UEFA sorteou os duelos das semifinais da Champions e Liga Europa

Sorteios dos confrontos das semifinais da Champions e Liga Europa fo foram realizados na sede da UEFA. Créditos: Getty Images

Nesta sexta-feira (21), a UEFA realizou em sua sede, em Nyon, na Suíça, os sorteios dos confrontos das semifinais de suas duas principais competições interclubes: UEFA Champions League e UEFA Europa League. As duas competições terão, respectivamente, suas finais realizadas em Cardiff, no País de Gales, e Estocolmo, na Suécia.

Pela principal competição da entidade, as semifinais foram definidas entre Real Madrid x Atlético de Madrid de um lado, e Monaco x Juventus do outro.

Os rivais da capital espanhola se enfrentam em dois duelos em clima de revanche para os Colchoneros. Afinal, os dois fazem uma reedição da final da última temporada, que foi vencida pelos Merengues nos pênaltis. Aliás, na história da competição, o Real Madrid levou a melhor diante do rival em outras três ocasiões: nas semifinais da edição de 1958/59, a final da temporada 2013/14 e eliminou o adversário nas quartas-de-final no biênio 2014/15. Na atual temporada, pela Liga Espanhola, as equipes de Zinedine Zidane e de Diego Simeone se enfrentaram duas vezes, com vitória de 3 a 0 dos comandados do técnico francês e um empate em 1 a 1 no Santiago Bernabéu. Os dois confrontos serão realizados nos dias 2 e 10 de maio, sendo o primeiro na casa do Real e o segundo no Vicente Calderón, logo, ambos em Madri.

A outra semifinal será entre Monaco e Juventus. Na história, os dois clubes se enfrentaram nas semifinais da temporada 1997/98 e nas quartas-de-final de 2014/15 e, em ambas, a Vecchia Signora levou a melhor. Na primeira, a Juve derrotou a equipe do Principado por 4 a 1 na ida e perdeu por 3 a 2 na volta. Mas, na final, os bianconeros foram derrotados pelo Real Madrid por 1 a 0, com gol de Mijatović. E o outro confronto, válido pelas quartas-de-finais, a Juventus se classificou ao vencer o Monaco por 1 a 0 no primeiro jogo (gol de Arturo Vidal, atualmente no Bayern de Munique, cobrando pênalti) e o duelo de volta terminou em 0 a 0. Agora, os confrontos ocorrerão em 3 e 9 de maio, sendo a ida no Stade Louis III, em Mônaco, e a volta no Juventus Stadium.

No sorteio da outra competição da UEFA ficou determinado que Ajax e Lyon farão uma das semifinais enquanto Celta de Vigo e Manchester United medirão forças na outra semi.

Holandeses e franceses já fizeram quatro jogos entre si, mas todos válidos pela fase de grupo da UEFA Champions League. O Ajax venceu os dois jogos feitos na temporada 2002/03 – 2 a 1 em casa e 2 a 0 fora – e, em 2011/12, os dois times empataram em 0 a 0 em dois compromissos. Os embates serão realizados nos dias 3 e 11 de maio.

Enquanto isso, Celta de Vigo e Manchester United nunca se enfrentaram em competições de clubes da UEFA. O desempenho do clube espanhol contra ingleses é de cinco vitórias e quatro derrotas, sendo que perderam os últimos três jogos contra equipes da terra da rainha. Já o desempenho dos Diabos Vermelhos diante de espanhóis, em 47 jogos, é de 12 vitórias, 16 derrotas e 19 empates. O atacante do Celta, Giuseppe Rossi, defendeu as cores do clube do Old Trafford de 2004 a 2007. As duas equipes farão os confrontos que, até então eram inéditos, nos dias 4 e 11 de maio.

A decisão da UEFA Champions League ocorrerá no dia 3 de junho no National Stadium Of Wales, em Cardiff, no País de Gales, enquanto a final da UEFA Europa League, por sua vez, será realizada no Friends Arena, em Estocolmo, na Suécia, no próximo dia 24 de maio.

E que tenhamos excelentes jogos em ambas semifinais.

Por Jorge Almeida

Definição dos confrontos das quartas da Liga Europa

UEFA realizou o sorteio dos confrontos das quartas-de-final da UEFA Europa League 2016/2017. Créditos: Getty Images

Poucos minutos após o término do sorteio dos confrontos válidos pelas quartas-de-final da UEFA Champions League, a UEFA realizou nesta sexta (17) o sorteamento de sua segunda competição interclubes mais importante: a UEFA Europa League. Os jogos de ida acontecerão no dia 13 de abril e os de volta na semana seguinte, no dia 20. Destaque para os embates entre Anderlecht e Manchester United, e Ajax versus Schalke 04.

O Anderlecht começará a sua participação nas quartas-de-final da Liga Europa recebendo em casa o Manchester United e tentará sua sorte no Old Trafford no jogo de volta. Os Paars-wit venceu três e perdeu outras três partidas contra os Diabos Vermelhos em sua história, incluindo aí os acachapantes 10 a 0 para os Reds Devils na temporada 1956/1957. Além disso, o principal reforço dos ingleses, o sueco Zlatan Ibrahimović, quando encarou a equipe belga da última vez, marcou quatro gols defendendo as cores do PSG na fase de grupos da UEFA Champions League de 2013/2014. Outra estatística que pesa para o Anderlecht é que ele nunca vencera as 15 partidas que fizera na Inglaterra em competições europeias, acumulando treze derrotas e dois empates. E a última vez que o United enfrentou um clube belga aconteceu nos play-offs da Champions de 2051/2016. Na ocasião, o time de Old Trafford bateu o Brugge por 7 a 1. Pela camisa, pelo elenco e pelo dinheiro, o Manchester United é o favorito no confronto.

Celta de Vigo e Genk medirão forças primeiramente em Vigo, e depois na Bélgica. Em seu currículo de participação em torneios europeus, os Célticos só enfrentaram um clube belga, que foi o Brugge em 2003/2004 e os dois duelos, válidos pela fase de grupo da Champions, terminaram empatados. Já o Genk, em seu confronto contra espanhóis, perdera por 5 a 3 para o Athletic de Bilbao pela fase de grupos da UEFA Europa League.

Dos embates nesta fase da competição, o duelo entre Ajax e Schalke 04 é o único que tem dois vencedores do torneio em edição anteriores. Os holandeses levaram o caneco em 1991/1992 e os alemães em 1996/1997. Defendendo agora os Azuis Reais, o atacante Klaas-Jan Huntelaar, defendeu o Ajax por três temporadas (entre 2006 e 2009) marcando mais de 100 gols. E da última vez que os Goldenzonen enfrentaram um clube alemão foi diante do Borussia Dortmund, pela fase de grupos da Champions 2012/2013, que terminou com vitória dos aurinegros por 4 a 1. Contudo, apesar disso, o retrospecto dos holandeses em casa contra os germânicos é favorável: 12 vitórias em 14 jogos.

E o Lyon receberá o Besiktas no duelo de ida dessa quartas-de-final e irá tentar buscar a sua classificação na Turquia. Curiosamente, as duas equipes nunca se enfrentaram em um jogo oficial. O Lyon não duela contra times turcos desde a fase de grupos da Champions League de 2004/2005. Naquela ocasião, o time francês bateu o Fenerbahçe duas vezes: 3 a 1 em Istambul e 4 a 2 em casa. Já o Besiktas, por sua vez, está invicto contra clubes franceses em seu território – duas vitórias e um empate -, mas perderam todos os três jogos que fez em viagens à França.

A final da UEFA Europa League será disputada em 24 de maio de 2017, na Friends Arena, em Solna, Estocolmo, na Suécia.

A seguir, as datas e os locais dos confrontos das quartas-de-final da UEFA Europa League.

Data – Confronto – Local:
Ida:
13/04/2017 – Anderlecht (BÉL) x Manchester United (ING) – Constant Vanden Slock Stadium, Anderlecht
13/04/2017 – Celta de Vigo (ESP) x Genk (BÉL) – Balaídos, Vigo
13/04/2017 – Ajax (HOL) x Schalke 04 – Amsterdam Arena, Amsterdã
13/04/2017 – Lyon (FRA) x Besiktas (TUR) – Parc Oympique Lyonnais, Décines-Charpieu

Volta:
20/04/2017 – Manchester United (ING) x Anderlecht (BÉL) – Old Trafford, Manchester
20/04/2017 – Genk (BÉL) x Celta de Vigo (ESP) – Luminus Arena, Genk
20/04/2017 – Schalke 04 (ALE) x Ajax (HOL) – Veltins-Arena, Gelsenkirchen
20/04/2017 – Besiktas (TUR) x Lyon (FRA) – Vodafone Arena, Istambul

Por Jorge Almeida

Sevilla: campeão da UEFA Europa League 2015/2016

Jogadores do Sevilla comemoram o título da UEFA Europa League. Foto: Michael Steele/Getty Images
Jogadores do Sevilla comemoram o título da UEFA Europa League. Foto: Michael Steele/Getty Images

Pela quinta vez em sua história, o Sevilla é campeão da UEFA Europa League ao bater, de virada, o Liverpool por 3 a 1 no St. Jakob-Park, na Basileia, Suíça, nesta quarta-feira (18). O destaque da decisão foi o lateral-direito que atuou como meio campista Coke, autor de dois gols. Os ingleses abriram o placar com Sturridge no primeiro tempo, mas os tentos de Gameiro e os dois do já citado Coke, garantiram o caneco para a equipe de Andaluzia, que faturou três vezes consecutiva o torneio.

A final começou muito faltosa, que fez com que os primeiros minutos fossem constantemente interrompidos para a marcação das faltas. Mas, aos dez minutos, a primeira chance foi do Liverpool. A bola foi alçada na área, Sturridge desviou de cabeça e Carriço salvou o Sevilla. No lance seguinte, Clyne, em ataque pela direita, cruzou rasteiro para a intermediária, e Can emendou de primeira para Soria espalmar.

A partida seguiu corrida e movimentada, mas com poucas chances de gol. E o Sevilla insistiu pelas laterais para apostar nos cruzamentos. Aos 19, um lance polêmico. Firmino driblou na área, a redonda bateu no braço de Carriço. Os ingleses pediram pênalti, mas a arbitragem ignorou o lance. Cinco minutos após o lance polêmico, Sturridge recebeu na área e chutou cruzado, mas Soria fechou bem o ângulo e evitou o primeiro gol da decisão.

Aos 29, Lallana conduziu a bola em diagonal até a entrada da área e tocou para Sturridge, que finalizou, mas o goleiro rojiblanco saiu bem da meta. Dois minutos mais tarde, Gameiro quase marcou um golaço. Após a cobrança do escanteio, confusão na área, o camisa 9 arriscou uma bicicleta, mas a bola foi para fora.

Aos 34, Philippe Coutinho passou para Sturridge na entrada da área e o atacante arriscou uma trivela e conseguiu marcar um belo gol ao colocar a esférica na “parede da rede”, tirando do alcance de Soria. Quatro minutos depois, Lovren chegou a balançar as redes, mas Sturridge, que, impedido, se esquivou da bola e, assim, caracterizou o impedimento.

Depois do gol dos Reds, o Sevilla ficou perdido e um pouco nervoso. E o Liverpool, aproveitando da vantagem, adiantou a marcação, dificultou a saída dos Palanganas e conseguiu administrar o resultado nos 45 minutos iniciais.

E a etapa complementar nem começou direito e o Sevilla chegou ao empate. Aos 17 segundos, Mariano fugiu da marcação dupla, com direito a uma caneta no adversário, e tocou para Gameiro, desmarcado, escorar para as redes. Aos três minutos, o camisa 9 Rojiblanco avançou com a bola dominada e foi travado por Touré.

Depois do empate, a equipe de Andaluzia gostou do jogo e partiu em busca da virada. Aos 15, Escudero lançou, N’Zonzi escorou de cabeça para Gameiro que, livre, exigiu a defesa do goleiro. Quatro minutos mais tarde, a virada veio: Vítolo conduziu bela jogada com triagulações, com direito a caneta no marcador, a bola sobrou para Coke, que bateu de bateu da entrada da área no cantinho.

O Liverpool sentiu muito a virada e, praticamente não esboçou uma reação. Ao contrário, sofreu mais um pouco. Aos 24, Banega cobrou falta e Krychowiak cabeceou e a redonda passou na frente do gol e foi embora.

No minuto seguinte, a defesa dos Reds falhou na saída e a bola sobre para Coke, que bateu cruzado. O goleiro Mignolet chegou a tocar, mas não o suficiente para evitar o gol, 3 a 1 para o Sevilla.

O terceiro gol da equipe espanhola praticamente acabou com os comandados de Jürgen Klopp, que, timidamente, tentou uns arremates, como o de Coutinho, aos 34. O brasileiro levou para a perna esquerda e, de fora da área, chutou rente ao travessão do Sevilla. Assim, os 15 minutos finais da decisão (tempo normal e acréscimos), foi só o tempo suficiente para os Sevillistas administrarem o placar e fazer a festa após o apito final do árbitro sueco Jonas Eriksson.

Fim de jogo no St. Jakob-Park, Liverpool 1, Sevilla, de virada, 3. A equipe de Andaluzia conquista a Liga Europa pela quinta vez em sua história, a terceira de forma consecutiva.

Liverpool e Sevilla fizeram um confronto inédito em competições oficiais europeias. Quis o destino que as duas equipes decidissem o torneio em que ambos são uns dos maiores campeões e que, hoje, um deles perderia a primeira final das quais disputaram ao longo da história da UEFA Europa League. A história dos dois clubes, nos últimos anos, até a partida de hoje, em competições no Velho Continente, eram distintas: enquanto o Liverpool chegava a uma decisão continental depois de nove anos (desde a derrota para o Milan na final da UEFA Champions League em 2006/2007), o Sevilla decidira pela terceira vez consecutiva a Liga Europa. Apesar de que a camisa do clube inglês tivesse mais peso e história, os Rojiblancos provaram que, dentro de campo, são os mesmos onze contra onze.  No jogo inteiro, parece que só um lado do campo foi abençoado para balançar as redes. Azar do Liverpool, que foi superior em toda a etapa inicial e só conseguiu fazer um gol. Contudo, na etapa final, o Sevilla foi agraciado por ter balançado as mesmas redes que o adversário balançou no primeiro tempo a menos de um minuto e, mérito para o treinador Unai Emery, que deslocou o lateral Coke para o meio e isso deu mais que certo: o camisa 23 foi o grande nome da final anotando dois tentos. Se o Sevilla não tem feito papel de destaque na Champions, na Liga Europa ele é mais que soberano. Com o título, o Sevilla chegou ao quinto troféu do torneio e domingo ainda poderá dar mais uma volta olímpica, pois decidirá com o Barcelona o título da Copa del Rey no Vicente Calderón, em Madri.

Segunda fase:
18/02/2016 – Sevilla (ESP) 3×0 Molde (NOR) – Estádio Ramón Sánchez Pisjuán, Sevilha, Espanha
25/02/2016 – Molde (NOR) 1×0 Sevilla (ESP) – Aker Stadion, Molde, Noruega
Oitavas-de-final:
10/03/2016 – Basel (SUÍ) 0x0 Sevilla (ESP) – St. Jakob-Park, Basileia, Suíça
17/03/2016 – Sevilla (ESP) 3×0 Basel (SUÍ) – Estádio Ramón Sánchez Pisjuán, Sevilha, Espanha
Quartas-de-final:
07/04/2016 – Athletic de Bilbao (ESP) 1×2 Sevilla (ESP) – San Mamés, Bilbao
14/04/2016 – Sevilla (ESP) (5)1×2(4) Athletic de Bilbao (ESP) – Estádio Ramón Sánchez Pisjuán, Sevilha
Semifinais:
28/04/2016 – Shakhtar Donetsk (UCR) 2×2 Sevilla (ESP) – Arena Lviv, Lviv, Ucrânia
05/05/2016 – Sevilla (ESP) 3×1 Shakhtar Donetsk (UCR) – Estádio Ramón Sánchez Pisjuán, Sevilha
Final:
18/05/2016 – Liverpool (ING) 1×3 Sevilla (ESP) – St.Jakob-Park, Basileia, Suíça

FICHA TÉCNICA: LIVERPOOL (ING) 1×3 SEVILLA (ESP)
Competição/fase: UEFA Europa League 2015/2016 – final (jogo único)
Local: Estádio St. Jakob-Park, Basileia, Suíça
Data: 18 de maio de 2016 – quarta-feira – 15h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Jonas Eriksson, da Suécia
Assistentes: Mathias Klasenius e Daniel Warnmark, ambos da Suécia
Cartões Amarelos: Lovren, Origi e Clyne (Liverpool); Vitolo e Banega, Rami, Mariano (Sevilla)
Gols: Sturridge, aos 38 min do 1º tempo (1-0); Gameiro, aos 17 segundos do 2º tempo (1-1); Coke, aos 18 e aos 25 min do 2º tempo (1-3)
LIVERPOOL (ING): 22.Mignolet; 2.Clyne, 6.Lovren, 4.Touré (9.Benteke) e 18.Moreno; 7.Milner, 23.Can, 20.Lallana (24.Allen), 10.Philippe Coutinho e 11.Roberto Firmino (27.Origi); 15.Sturridge. Técnico: Jürgen Klopp
SEVILLA (ESP): 31.Soria; 25.Mariano Ferreira, 3.Rami (5.Kolodziejczak), 6.Daniel Carriço e 18.Escudero; 4.Krychowiak, 16.N’Zonzi, 23.Coke, 20.Vítolo e 19.Banega (14.Cristóforo); 9.Gameiro (8.Iborra). Técnico: Unai Emery

Parabéns ao Sevilla Fútbol Club.

Por Jorge Almeida

UEFA define confronto das quartas da Champions e Europa League

UEFA definiu os confrontos de suas duas principais competições através de sorteio em sua sede. Foto: reprodução/Twitter
UEFA definiu os confrontos de suas duas principais competições através de sorteio em sua sede. Foto: reprodução/Twitter

A UEFA (confederação de futebol da Europa) realizou nesta sexta-feira (18) em Nyon, Suíça, os sorteios dos duelos das quartas-de-final de suas duas principais competições interclubes, a UEFA Champions League e UEFA Europa League. Promovido pelo diretor de competição da entidade, Giorgio Marchetti e pelo ex-jogador Zambrotta, os sorteios de ambas competições definiram quais equipes farão a partida de volta em casa. No caso da Champions, os jogos de ida acontecerão nos dias 5 e 6 de abril e os da volta serão nos dias 12 e 13 do mesmo mês. Enquanto na Liga Europa, os confrontos serão realizados nos dias 7 e 14 de abril.

O primeiro sorteio foi do torneio mais importante do Velho Continente, a UEFA Champions League. O Wolfsburg, da Alemanha, terá uma missão complicada: pegará o poderoso Real Madrid. Os Lobos farão a primeira partida em casa no dia 6 e depois irá ao Santiago Bernabéu tentar a sorte diante dos Merengues.

Depois de conseguir uma épica vitória diante da Juventus nas oitavas, o Bayern de Munique fará dois duelos duros contra o Benfica. O time da Baviera começa a busca do hexa da competição recebendo os Encarnados em casa no dia 5 de abril que, por sua vez, decidirá no Estádio da Luz e, quem sabe, acabar com a maldição do finado treinador húngaro Béla Guttimann que nos anos 1960 lançou a “praga” de que “nem em cem anos o Benfica vai conquistar outra taça europeia”. De fato, desde a temporada 1961-1962, as Águias não levam um troféu continental, e olhe que estiveram perto de levarem a Liga Europa 2012-2013 e 2013-2014, mas perderam para Chelsea e Sevilla, respectivamente.

O atual campeão da Liga dos Campeões, Barcelona, terá a oportunidade de dar o troco no Atlético de Madrid no duelo espanhol das quartas-de-final do torneio. Eliminado pelo time de Simeone na temporada 2013-2014, o Barça seguirá na busca do bicampeonato fazendo o primeiro jogo contra os Colchoneros em casa no dia 5 de abril para, em seguida, ir até o Vicente Calderón tentar chegar às semifinais no dia 13.

Os endinheirados Paris Saint-Germain e Manchester City farão o duelo mais equilibrado dessa fase. A equipe francesa leva um ligeiro favoritismo por não ter mais preocupação com o campeonato nacional já que conseguiu ser campeão com muita antecedência e já tem a sua vaga garantida para Champions da próxima temporada. Enquanto isso, os Citizens chegam pela primeira vez a essa fase do torneio. O compromisso de ida será realizado no dia 6 de abril em Paris e será decidido em Manchester na semana posterior.

E, só para reforçar, a UEFA Champions League será decidida no dia 28 de maio no Estádio San Siro, em Milão.

Minutos depois após o sorteio dos duelos das quartas-de-final da Liga dos Campeões, foi a vez do sorteio dos duelos válidos pela Liga Europa. As partidas dos jogos das quartas-de-final serão realizados nos dias 7 e 14 de abril.

E o primeiro sorteado do pote, ou seja, o time que fará o primeiro jogo em casa, foi o Braga, de Portugal, que medirá forças com o Shakthar Donetsk. As duas equipes se enfrentaram duas vezes na edição 2010-2011 da Champions League. Na ocasião, os ucranianos levaram a melhor com duas vitórias, 3 a 0 e 2 a 0. Será um duelo onde o português (o idioma) poderá ser o dominante, pois o Shakthar tem uma legião de brasileiros em seu elenco.

O Villarreal terá como adversário nas quartas os tchecos do Sparta Praga. Os dois clubes nunca se enfrentaram em competições da UEFA. O primeiro jogo será realizado na Espanha e a volta na República Tcheca.

Assim como na Champions, as quartas-de-final da Liga Europa também tem três times espanhóis. Logo, as chances de ter um confronto ibérico eram grandes. Dessa forma, o Athletic de Bilbao terá um velho conhecido pela frente, o atual bicampeão do torneio, o Sevilla. Curiosamente, os dois times nunca se enfrentaram em competições europeias. A equipe basca terá a ingrata missão de frear o clube de Andaluzia, que busca o pentacampeonato do certame, sendo o terceiro consecutivo.

E, finalmente, o confronto que vai dar o que falar: Borussia Dortmund e Liverpool. Será o reencontro do técnico Jürgen Klopp com a sua ex-equipe, onde ficou sete temporadas e levou dois títulos alemães, uma Copa da Alemanha e um vice-campeonato europeu. Não há favoritos nesse embate. Porém, quem levar a melhor nesses dois jogos (o primeiro na Alemanha e o segundo na Inglaterra), poderá acabar com a hegemonia espanhola na competição, que levaram sete das últimas 12 edições do torneio.

A final da UEFA Europa League está marcada para o dia 18 de maio no St. Jakob Park, na Suíça.

A seguir, as datas dos confrontos das duas competições europeias.

UEFA Champions League:
Ida:

05/04/2016 – Bayern de Munique (ALE) x Benfica (POR) – Allianz Arena, Munique, Alemanha
05/04/2016 – Barcelona (ESP) x Atlético de Madrid (ESP) – Camp Nou, Barcelona, Espanha
06/04/2016 – Paris Saint-Germain (FRA) x Manchester City (ING) – Parc des Princes, Paris, França
06/04/2016 – Wolfsburg (ALE) x Real Madrid (ESP) – Wolfsburg Arena, Wolfsburg, Alemanha
Volta:
12/04/2016 – Real Madrid (ESP) x Wolfsburg (ALE) – Santiago Bernabéu, Madri, Espanha
12/04/2016 – Manchester City (ING) x Paris Saint-Germain (FRA) – Etihad Stadium, Manchester, Inglaterra
13/04/2016 – Benfica (POR) x Bayern de Munique (ALE) – Estádio da Luz, Lisboa, Portugal
13/04/2016 – Atlético de Madrid (ESP) x Barcelona (ESP) – Vicente Calderón, Madri, Espanha

UEFA Europa League:
Ida:
07/04/2016 – Braga (POR) x Shakhtar Donetsk (UCR) – Estádio Municipal de Braga, Braga, Portugal
07/04/2016 – Villarreal (ESP) x Sparta Praga (CZE) – El Madrigal, Villarreal, Espanha
07/04/2016 – Athetic de Bilbao (ESP) x Sevilla (ESP) – Estádio de San Mamés, Bilbao, Espanha
07/04/2016 – Borussia Dortmund (ALE) x Liverpool (ING) – Westfalenstadion, Dortmund, Alemanha
Volta:
14/04/2016 – Shakthar Donetsk (UCR) x Braga (POR) – Donbass Arena, Donetsk, Ucrânia
14/04/2016 – Sparta Praga (CZE) x Villarreal (ESP) – Estádio Letná, Praga, República Tcheca
14/04/2016 – Sevilla (ESP) x Athletic de Bilbao (ESP) – Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, Sevilha, Espanha
14/04/2016 – Liverpool (ING) x Borussia Dortmund (ALE) – Anfield Road, Liverpool, Inglaterra

Por Jorge Almeida

Sevilla: campeão da UEFA Europa League pela quarta vez

O capitão Fernando Navarro ergue a UEFA Europa League para o Sevilla. Foto: Odd Andersen / AFP
O capitão Fernando Navarro ergue a UEFA Europa League para o Sevilla. Foto: Odd Andersen / AFP

O Sevilla sagrou-se campeão da UEFA Europa League 2014/2015 ao bater os ucranianos do Dnipro por 3 a 2 no Estádio Nacional, em Varsóvia, na Polônia, nesta quarta-feira (27). Com dois gols de Bacca e outro de Krychowiak para a equipe de Andaluzia, enquanto Kalinic e Rotan descontaram para o time de Dnipropetrovsk. Dessa forma, o Sevilla conquista pela quarta vez a segunda competição interclubes mais importante da Europa, o que faz dele, o maior vencedor do certame.

Como já era esperado, o Sevilla foi para cima, mas o Dnipro soube se comportar e chegou ao gol logo cedo. Aos 6 minutos, Kalinic ganhou no alto da zaga, Matheus pegou a sobra, cruzou da direita para a cabeçada do camisa 9.

Após o tento, a equipe ucraniana dificultou as ações dos rojiblancos, que conseguiu chegar com perigo aos 19 com Reyes. O camisa 10 caiu pela direita, cortou para o meio e bateu perto do canto esquerdo de Boyko, que trabalhou novamente aos 24 minutos ao defender uma cabeçada de Krychowiak após cobrança de escanteio feita por Banega.

Aos 27, após confusão na área, o 4 tirou da marcação e conseguiu finalizar e empatar o jogo. Três minutos depois, recebeu ótimo passe em profundidade, Bacca driblou o goleiro e virou o jogo para o Sevilla.

Na sequência da virada relâmpago dos palanganas, o Dnipro demorou um pouco para se recuperar do baque, mas não conseguiu se recuperar ainda na etapa inicial e ameaçou seriamente o gol de Sergio Rico. Aos 37, após cobrança de falta, Konoplyanla bateu no ângulo e o arqueiro do time de Andaluzia fez uma bela ponte.

No lance seguinte, foi a vez do Sevilla contragolpear, Aleix Vidal recebeu de Reyes e bateu por cima do gol.

E, antes do intervalo, aos 43, Rotan empatou o jogo em uma bela cobrança de falta.

No segundo tempo, o jogo caiu de produção, pois foi mais brigado e tenso. Embora tenha apresentado o domínio da posse de bola, prevaleceu o equilíbrio nas ações de ataque.

Aos 27, a defesa do Dnipro bateu cabeça na intermediária, Vitolo serviu Bacca, que não desperdiçou e fez o seu segundo gol na partida. Seis minutos depois, cruzou, Bacca cabeceou e Boybo, no melhor estilo goleiro de handball, desviou a finalização para escanteio. Na sequência, após a cobrança do córner, Bacca – de cabeça novamente – levou perigo ao mandar a bola à esquerda do poste.

À medida em que a decisão se dirigia aos momentos finais, o Sevilla administrou a vantagem, enquanto o Dnipro, na valentia, buscava o empate. Mas a situação da equipe ucraniana se complicou aos 41 minutos, quando o brasileiro Matheus caiu em campo e foi retirado na maca e, como havia feito as três substituições, o Dnipro seguiu o restante da partida com um jogador a menos. Apesar do esforço, o time de Myron Markevych não conseguiu buscar o empate e, dessa forma, Sevilla conquistou a UEFA Europa League pela quarta vez em sua história.

O Sevilla chegou à decisão como o grande favorito, enquanto o Dnipro veio na condição de “azarão”. E, como já era de se esperar, o time ucraniano valorizou muito a marcação e os espanhóis tentaram fazer prevalecer a posse de bola. Mesmo assim, foi o Dnipro que abriu o placar logo aos 6 minutos. O gol poderia ter sido um balde de água fria para as pretensões dos rojiblancos, mas com paciência, o Sevilla não se abateu e foi buscar o empate, que aconteceu aos 28. O Dnipro sentiu o baque e, quando tentava se reestabelecer, foi surpreendido por um rápido contra-ataque e, em três minutos, o Sevilla virou o jogo. E, antes do intervalo, os comandados de Myron Markevych buscaram o empate. Contudo, no segundo tempo, apesar da queda de rendimento dos dois times, o Sevilla chegou ao terceiro gol graças pela boa jornada de seu artilheiro, o colombiano Bacca que fez o tento do título (o seu segundo na partida). E, para complicar de vez a situação do Dnipro, o brasileiro Matheus, o responsável em puxar os contragolpes, passou mal e precisou ser retirado de maca. Apesar da derrota, o Dnipro “caiu de pé”, pois lutou até o fim. Foi valente, mas parou em uma equipe acostumada com essa competição.

A seguir, o resumo da campanha do campeão e a ficha técnica da final da competição.

Fase de Grupos (Grupo G):
18/09/2014 – Sevilla (ESP) 2×0 Feyenoord (HOL)
02/10/2014 – Rijeka (CRO) 2×2 Sevilla (ESP)
23/10/2014 – Standard Liège (BEL) 0x0 Sevilla (ESP)
06/11/2014 – Sevilla (ESP) 3×1 Standard Liège (BEL)
27/11/2014 – Feyenoord (HOL) 2×0 Sevilla (ESP)
11/12/2014 – Sevilla (ESP) 1×0 Rijeka (CRO)
Segunda Fase:
19/02/2015 – Sevilla (ESP) 1×0 Borussia Mönchengladbach (ALE)
26/02/2015 – Borussia Mönchengladbach (ALE) 2×3 Sevilla (ESP)
Oitavas-de-final:
12/03/2015 – Villarreal (ESP) 1×3 Sevilla (ESP)
19/03/2015 – Sevilla (ESP) 2×1 Villarreal (ESP)
Quartas-de-final:
16/04/2015 – Sevilla (ESP) 2×1 Zenit (RUS)
23/04/2015 – Zenit (RUS) 2×2 Sevilla (ESP)
Semifinais:
07/05/2015 – Sevilla (ESP) 3×0 Fiorentina (ITA)
14/05/2015 – Fiorentina (ITA) 0x2 Sevilla (ESP)
Final:
27/05/2015 – Dnipro (UCR) 2×3 Sevilla (ESP)

FICHA TÉCNICA: DNIPRO (UCR) 2×3 SEVILLA (ESP)
Competição/fase: UEFA Europa League 2014/2015 – final (jogo único)
Local: Estádio Nacional, em Varsóvia, Polônia
Árbitro: Martin Atkinson (Inglaterra)
Assistentes: Michael Mullarkey e Stephen Child, ambos da Inglaterra
Cartões Amarelos: Kankava, Kalinic, Bezus e Rotan (Dnipro); Krychowiak, Carriço e Bacca (Sevilla)
Gols: Kalinic, aos 6 min do 1º tempo; Krychowiak, aos 28 min do 1º tempo; Bacca, aos 31 min do 1º tempo e aos 27 min do 2º tempo; e Rotan, aos 43 min do 1º tempo
DNIPRO (UCR): 71.Boyko; 44.Fedetskyi, 23.Douglas, 14.Cheberyachko e 12.Léo Matos; 7.Kankava, 25.Fedorchuck (19.Bezus), 99.Matheus, 29.Rotan (28.Shakhov), 10.Konoplyanka; 9.Kalinic (11.Seleznyov). Técnico: Myron Markevych
SEVILLA (ESP): 29.Sergio Rico; 22.Aleix Vidal, 6.Daniel Carriço, 15.Kolodziejczak e 2.Tréumolinas; 4.Krychowiak, 25.Mbia, 10.Reyes (23.Coke), 19.Banega (12.Iborra) e 20.Vitolo; 9.Bacca (7.Gameiro). Técnico: Unai Emery

Parabéns ao Sevilla Fútbol Club pela conquista

Por Jorge Almeida

UEFA define os semifinalistas da Champions e Europa League

UEFA realizou nesta sexta-feira (24) os sorteios das semis das principais competições interclubes da Europa. Créditos: Getty Images
UEFA realizou nesta sexta-feira (24) os sorteios das semis das principais competições interclubes da Europa. Créditos: Getty Images

A UEFA realizou na manhã desta sexta-feira (24), em Nyon, Suíça, os sorteios para os confrontos das semifinais de suas duas principais competições interclubes: UEFA Champions League e UEFA Europa League. Graças à combinação realizada em ambos os sorteios, há a possibilidade de as finais das duas competições serem “caseiras”.

Pela Champions, pela primeira vez desde que saiu do Barcelona, Pep Guardiola reencontrará a equipe que o consagrou, mas agora sentado no banco do Bayern de Munique. Depois de passarem de forma até tranquila pelo Lyon, da França, com duas vitórias (3 a 1 e 2 a 0), os catalães enfrentarão os bávaros que, após perder para o Porto no jogo de ida pelas quartas-de-final, aplicaram impiedosos 6 a 1 em casa. A primeira partida das semifinais será disputada no dia 6 de maio no Estádio Camp Nou, em Barcelona, e a volta acontecerá no dia 12 na Allianz Arena, na Baviera.

A outra semifinal colocará frente a frente duas equipes que sofreram para chegar entre os quatro melhores da Europa: Juventus e Real Madrid. A Vecchia Signora superou o Monaco ao derrotá-lo em sua arena por 1 a 0 e, depois, segurou o empate em 0 a 0 contra a equipe do Principado nas quartas-de-final. Na mesma fase, os Merengues não tiveram vida fácil diante do rival local, o Atlético de Madrid. Cristiano Ronaldo e companhia só conseguiram a classificação nos minutos finais do clássico com um gol de Chicharito no Santiago Bernabéu, uma vez que no compromisso realizado no Vicente Calderón, o resultado ficou em 0 a 0. As partidas entre Juventus e Real Madrid serão realizadas no dia 5 de maio, na Arena Juventus, em Turim, e oito dias depois, no Santiago Bernabéu.

Caso as equipes espanholas passem pelas semifinais, pela sexta vez, a UEFA Champions League terá uma final entre equipes do mesmo país. E, lembrando que, quem passar das semifinais, farão a decisão, em jogo único, no dia 6 de junho, sábado, no Estádio Olímpico de Berlim.

Na outra competição, a UEFA Europa League, as bolinhas definiram os seguintes embates nas semifinais: Napoli x Dnipro e Sevilla x Fiorentina. Ou seja, há possibilidades de o torneio ter uma final italiana, caso Napoli e Fiorentina passem pelos seus respectivos adversários nas semifinais.

Atual campeão da Liga Europa, o Sevilla chegou às semifinais depois de dois jogos difíceis contra o Zenit. Depois de ganhar a ida por 2 a 1, em casa, os rojiblancos arrancaram um heroico empate em 2 a 2 em St. Peterburg, na Rússia, e manteve vivo o sonho do bicampeonato. Agora, o adversário do time de Andaluzia será a Fiorentina, da Itália. A Viola deixou pelo caminho os ucranianos do Dínamo de Kiev. Em casa, triunfo o adversário por 2 a 0, no confronto de ida, e depois segurou o empate em 1 a 1, na Ucrânia.

Pela outra semifinal, o Napoli pegará o Dnipro. Na fase anterior, os napolitanos atropelaram o Wolfsburg por 4 a 1 fora de casa e ficou em um empate em 2 a 2 com o clube da Baixa Saxônia, em partida disputada no San Paolo, em Nápoles. Enquanto isso, o adversário dos Azzurri precisou suar muito a camisa para superar os belgas do Brugge. O Dnipro empatou em 0 a 0 no primeiro duelo das quartas em Bruges, na Bélgica, e só venceu os Blaw-Zwart aos 37 minutos do segundo tempo em peleja realizada no Estádio Olímpico de Kiev com gol de Shakhov.

As semifinais da UEFA Europa League serão disputadas nos dias 7 e 14 de maio. O Napoli receberá o Dnipro primeiro no San Paolo, em Nápoles, e, na semana seguinte, irá até Kiev, pegar o time da casa. Já o Sevilla fará o jogo de ida contra a Fiorentina em casa, no Rámon Sánchez Pizjuán, e, posteriormente, irá até Florença decidir a vaga para a final.

Assim como a Champions League, a Europa League tem a possibilidade de ter uma final “caseira”. Para isso, Napoli e Fiorentina têm de passar pelos adversários para que façam a final italiana no próximo dia 27 de maio, no Estádio Olímpico de Varsóvia, na Polônia.

Abaixo, as datas e os locais dos duelos das semifinais da UEFA Champions League e da UEFA Europa League.

UEFA Champions League:
Jogos de ida:
05/05/2015 – Juventus (ITA) x Real Madrid (ESP)
06/05/2015 – Barcelona (ESP) x Bayern de Munique (ALE)
Jogos de volta:
12/05/2015 – Bayern de Munique (ALE) x Barcelona (ESP)
13/05/2015 – Real Madrid (ESP) x Juventus (ITA)

UEFA Europa League:
Jogos de ida:
07/05/2015 – Napoli (ITA) x Dnipro (UCR)
07/05/2015 – Sevilla (ESP) x Fiorentina (ITA)
Jogos de volta:
14/05/2015 – Dnipro (UCR) x Napoli (ITA)
14/05/2015 – Fiorentina (ITA) x Sevilla (ESP)

Por Jorge Almeida

UEFA define confronto das quartas da Champions e Europa League

UEFA realizou os sorteios dos confrontos das quartas-de-final da Champions e Europa League nesta sexta. Créditos: Getty Images
UEFA realizou os sorteios dos confrontos das quartas-de-final da Champions e Europa League nesta sexta. Créditos: Getty Images

Nesta sexta-feira (21), a UEFA realizou os sorteios que definiram os confrontos de suas duas principais competições interclubes. Primeiro, por volta das 9h (horário de Brasília), houve o sorteio dos duelos da UEFA Champions League. Poucos minutos depois, foi a vez do chaveamento das quartas-de-final da UEFA Europa League ser definida.

Pela UEFA Champions League, haverá reedições de confrontos memoráveis em temporadas passadas do certame. Para se ter uma ideia, o mais esperado embate dessa fase será “apenas” a reedição da última final do torneio. Atlético de Madrid e Real Madrid medirão forças em duas partidas que prometem. Os Colchoneros terão a oportunidade de vingar a derrota da última Champions quando perdeu para o rival por 4 a 1 quando o deixou escapar o título inédito ao sofrer o empate nos acréscimos do tempo normal. O primeiro jogo será no Vicente Calderón e o segundo será no Santiago Bernabéu.

Outro confronto que promete será entre Paris Saint-Germain e Barcelona. As duas equipes já se enfrentaram na fase de grupos da atual edição, com uma vitória para cada, e também na temporada 2012-13 quando o time catalão levou a melhor depois de dois empates (os gols fora de casa favoreceram o Barça na ocasião). A partida de ida será em Paris e os franceses não terão o ídolo Ibrahimovic (suspenso), enquanto isso, pelo mesmo motivo, os catalães não terão Daniel Alves e Verratti.

A reedição da final da Champions 1986-87 será revivida nessa quartas-de-final através do embate entre o poderoso Bayern de Munique e Porto. A equipe portuguesa, que levara a melhor na decisão diante da equipe da Baviera há quase 30 anos, fará o primeiro jogo em casa, no Estádio do Dragão, no dia 15 de abril.

E, finalmente, o Mônaco, que é considerada a equipe mais fraca (ou menos forte) dentre as oito medirá forças com a tradicional Juventus. Os dois times já fizeram uma semifinal da competição na temporada 1996-97 e a Velha Senhora levou a melhor ao bater o time do Principado por  4 a 1 em Turim após ter perdido por 3 a 2 na casa do rival.

Os jogos de ida das quartas-de-final da UEFA Champions League acontecerão nos dias 14 e 15 de abril.

Já no sorteio da UEFA Europa League propiciou para que, já nas quartas-de-final, ocorra o que podemos considerar como “final antecipada”: Sevilla x Zenit e Wolfsburg x Napoli.

Atual campeã da competição, o time de Andaluzia terá páreo duro pela frente nos confrontos contra o Zenit, do brasileiro Hulk, líder do campeonato russo. Se vencer o torneio mais uma vez, assim como foi em 2005-06, 2006-07 e 2013-14, o Sevilla será o maior vencedor do torneio e deixará para trás Internazionale, Juventus e Liverpool, equipes detentoras de três troféus do torneio. Enquanto isso, o time russo está na busca do segundo título, uma vez que conquistara a Copa da UEFA de 2007-2008.

O outro confronto interessante será protagonizado entre o Wolfsburg, vice-líder da Bundesliga, contra o perigoso Napoli. O jogo de ida será realizado na Alemanha no dia 16 de abril.

Embora não tenham a mesma notoriedade em relação aos dois duelos citados acima, os ucranianos Dynamo de Kiev e Dnipro prometem complicar a vida dos italianos da Fiorentina e dos belgas do Brugge, respectivamente.

Vale destacar que, por conta da crise política e militar entre Rússia e Ucrânia, o sorteio para os duelos da UEFA Europa Ligue apresentou uma trava: os clubes dos dois países estão impedidos de se enfrentar. Dessa forma, o Zenit não poderia duelar com o Dynamo e nem o Dnipro.

As partidas das quartas-de-final da UEFA Europa League serão disputadas nos dias 16 e 23 de abril. Alías, é bom registrar que a edição desse ano ganhou mais relevância: o campeão garantirá vaga na próxima UEFA Champions League.

Confira como ficaram os duelos das duas competições do Velho Continente.

UEFA Champions League:
– Dia 14/04/2015:
Juventus (ITA) x Monaco (FRA)
Atlético de Madrid (ESP) x Real Madrid (ESP)
– Dia 15/04/2015:
Porto (POR) x Bayern de Munique (ALE)
Paris Saint-Germain (FRA) x Barcelona (ESP)

UEFA Europa League* (todos os jogos serão dia 16/04):
Sevilla (ESP) x Zenit (RUS)
Dnipro (UCR) x Brugge (BEL)
Dynamo Kiev (UCR) x Fiorentina (ITA)
Wolfsburg (ALE) x Napoli (ITA)

* Equipes da direita serão mandantes dos jogos de volta.

Por Jorge Almeida