximo que um clube havia conseguido na Alemanha foram três tricampeonatos: dois pelo próprio Bayern: de 1972 a 1974 e de 1985 a 1987 e o outro pelo Borussia Mönchengladbach, de 1975 a 1977.

Título mais que merecido.

Mas, como o campeonato ainda não acabou, a competição ainda terá a continuidade da rodada e a disputa da 34ª e última rodada no próximo final de semana. Além do campeão Bayern e do vice Borussia, o terceiro colocado da Bundesliga, o Bayer Leverkusen, estão garantidos na próxima UEFA Champions League. No entanto, quatro equipes lutam pela última vaga para a principal competição europeia, bem como as duas outras vagas para a Liga Europa: o Borussia Mönchengladbach, que só depende das próprias forças para ficar com a última vaga para a Champions, enquanto Schalke 04, Mainz 05 e Herta Berlin lutam para preencher as vagas para disputarem uma das duas competições europeias. Na parte debaixo da tabela, Hoffenheim, Eintracht Frankfurt, Werder Bremen e Stuttgart lutam para não ter de disputar o “playoff” da permanência e o Hannover 96 é o primeiro rebaixado do futebol alemão com apenas 25 pontos.

A seguir, o resumo da campanha do campeão, a classificação atual do Campeonato Alemão e a ficha técnica do jogo que deu ao Bayern de Munique, o seu 26º título alemão.

14/08/2015 – Bayern 5×0 Hamburgo – Allianz Arena, Munique
22/08/2015 – Hoffenheim 1×2 Bayern – Rhein-Neckar-Arena, Sinsheim
29/08/2015 – Bayern 3×0 Bayer Leverkusen – Allianz Arena, Munique
12/09/2015 – Bayern 2×1 Augsburg – Allianz Arena, Munique
18/09/2015 – Darmstadt 98 0x3 Bayern – Merck-Stadion am Böllenfalltor, Darmstadt
22/09/2015 – Bayern 5×1 Wolfsburg – Allianz Arena, Munique
26/09/2015 – Mainz 0x3 Bayern – Coface Arena, Mainz
04/10/2015 – Bayern 5×1 Borussia Dortmund – Allianz Arena, Munique
17/10/2015 – Werder Bremen 0x1 Bayern – Weserstadion, Bremen
24/10/2015 – Bayern 4×0 Köln – Allianz Arena, Munique
30/10/2015 – Eintracht Frankfurt 0x0 Bayern – Commerszbank-Arena, Frankfurt
07/11/2015 – Bayern 4×0 Stuttgart – Allianz Arena, Munique
21/11/2015 – Schalke 04 1×3 Bayern – Veltins-Arena, Gelsenkirchen
28/11/2015 – Bayern 2×0 Hertha Berlin – Allianz Arena, Munique
06/12/2015 – Borussia Mönchengladbach 3×1 Bayern – Borussia-Park, Mönchengladbach
12/12/2015 – Bayern 2×0 Ingolstadt – Allianz Arena, Munique
19/12/2015 – Hannover 96 0x1 Bayern – AWD-Arena, Hanôver
22/01/2016 – Hertha Berlim 1×2 Bayern – Estádio Olímpico, Berlim
31/01/2016 – Bayern 2×0 Hoffenheim – Allianz Arena, Munique
06/02/2016 – Bayer Leverkusen 0x0 Bayern – BayArena, Leverkusen
14/02/2016 – Augsburg 1×3 Bayern – SLG Arena, Augsburg
20/02/2016 – Bayern 3×1 Darmstadt – Allianz Arena, Munique
27/02/2016 – Wolfsburg 0x2 Bayern – Volks Arena, Wolfsburg
02/03/2016 – Bayern 1×2 Mainz 05 – Allianz Arena, Munique
06/03/2016 – Borussia Dortmund 0x0 Bayern – Signal Iduna Park, Dortmund
12/03/2016 – Bayern 5×0 Werder Bremen – Allianz Arena, Munique
19/03/2016 – Köln 0x1 Bayern – RheinEnergieStadium, Colônia
02/04/2016 – Bayern 1×0 Eintracht Frankfurt – Allianz Arena, Munique
09/04/2016 – Stuttgart 1×3 Bayern – Mercedez-Benz Arena, Stuttgart
15/04/2016 – Bayern 3×0 Schalke 04 – Allianz Arena, Munique
23/04/2016 – Hertha Berlim 0x2 Bayern – Estádio Olímpico, Berlim
30/04/2016 – Bayern 1×1 Mönchengladbach – Allianz Arena, Munique
07/05/2016 – Ingolstadt 1×2 Bayern – Audi-Sportpark, Indolstadt
14/05/2016* – Bayern x Hannover 96 – Allianz Arena, Munique

Equipe – Pontos:
1. Bayern de Munique – 85 pontos
2. Borussia Dortmund – 77
3. Bayer Leverkusen – 57
4. Borussia Mönchengladbach – 52
5. Mainz 05 – 49
6. Hertha Berlim – 49
7. Schalke 04 – 49
8. Wolfsburg – 42
9. Köln – 42
10. Ingolstadt – 40
11. Augsburg – 38
12. Hamburgo – 38
13. Darmstadt – 38
14. Hoffenheim – 37
15. Eintracht Frankfurt – 36
16. Werder Bremen – 35
17. Stuttgart – 33
18. Hannover 96 – 25

FICHA TÉCNICA: INGOLSTADT 1×2 BAYERN DE MUNIQUE
Competição/fase: Campeonato Alemão 2015/2016 – 33ª rodada
Local: Estádio Audi-Sportpark, Indolstadt, Alemanha
Data: 7 de maio de 2016, sábado, 10h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Florian Meyer (ALE)
Cartões Amarelos: Lex e Leckie (Ingolstadt); Benatia, Müller, Lewandowski (Bayern)
Gols: Lewandowski, aos 15 (pênalti) e aos 32 min do 1º tempo (0-2); e Hartmann, aos 42 (pênalti) do 1º tempo (1-2)
INGOLSTADT: 1.Özcan; 21.Danny da Costa, 5.Hübner, 34.Matip e 29.Suttner; 8.Roger, 10.Groß e 36.Cohen (6.Morales). 9.Hartmann (16.Hintersser), 37.Lezcano (14.Lex) e Leckie. Técnico: Ralph Hasenhüttl
BAYERN DE MUNIQUE: 1.Neuer; 21.Lahm, 27.Alaba, 8.Javi Martínez e 32.Kimmich; 6.Thiago Alcântara (20.Rode), 14.Xabi Alonso (5.Benatia) e 25.Thomas Müller; 7.Ribéry (13.Rafinha), 11.Douglas Costa e 9.Lewandowski. Técnico: Pep Guardiola

* Jogo a ser realizado.

Parabéns ao Fußball-Club Bayern München pelo título.

Por Jorge Almeida

Wolfsburg bate Bayern nos pênaltis e leva Supercopa da Alemanha

Jogadores do Wolfsburg comemoram o título da Supercopa da Alemanha: estaria surgindo um postulante para acabar com a hegemonia do Bayern na Bundesliga? Foto: AFP
Jogadores do Wolfsburg comemoram o título da Supercopa da Alemanha: estaria surgindo um postulante para acabar com a hegemonia do Bayern na Bundesliga? Foto: AFP

A temporada 2015/2016 começou oficialmente para o futebol alemão neste sábado (1º) com a decisão da Supercopa da Alemanha, que pôs frente a frente o atual campeão alemão, Bayern de Munique, diante do último vencedor da Copa da Alemanha, o Wolfsburg. A partida terminou empatada em 1 a 1 no tempo normal, com gols de Robben, para a equipe da Baviera, enquanto Brendtner empatou aos 44 minutos do segundo tempo para os Lobos. Com isso, o campeão sairia na disputa por pênaltis. Dessa forma, o Wolfsburg levou a melhor depois de fazer 5 a 4 nos tiros penais. O espanhol Xabi Alonso, do Bayern, desperdiçou a sua cobrança. Assim, Pep Guardiola permanece no jejum de título da Supercopa – o treinador perdeu as três que disputou como treinador dos bávaros.

O jogo prometia ser equilibrado. E foi. Mas, como já era de se esperar, o Bayern de Munique tomou a iniciativa e tratou de tomar conta da posse da bola. E, obviamente, criou a primeira grande oportunidade logo aos oito minutos. Na cobrança de escanteio pela direito, a bola foi alçada na área e sobrou para Boateng na segunda trave, que chutou, mas a redonda acertou o travessão. O Wolfsburg deu o troco poucos minutos depois, aos 11, com Vieirinha, que recebeu pela direita e soltou a bomba. A bola passou próximo da forquilha de Neuer.

Aos 24, após cobrança de escanteio, Perisic aproveitou o escanteio cobrado por Rodríguez para cabecear e a esférica passou raspando na trave. Três minutos depois, Lewandowski foi acionado, avançou pela direita e tocou para Douglas Costa, mas o brasileiro em vez de chegar batendo, optou em devolver para o polonês, que já estava com Naldo no encalce e interceptou o passe. O lance causou uma insatisfação em Thomas Müller, que reclamou que o camisa 11 deveria ter finalizado em vez de tentar o passe. Uma grande chance desperdiçada.

Os Lobos ofereceram perigo aos 31 quando Banatia tentou desviar e quase fez um gol contra, o que obrigou a Neuer fazer a defesa e a zaga isolar a bola. A partida deu uma esfriada depois desse lance. Até que aos 41, Naldo lançou De Bruyne, fintou o goleiro bávaro com a cabeça e, na hora da finalização, mandou para fora com o gol vazio.

A etapa complementar mal começara e o placar saíra do zero. Aos quatro minutos, Douglas Costa recebeu belo lançamento pela esquerda, foi para a linha de fundo e cruzou forte. O goleiro Casteels não segurou e Robben chutou forte para por o Bayern de Munique na frente.

A partir desse momento, o jogo não apresentou tantas oportunidades de gol como na primeira etapa. Apenas umas ocasiões burocráticas do Wolfsburg que barraram na segurança de Neuer. Assim, o técnico Dieter Hecking promoveu as entradas dos atacantes Schürlle, Bendtner e Kruse. Enquanto isso pelo lado da equipe da Baviera, o principal reforço da temporada, o chileno Arturo Vidal, fazia a sua estreia ao entrar no lugar de Thiago Alcántara.

E quando tudo parecia definido, o belga da camisa 14 do Wolfsburg resolveu aprontar novamente. Aos 44, De Bruyne avançou pela direita e cruzou para Bendtner completar para as redes e igualar o marcador na Volkswagen Arena. Sem muitos acréscimos – apenas dois minutos – a decisão da Supercopa da Alemanha foi para os pênaltis.

Nos tiros penais, todos os batedores do Wolfsburg (Rodríguez, De Bruyne, Schurlle, Kruse e Bendtner) converteram suas cobranças. Pelo Bayern, Vidal, Robben, Lahm e Douglas Costa acertaram, mas Xabi Alonso parou nos pés de Casteels, que defendeu a penalidade do ex-jogador do Real Madrid.

Assim, o início da temporada 2015/2016 começa com sabor amargo para o atual tricampeão alemão. O Bayern de Munique volta a campo na próxima terça-feira quando disputará um amistoso contra o Milan e faz a sua estreia na Copa da Alemanha diante do Nottingen no domingo (9), às 11h. Já o Wolfsburg, depois de comemorar o título, entra em campo no sábado que vem, também pela Copa da Alemanha, quando medirá forças contra o Stuttgarter Kickers fora de casa.

A seguir, a ficha técnica da decisão.

FICHA TÉCNICA: BAYERN MUNICH (4)1×1(5) WOLFSBURG
Competição/fase: Supercopa da Alemanha 2015 (jogo único)
Local: Arena Volkswagen, Wolfsburg, Alemanha
Data: 1º de agosto de 2015 – sábado – 15h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Marco Fritza
Cartões Amarelos: Guivalogui, Naldo e Perisic (Wolfsburg); Douglas Costa e Vidal (Bayern)
Gols: Robben, aos 4 min do 2º tempo; Bendtner, aos 44 min do 2º tempo
Pênaltis: Vidal, Robben, Lahm e Douglas Costa converteram; Xabi Alonso desperdiçou (Bayern); Rodríguez, De Bruyne, Schürlle, Kruse e Bendtner converteram (Wolfsburg)
BAYERN DE MUNIQUE: 1.Neuer; 5.Benatia, 17.Boateng e 27.Alaba; 14.Xabi Alonso, 6.Thiago Alcántara (23.Vidal), 21.Lahm e 11.Douglas Costa; 25.Müller (19.Götze), 10.Robben e 9.Lewandowski (13.Rafinha). Técnico: Pep Guardiola
WOLFSBURG: 28.Casteels; 8.Vieirinha, 25.Naldo, 5.Klose e 34.Rodríguez; 23.Guilavogui, 27.Arnold, 7.Caligiuri (17.Schürlle), 9.Perisic (9.Kruse) e 14.De Bruyne; 12.Dost (3.Bendtner). Técnico: Dieter Hecking

Parabéns ao VfL Wolfsburg pelo título.

Por Jorge Almeida

UEFA define confronto das quartas da Champions e Europa League

UEFA realizou os sorteios dos confrontos das quartas-de-final da Champions e Europa League nesta sexta. Créditos: Getty Images
UEFA realizou os sorteios dos confrontos das quartas-de-final da Champions e Europa League nesta sexta. Créditos: Getty Images

Nesta sexta-feira (21), a UEFA realizou os sorteios que definiram os confrontos de suas duas principais competições interclubes. Primeiro, por volta das 9h (horário de Brasília), houve o sorteio dos duelos da UEFA Champions League. Poucos minutos depois, foi a vez do chaveamento das quartas-de-final da UEFA Europa League ser definida.

Pela UEFA Champions League, haverá reedições de confrontos memoráveis em temporadas passadas do certame. Para se ter uma ideia, o mais esperado embate dessa fase será “apenas” a reedição da última final do torneio. Atlético de Madrid e Real Madrid medirão forças em duas partidas que prometem. Os Colchoneros terão a oportunidade de vingar a derrota da última Champions quando perdeu para o rival por 4 a 1 quando o deixou escapar o título inédito ao sofrer o empate nos acréscimos do tempo normal. O primeiro jogo será no Vicente Calderón e o segundo será no Santiago Bernabéu.

Outro confronto que promete será entre Paris Saint-Germain e Barcelona. As duas equipes já se enfrentaram na fase de grupos da atual edição, com uma vitória para cada, e também na temporada 2012-13 quando o time catalão levou a melhor depois de dois empates (os gols fora de casa favoreceram o Barça na ocasião). A partida de ida será em Paris e os franceses não terão o ídolo Ibrahimovic (suspenso), enquanto isso, pelo mesmo motivo, os catalães não terão Daniel Alves e Verratti.

A reedição da final da Champions 1986-87 será revivida nessa quartas-de-final através do embate entre o poderoso Bayern de Munique e Porto. A equipe portuguesa, que levara a melhor na decisão diante da equipe da Baviera há quase 30 anos, fará o primeiro jogo em casa, no Estádio do Dragão, no dia 15 de abril.

E, finalmente, o Mônaco, que é considerada a equipe mais fraca (ou menos forte) dentre as oito medirá forças com a tradicional Juventus. Os dois times já fizeram uma semifinal da competição na temporada 1996-97 e a Velha Senhora levou a melhor ao bater o time do Principado por  4 a 1 em Turim após ter perdido por 3 a 2 na casa do rival.

Os jogos de ida das quartas-de-final da UEFA Champions League acontecerão nos dias 14 e 15 de abril.

Já no sorteio da UEFA Europa League propiciou para que, já nas quartas-de-final, ocorra o que podemos considerar como “final antecipada”: Sevilla x Zenit e Wolfsburg x Napoli.

Atual campeã da competição, o time de Andaluzia terá páreo duro pela frente nos confrontos contra o Zenit, do brasileiro Hulk, líder do campeonato russo. Se vencer o torneio mais uma vez, assim como foi em 2005-06, 2006-07 e 2013-14, o Sevilla será o maior vencedor do torneio e deixará para trás Internazionale, Juventus e Liverpool, equipes detentoras de três troféus do torneio. Enquanto isso, o time russo está na busca do segundo título, uma vez que conquistara a Copa da UEFA de 2007-2008.

O outro confronto interessante será protagonizado entre o Wolfsburg, vice-líder da Bundesliga, contra o perigoso Napoli. O jogo de ida será realizado na Alemanha no dia 16 de abril.

Embora não tenham a mesma notoriedade em relação aos dois duelos citados acima, os ucranianos Dynamo de Kiev e Dnipro prometem complicar a vida dos italianos da Fiorentina e dos belgas do Brugge, respectivamente.

Vale destacar que, por conta da crise política e militar entre Rússia e Ucrânia, o sorteio para os duelos da UEFA Europa Ligue apresentou uma trava: os clubes dos dois países estão impedidos de se enfrentar. Dessa forma, o Zenit não poderia duelar com o Dynamo e nem o Dnipro.

As partidas das quartas-de-final da UEFA Europa League serão disputadas nos dias 16 e 23 de abril. Alías, é bom registrar que a edição desse ano ganhou mais relevância: o campeão garantirá vaga na próxima UEFA Champions League.

Confira como ficaram os duelos das duas competições do Velho Continente.

UEFA Champions League:
– Dia 14/04/2015:
Juventus (ITA) x Monaco (FRA)
Atlético de Madrid (ESP) x Real Madrid (ESP)
– Dia 15/04/2015:
Porto (POR) x Bayern de Munique (ALE)
Paris Saint-Germain (FRA) x Barcelona (ESP)

UEFA Europa League* (todos os jogos serão dia 16/04):
Sevilla (ESP) x Zenit (RUS)
Dnipro (UCR) x Brugge (BEL)
Dynamo Kiev (UCR) x Fiorentina (ITA)
Wolfsburg (ALE) x Napoli (ITA)

* Equipes da direita serão mandantes dos jogos de volta.

Por Jorge Almeida