Sesc Campo Limpo Recebe o Espetáculo “Epidemia Prata”

Cena de “Epidemia Prata”. Créditos: Matheus José Maria

Com direção de Georgette Fadel

Nos dias 14 e 15 de dezembro, sábado e domingo, das 18h às 19h, o Sesc Campo Limpo recebe o espetáculo “Epidemia Prata” com a Cia Mungunzá de Teatro. O preço dos ingressos vai de R$ 6,00 a R$ 20,00 e é indicado para maiores de 16 anos.

Inspirada nos meninos prateados que se pintam para fazerem malabares nos faróis e pedirem esmolas nos metrôs da capital paulista, nos usuários de crack e moradores de rua, o espetáculo apresenta uma costura entre duas linhas narrativas: a visão pessoal dos atores sobre os personagens reais que conheceram em sua atual residência no Teatro de Contêiner, no Centro da capital paulista, e o mito da Medusa, que transforma pessoas em estátuas.

Performático e sinestésico, o universo prata assume no espetáculo uma infinidade de conotações que vão desconstruindo personagens estigmatizados pela sociedade e compartilhando a sensação de petrificação diante de tudo.

Não recomendado para menores de 16 anos. O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Ficha Técnica:
Elenco: Gustavo Sarzi, Leonardo Akio, Lucas Beda, Marcos Felipe, Pedro Augusto, Verônica Gentilin e Virginia Iglesias
Argumento e Texto: Cia. Mungunzá de Teatro
Supervisão Dramatúrgica: Verônica Gentilin
Direção: Georgette Fadel
Codireção: Cris Rocha
Assistente de Direção: Victor Djalma Amaral
Preparação Corporal: Juliana Moraes
Direção Musical: Bruno Menegatti
Vídeos: Flavio Barollo
Arquitetura Cênica: Leonardo Akio e Lucas Beda
Figurino: Sandra Modesto
Desenho de Luz: Pedro Augusto
Produção Executiva: Lucas Beda, Marcos Felipe, Sandra Modesto e Virginia Iglesias. Produção Geral Cia Mungunzá de Teatro
Coprodução: Cooperativa Paulista de Teatro

Serviço
“Epidemia Prata”
Dias 14 e 15 de dezembro, sábado e domingos, das 18h às 19h
Trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependente (Credencial Plena): R$ 6,00
Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante:  R$ 10,00
Demais frequentadores: R$ 20,00
Recomendado para maiores de 16 anos
Capacidade: 70 lugares
Local: Tenda Multiuso
Duração: 60 minutos

Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP
Horários de funcionamento: Terça a sexta, das 13h às 22h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h.
Tel: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Créditos: Renato Pereira

Sesc Campo Limpo Recebe a Ação em Rede “Semana Modos de Acessar”

Cena do filme “Luzes da Cidade”, que será exibido no dia 4, no Sesc Campo Limpo. Créditos: divulgação

Na programação: ballet, música, literatura, grafite, filme e cartoon

Do dia 1 ao 8 de dezembro, terça, quarta e domingo, em diversos horários, o Sesc Campo Limpo recebe “Semana Modos de Acessar”, ação que compõe uma série de atividades com viés educativo acerca dos mecanismos de acessibilidade na prática, que incentivam o protagonismo das pessoas com deficiência, com condições para sua inclusão em todos os aspectos – cultural, esportivo, educativo e cidadão. Programação gratuita, voltada para pessoas com e sem deficiência.

No dia 1 de dezembro, domingo, às 17h, Billy Saga apresenta o show com repertório dos seus dois primeiros discos, “Me jogue aos lobos…” e “As ruas estão olhando”. Billy, atualmente, pode ser considerado um dos mais autênticos e combativos rappers a abordar, nas entrelinhas de músicas com temas variados, o direito das pessoas com deficiência.

Dia 3 de dezembro, terça, teremos três programações: Arte Surda: Desenho e Cartoon, Grafite Sem Barreiras e LiteraCampo com LiteraSurdas.

Das 14h às 17h, Arte Surda: Desenho e Cartoon, oficina em libras com o cartunista surdo Lucas Ramos, mais conhecido como Tikinho. Serão apresentadas técnicas de desenho em papel para iniciantes e os fundamentos da criação de personagens de histórias em quadrinhos.

Grafite Sem Barreiras, das 14h às 17h. Oficina de grafite em painel de madeira para surdas/os e ouvintes apresentando técnicas e conceitos que balizam o trabalho do artista autodidata surdo Ralph ODRUS. Artista visual e grafiteiro, ODRUS nasceu com surdez profunda e atua profissionalmente em projetos de inclusão social de pessoas com deficiência. Atividade com interpretação em libras.

Às 19h, LiteraCampo com LiteraSurdas. Clube de leitura para surdas/os e ouvintes que queiram compartilhar e ampliar discussões sobre a produção literária visual de forma livre e descontraída. Nesta edição os artistas ODRUS e Tikinho são convidados para bater um papo sobre como suas produções transbordam e habitam outros lugares que nem os livros convencionais. Com mediação de Erika Mota e Sylvia Sato do projeto LiteraSurda.

Exibição do Filme Luzes na Cidade de Charles Chaplin com música ao vivo. Dia 4 de dezembro, quarta, às 19h. Um vagabundo se interessa por uma florista cega, a quem tenta ajudar a pagar o aluguel atrasado e a restaurar a visão. Encantada, a florista imagina que o benfeitor é um milionário. Exibição com audiodescrição.

Para fechar a programação com chave de ouro, dia 08 de dezembro, domingo, às 17h, Olhando para as Estrelas – Ballet de Cegos, com Cia. Ballet de Cegos Fernanda Bianchini. Bailarinas cegas e videntes apresentam coreografias clássicas e vivências onde o público é convidado a dançar sem enxergar. A Associação Fernanda Bianchini, fundada em 1995, é reconhecida mundialmente por um método desenvolvido pela bailarina e fisioterapeuta Fernanda Bianchini Por esse método, pessoas com deficiência visual aprendem a dançar balé clássico, sapateado, dança de salão, entre outros ritmos. Apresentação com audiodescrição.

O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Serviço
“Billy Saga”
Dia 01 de dezembro, domingo, das 17h às 18h
Grátis
Livre
Local: Tenda de Convivência
Sem retirada de ingresso
Capacidade: 600 pessoas

“Arte Surda: Desenho e Cartoon”
Dia 3 de dezembro, terça, das 14h às 17h
Grátis
Livre
Local: Tenda de Convivência
Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência
Capacidade: 30 pessoas

“Grafite Sem Barreiras”
Dia 3 de dezembro, terça, das 14h às 17h
Grátis
Livre
Local: Tenda de Convivência
Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência
Capacidade: 30 pessoas

“LiteraCampo com LiteraSurdas”
Dia 3 de dezembro, terça, das 19h às 21h30
Grátis
Livre
Local: Tenda Multiuso
Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência
Capacidade: 60 pessoas

“Luzes da Cidade”
Dia 4 de dezembro, terça, das 19h30 às 21h30
Grátis
Livre
Local: Tenda Multiuso
Retirada de ingresso com 1 hora de antecedência na Central de Atendimento
Capacidade: 80 pessoas

“Olhando para as Estrelas – Ballet de Cegos”
Dia 08 de dezembro, domingo, das 17h às 18h
Grátis
Livre
Local: Tenda de Convivência
Sem retirada de ingresso
Capacidade: 150 pessoas

Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP
Horários de funcionamento: Terça a sábado, das 13h às 22h. Domingos, das 11h às 20h
Tel: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Créditos: Renato Pereira

“De Volta para o Futuro II” Com Trilha Sonora Ao Vivo no Sesc Campo Limpo

Créditos: divulgação

Com a banda Mombojó

Dia 29 de novembro, sexta, às 19h30, o Sesc Campo Limpo exibe o filme “De Volta para o Futuro II”, com trilha sonora ao vivo, com a banda Mombojó. A programação é gratuita, livre e sem retirada de ingresso.

No mês de novembro a banda Mombojó apresenta o clássico filme “De Volta para o Futuro II” (Dir: Robert Zemeckis. EUA, 1989. Duração: 108′), com trilha sonora ao vivo.

O cientista Emmett Brown leva Marty McFly e sua namorada para o ano 2015, com a finalidade de resolver uma questão familiar no futuro deles. Mas Biff, velho inimigo da família, obriga-os a correrem contra o tempo para não alterarem os acontecimentos.

A música fica por conta da banda pernambucana que surgiu em 2001. Com 18 anos de estrada e cinco discos, Mombojó já foi vencedora de dois prêmios APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), em 2004, como Melhor Banda Brasileira, e em 2006, como melhor disco do ano (“HomemEspuma”). Também já se apresentou na Argentina, Barcelona, Portugal, Espanha e Uruguai.

O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Serviço
“De Volta para o Futuro II”
Dia 29 de novembro, sexta, das 19h30 às 21h30
Grátis
Livre
Capacidade: 180 pessoas
Local: Tenda Convivência
Sem retirada de ingresso
Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP
Horários de funcionamento: Terça a sexta, das 13h às 22h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h.
Tel: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Créditos: Renato Pereira

Sesc Campo Limpo recebe Larissa Luz em show do álbum “Trovão”

A cantora Larissa Luz. Foto: Breno Galtier

Sinestesia, ancestralidade e música eletrônica em uma só apresentação

No dia 22 de novembro, sexta, às 20h, o Sesc Campo Limpo recebe a cantora Larissa Luz com o álbum “Trovão”. O show é gratuito, livre e não há necessidade de retirada de ingresso.

Sinestesia, ancestralidade e música eletrônica. Em seu novo trabalho Larissa constrói um ritual Baile que propõe conexão do sublime com o terreno, atualizando mitos yorubás e conduzindo um encontro entre som e movimento na pista. Músicas inéditas que soam como Pontos cantados para rezar dançando.

Um disco sobre fé, espiritualidade, magia, rituais, conexão com a natureza e com a nossa essência. Tudo sob uma perspectiva negra, atual e cotidiana.

Cantora, compositora e atriz, Larissa Luz vem se tornando uma grande representante da música negra contemporânea da Bahia. Depois de ficar em cartaz vivendo Elza Soares no musical “ELZA”, que estreou em 2018.

O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Serviço
“Larissa Luz”
Dia 22 de novembro, sexta, às 20h
Grátis
Livre
Retirada de ingresso com 1h de antecedência na Central de Atendimento
Capacidade: 1.000 pessoas
Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP
Horários de funcionamento: Terça a sexta, das 13h às 22h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h.
Tel: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Créditos: Renato Pereira

Trupe Benkady Apresenta “Sons d’Oeste” no Sesc Campo Limpo

“Sons d´Oeste”. Créditos: Paulo Costa

Em cena, ritmos tocados no passado que vivenciam o presente

Dança e música tradicional da região da Guiné-Conacri serão apresentadas no Sesc Campo Limpo nos dias de 23 e 24 de novembro, sábado e domingo, às 16h, no espetáculo “Sons d’Oeste”, da Trupe Benkady. A programação é gratuita, livre e sem retirada de ingresso.

“Sons d’Oeste” vem para experimentar timbres da natureza e unir diferentes instrumentos de percussão em cena. Trabalhando ritmos tocados no passando e vivenciados no presente, com o intuito de trazer o passado para presente.

Uma conversa entre os ritmos e movimentos tradicionais da cultura mandingue, com ênfase nas etnias Malinké, Baga e Sussu, da região da Guiné-Conacri, reconhecida mundialmente por seus balés.

Com dança e música tradicional, o trabalho traça, sob a ótica deste povo do oeste africano, um cenário das situações sociais mandingues, dentre as quais algumas também são encontradas no Brasil, revelando as grandes semelhanças existentes ainda nos dias de hoje entre a cultura brasileira e uma de suas culturas de origem, a cultura africana.

A dança é inspirada nos rituais cerimoniais dos povos da Guiné. Na cultura dessa região, a música e a dança fazem parte do cotidiano, havendo danças, cantos e ritmos específicos para cada ocasião social como batismos, iniciações, casamentos, trabalho no campo.

O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Ficha Técnica
Concepção: Flávia Mazal e Hiles Moraes
Direção Coreográfica e Cênica: Flávia Mazal
Direção musical: Hiles Moraes
Dançarinos: Flávia Mazal, Rafael Rodrigues, Nathalia Freitas, Ton Moura e Vitor Dias
Músicos: Hiles Moraes, Leandro Santos, Rogerio Nascimento, Rharo Pitelli, Daniel Laino e Sarah Roston

Serviço
“Sons d’Oeste”
Dias 23 e 24 de novembro, sábado e domingo, às 16h
Grátis
Sem Retirada de Ingressos
Capacidade: 700 pessoas
Local: Tenda de Convivência
Livre

Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP.
Horários de funcionamento: Terça a sexta, das 13h às 22h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h.
Tel.: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel.: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Créditos: Renato Pereira

 

Sesc Campo Limpo Realiza Leitura do Livro “Úrsula” de Maria Firmino dos Reis

Créditos: divulgação

Com participação de Mulheres Negras na Biblioteca, Fernanda Miranda, Heloísa de Lima e Camila Silva

No dia 21 de novembro, quinta, às 19h30, o Sesc Campo Limpo recebe a coletiva Mulheres Negras na Biblioteca, pesquisadora Fernanda Miranda, cantora Heloísa Lima e instrumentista Camila Silva, para a leitura, bate-papo e apresentação musical do livro “Úsula” de Maria Firmino dos Reis. O encontro é gratuito, livre e há necessidade de retirada de ingresso uma hora antes na Central de Atendimento, terá acessibilidade em Libras.

No mês de novembro, em que celebramos as lutas, conquistas, história e cultura do povo negro, o LiteraCampo realiza um encontro sobre a obra “Úrsula” de Maria Firmina dos Reis, escritora maranhense do século XIX considerada a primeira romancista brasileira.

Publicado em 1859, o livro é apontado por alguns pesquisadores como primeiro romance abolicionista do Brasil e primeiro romance da literatura afro-brasileira, embora pouquíssimos brasileiros conheçam essa história.

O livro conta a história de Tancredo e Úrsula, dois jovens, puros e altruístas. Com a vida marcada por perdas e decepções familiares, eles se apaixonam e tão logo o destino os aproxima, mas se deparam com um empecilho para concretizar seu amor.

Com mediação da coletiva Mulheres Negras na Biblioteca, participação da pesquisadora Fernanda Miranda, e apresentação musical da cantora Heloísa Lima e da instrumentista Camila Silva.

O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Serviço
LiteraCampo
Quinta-feira, dia 21 de novembro, das 19h30 às 21h
Grátis
Livre
Capacidade: 60 pessoas
Retirada de ingresso com trinta minutos de antecedência na Central de Atendimento Local: Tenda Multiuso
Acessibilidade em Libras

Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP
Horários de funcionamento: Terça a sábado, das 13h às 22h. Domingos, das 11h às 20h
Tel: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Créditos: Renato Pereira

Minissérie de ficção “Revolta dos Malês”, dirigida por Belisario Franca e Jeferson De, estreia on demand no site do canal

Cena de “Revolta dos Malês”. Créditos: divulgação

Inspirada na maior rebelião de negros muçulmanos escravizados na Bahia, a produção inédita estará disponível em sesctv.org.br a partir de 19 de novembro. No mesmo dia, às 19h30, haverá um evento de lançamento no Sesc Campo Limpo

Na véspera do Dia Nacional da Consciência Negra, o SescTV lança a minissérie Revolta dos Malês, um docudrama, que mescla cinema e teatro, inspirado em um importante motim liderado por negros escravizados de origem muçulmana, que ocorreu na noite de 24 para 25 de fevereiro de 1835, na cidade de Salvador – BA. Com direção do carioca Belisario Franca e do paulista Jeferson De,a produção, dividida em cinco capítulos de 25 minutos cada, tem como fio condutor a história de Guilhermina, uma mãe que luta para libertar a sua filha da escravidão. A minissérie será disponibilizada na íntegra a partir de 19 de novembro para ser assistida on demand no site do canal (sesctv.org.br). O acesso é gratuito e não há necessidade de cadastro.

No mesmo dia, às 19h30, será realizado um bate-papo que marca o lançamento da minissérie Revolta dos Malês, no Sesc Campo Limpo, na capital paulista, com a participação dos diretores Belisario Franca e Jeferson De.

Belisario Franca comenta que mesmo não sendo um fato desconhecido, esta luta é pouco difundida no território nacional. “A Revolta dos Malês, um evento importantíssimo que mostra o protagonismo dos muçulmanos escravizados no país, é uma dessas histórias que precisam ser contadas, refletidas e fazer parte, inclusive, dos currículos escolares, tanto nas escolas de formação quanto nas universidades”, expõe o diretor.

Considerado o maior levante que ocorreu na Bahia no início do século XIX, a Revolta dos Malês teve motivação religiosa e o objetivo de libertar todos os negros escravizados da religião islâmica, além de matar as pessoas consideradas traidoras – independente da etnia – e, assim, tomar o poder para transformar a Bahia em um estado muçulmano.

Para retratar esse acontecimento, a produção tem como protagonistas descendentes africanos. “Foi um momento de encontro com atrizes e atores afrodescendentes talentosos. Elaboramos uma construção artística que nos levou a um aprofundamento fundamental para nosso ofício. Éramos um grupo empenhado não somente em contar, mas em conhecer nossa própria história”, expõe o diretor Jeferson De. O militante da causa negra no cinema brasileiro completa: “Como diria James Baldwin ‘ […] podemos até conhecer os fracassos de uma pessoa, mas nem sempre conhecemos sua luta’. Foi esta luta de mulheres e homens que queríamos conhecer e contar”.

Na série Revolta dos Malês, Guilhermina (Shirley Cruz), 27, muçulmana escravizada, passa mais de uma década juntando dinheiro para comprar a sua carta de alforria e a de sua filha Teresa (Jamily Mariano), 11, mas seu “senhor”, o fazendeiro Souza Velho (Roberto Pirillo) só concede a liberdade à Guilhermina.

Em meio a este acontecimento, o maior líder religioso islâmico em Salvador, Pacífico Licutan (André Ramiro), é preso pela polícia local.O caso provocou ira nos malês e um grupo deles se reuniu e decidiu convocar todos os homens muçulmanos para uma jihad (guerra santa muçulmana) no último dia do Hamadã (Nono mês do calendário islâmico lunar, considerado por eles como o mais sagrado, durante o qual praticam o jejum em busca da aproximação com Deus). Compraram armas e foram em busca da liberdade dos Malês. Apavorada, Guilhermina vê no motim a única possibilidade de liberdade para sua filha.

A minissérie Revolta dos Malês também vai estrear no SescTV, no dia 23/11, sendo um capítulo a cada sábado, sempre às 20h30, que poderá também ser assistida em sesctv.org.br/aovivo.

Elenco: Shirley Cruz (Guilhermina), Raphael Logam (Victório), Alan Rocha (Domingos); Gabriela Luz (Sabina), Rodrigo dos Santos (Ahuna), Sérgio Ricardo Loureiro (Calafate), Licínio Januário (Adila), Orlando Caldeira (Capataz), Felipe Dutra (Varella), Higor Campagnaro (Guarda), Ricardo Souzedo (Barão de Maragogipe), Lu Vieira (Escrava 2), Afonso Celso Teixeira (Delegado).
Atores convidados: Tatigua Tiburcion (Cida), André Ramiro (Licutan), Zezeh Barbosa (Dona Ludovina) e Roberto Pirillo (Souza Velho).
Crianças: Jamilly Mariano (Teresa), João Pessanhan (Menino do jornal) e Bruna Penteado (Sinhazinha).

Sobre os diretores:
Belisario Franca é cineasta e sócio fundador da Giros Filmes. Dentre seus trabalhos estão séries e filmes premiados, como Além Mar, Melhor Série para TV pela International Documentary Association, de Los Angeles; Estratégia Xavante, Melhor Criação de Arte e Mídia pelo Festival das Nações Unidas; e Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil, vencedor dos prêmios de Melhor Documentário pelo Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e pelo Festival Internacional Black Film de Montreal, ambos em 2017, e exibido em festivais internacionais na Europa, África e América do Norte. Além desses, também dirigiu Amazônia Eterna, exibido em 27 festivais pelo mundo; O Paradoxo da Democracia, selecionado para a 43ª Mostra Internacional de São Paulo 2019, e a série Coleções, exibida pelo SescTV.

Jeferson De estudou cinema na ECA-USP. Como roteirista e diretor recebeu prêmios com os curtas Distraída para a Morte (2001), Carolina (2003) e Narciso Rap (2005). Trabalhou como editor na MTV Brasil. Seu primeiro longa-metragem de estreia, Bróder, teve o roteiro selecionado no Laboratório do Sundance Institute e estreou 2010 no Festival de Berlim. No Brasil, recebeu diversos prêmios, entre eles dois de Melhor Filme. Um na APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outro no Festival de Gramado, além de diversas indicações na Academia do Cinema Brasileiro. Em 2013, dirigiu a série Pedro e Bianca, ganhadora do Emmy Kids Awards e também o Prix Jeunesse Iberoamericano. Em 2015 estreou o thriller O Amuleto (Paris Filmes/Downtown). Em 2018, dirigiu a comédia Correndo Atrás (Globofilmes), baseada no livro de Helio de La Peña. No canal Gloob, dirigiu três temporadas da série infanto juvenil Escola de Gênios. Atualmente, dirige a novela Bom Sucesso, na TV Globo.

Sobre o SescTV:
SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes nomes da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.

Serviço:
Lançamento
Minissérie: REVOLTA DOS MALÊS
Total: 5 capítulos
Duração: 25 minutos cada
Direção: Belisario Franca e Jefferson De
Produtora: Giros Filmes
Classificação indicativa: 10 anos
On Demand
Data: todos os episódios a partir de 19/11, terça
Em: sesctv.org.br

No Sesc Campo Limpo
Bate-papo e exibição do Capítulo 1
Dia: 19/11, terça, às 19h30
Participação: Belisario Franca e Jeferson De
Rua Nossa Sra. do Bom Conselho, 120 – Campo Limpo – São Paulo – SP
Entrada gratuita.

No SescTV
Capítulo 1
Estreia: 23/11, sábado, às 20h30
Reapresentações: 24/11, domingo, às 15h30; 25/11, segunda, às 22h30; 26/11, terça, às 17h; 27/11, quarta, à 0h30; 29/11, sexta, às 4h e às 19h; e 30/11, sábado, às 20h30.

Teaser: bit.ly/SescTV_Males

Também em sesctv.org.br/aovivo
Para sintonizar o SescTV:
Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/aovivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https: facebook.com/sesctv

Informações para imprensa:
SescTV
Jô Santina – Assessoria de Imprensa – 11-2076-3587
imprensa@sesctv.sescsp.org.br
Sesc Calampo Limpo
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Novembro/2019

Créditos: Renato Pereira

Orquestra Saga Leva Samba de Gafieira Para Agitar o Sesc Campo Limpo

Sociedade Amigos da Gafieira. Créditos: divulgação

No repertório clássicos do Cartola e músicas autorais

No dia 17 de novembro, domingo, às 17h, o Sesc Campo Limpo recebe o grupo Orquestra Saga com o show “Sociedade Amigos da Gafieira”. O evento é gratuito, livre e não há necessidade de retirada de ingresso.

O grupo levará ao palco uma coleção de clássicos, presentes no disco “Sociedade Amigos da Gafieira”, lançado em 2011 pelo Sesc. Canções como “Minha”, de Cartola, “Rio de Janeiro (Isto é o Meu Brasil)”, de Ary Barroso, e “Onde Anda o Meu Amor”, do repertório de Orlandivo.

A Orquestra Saga procura resgatar a tradição das grandes bandas dos bailes de gafieira por meio de arranjos elaborados. Liderado pelo cantor e compositor Gabriel Moura, mostra arranjos calcados no som de instrumentos de sopro e também canções autorais, como “Ao Velho Pedro”.

A Saga, Sociedade Amigos da Gafieira, foi formada em 2009 a partir do encontro de 15 instrumentistas de vários grupos musicais de São Paulo e Rio de Janeiro.

O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Serviço
“Sociedade Amigos da Gafieira”
Grátis
Dia 17 de novembro, domingo, às 17h
Livre
Capacidade: 700 pessoas
Local: Tenda de Convivência
Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP
Horários de funcionamento: Terça a sexta, das 13h às 22h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h.
Tel: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Créditos: Renato Pereira

Sesc Campo Limpo Recebe o Espetáculo de Circo “La Gran Arena”

La Gran Arena. Foto: Ligiane Braga

A produção e o cenário são inspirados no circo dos anos 40 e 50

No dia 13 de outubro, domingo, das 16h às 17h, o Sesc Campo Limpo, recebe a Arena Circus com “La Gran Arena”. A apresentação é gratuita, livre e sem necessidade de retirada de ingresso.

O espetáculo inicia com um cortejo com os artistas e a fanfarra de músicos no qual o elenco convida o público para assistirem ao circo recém instalado na cidade. Uma mulher misteriosa de nome Rosalinda se apresenta querendo participar da trupe, com o tempo a tal se revela como uma grande atração, surpreendendo a todos.

O Show e o cenário retro são inspirados nos anos 40 e 50 contando a história do circo e terá a presença da Cigana, Siamesas, Homem Tatuado, Acrobata, Bailarina, Mulher Cobra, Mulher Barbada, Homem Forte e o Equilibrista.

O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Serviço
“La Gran Arena”
Dia 13 de outubro, domingo, das 16h às 17h.
Livre
Grátis
Sem retirada de ingresso
Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP.
Horários de funcionamento: Terça a sexta, das 13h às 22h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h.
Tel.: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br

Créditos: Renato Pereira

Sesc Campo Limpo Promove Programação Especial no Dia das Crianças

“Brincadeiras Praia do Sul”. Créditos: Divulgação

Música, brincadeira, oficina e até uma praia imaginária animam o feriado dos pequenos

No feriado de 12 de outubro, sábado, das 11h às 18h, o Sesc Campo Limpo traz atrações especiais para festejar e comemorar o dia das crianças. Confira:

“Brincadeiras Das Praias do Sul” com Piá Aqui Acolá, das 11h às 18h. Em uma praia imaginária com areia, água, peixes e tubarões as crianças irão brincar de enterrar, descobrir caranguejos, construir castelos, rios, moldar animais marinhos, levar e trazer baldes de água, fazer comidinhas de areias e folhas, construir barquinhos de papel e de madeira, criar esculturas, cavar e tudo o mais o que a imaginação permitir. Grátis, livre e sem necessidade de retirada de senha.

“Brincadeiras Das Praias do Sul: Construção de Birutas” com Piá Aqui Acolá, com dois horários, das 11h às 12h e das 15h às 16h. Em um ambiente de praia, com areia, água, desenhos de sereias negras, peixes e tubarões, iremos reativar as brincadeiras das praias da América do Sul. Nesse espaço, crianças e suas familiares poderão fazer juntos um barquinho para flutuar em nosso mar, materiais para lançarmos ao vento, bolhas de sabão gigantes e enormes birutas cheias de cores e formas para indicarem a direção do vento. Grátis e livre. Com vagas limitadas, entrega de senha no local com 30 minutos de antecedência.

“Pés Descalços” com Grupo Morpheus Teatro, com dois horários, das 11h às 12h e das 16h às 17h. Espetáculo de teatro de animação, voltado para o público infantil que fala de forma simples, da beleza do encontro, da aceitação do outro, do despojar-se de ideias pré-concebidas, da força da imaginação e do ato criativo. A história narra o encontro de um menino e uma menina e da criação de um mundo que eles são capazes de construir dentro de um simples tanque de areia. Grátis e livre. Com vagas limitadas, retirada de ingresso com uma hora de antecedência.

“Pipas na Praia” com Ken Yamazato, engenheiro de pipas, das 12h às 16h. Exposição de papagaios em seus mais diversos formatos do acervo de Ken Yamazato com foco em sustentabilidade, feitas com material reutilizado. Grátis, livre e sem retirada de ingresso.

“Navegar – Uma expedição por Imaginários” com Grupo Esparrama, das 13h às 21h30. Ela tem como ponto de partida o desejo de nos aproximar do modo como as crianças pensam, sentem e vivem a cidade. É criada no formato de um grande barco, metaforicamente utilizado pelo Grupo Esparrama para navegar por São Paulo junto com três artistas (o poeta Daniel Viana, a fotógrafa Sissy Eiko e a ilustradora Marina Faria) para descobrir qual o imaginário infantil sobre a cidade. Com muitas atividades interativas, a exposição convida crianças e adultos a deixarem suas próprias marcas nas obras e a brincar com elas, estimulando o público a imaginar e inventar novas possibilidades de relação com a cidade e, especialmente, com as pessoas. Grátis, livre e sem retirada de ingresso.

“Barbatuquices”, às 17h. Show com o grupo “Barbatuques” é uma “aula-espetáculo” em que o público e integrantes do grupo, vivenciam brincadeiras musicais e descobrem seu corpo sonoro através de uma deliciosa e lúdica imersão na riqueza de nosso repertório popular, além de músicas do próprio grupo. Trata-se de uma experiência musical abrangente e interativa em que pais, filhos, educadores e participantes de todas as faixas etárias são convidados a explorar a diversidade de timbres do corpo como palmas, estalos, sons produzidos pela boca ou pelos pés, entre outros e através deles fazer música e tocar com o Barbatuques. Grátis, livre e sem necessidade de retirada de ingresso.

O endereço do Sesc Campo Limpo é Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Mais informações pelo telefone 5510-2700 ou pelo portal http://www.sescsp.org.br.

Serviço
Dia das Crianças
Grátis
Dia 12 de outubro, feriado, das 11h às 18h
Livre
Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Campo Limpo, São Paulo/SP
Horários de funcionamento: Terça a sexta, das 13h às 22h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h.
Tel: (11) 5510-2700

Atendimento à Imprensa:
Dayane Chagas
Tel: (11) 5510-2734
dayane@campolimpo.sescsp.org.br
Renato Pereira (MTB 28.417)
Tel: (11) 5510-2730
Cel: (11) 95856-6358
renato@campolimpo.sescsp.org.br
Créditos: Renato Pereira