Vai começar o Campeonato Brasileiro 2018

O troféu mais cobiçado do futebol brasileiro. Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Após a festa dos campeões estaduais pelo Brasil no último final de semana, neste final de semana, dias 14 e 15 de abril, começará mais uma edição do Campeonato Brasileiro da Série A, o popular Brasileirão. Do próximo sábado até o início de dezembro, 20 clubes de nove Estados iniciam a busca pelo título mais disputado do futebol pentacampeão do mundo ao longo de 38 rodadas. A fórmula de disputa é a mesma dos últimos anos: turno e returno por pontos corridos.

O BR-18 terá a participação de 15 dos 17 times que já sentiram o gostinho de ter sido campeão brasileiro (os outros dois são Coritiba e Guarani, que disputarão a Série B este ano). Os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro são os que têm mais representantes: quatro equipes, seguido de Minas Gerais, com três; Rio Grande do Sul, Paraná e Bahia, com dois; enquanto Santa Catarina, Pernambuco e Ceará com um time representado. As regiões Norte e Centro-Oeste não possuem clubes na principal divisão do futebol nacional.

De todos os campeões, o Atlético Mineiro é o dono da maior fila de espera: 47 anos – a última (e única) conquista atleticana foi no longínquo ano de 1971. E, desde então, com a atual denominação (Campeonato Brasileiro), apenas Cruzeiro, Flamengo, São Paulo e Santos nunca foram rebaixados para a Série B.

Amanhã, a bola rola com a realização de três partidas. Às 16h, o Cruzeiro receberá o Grêmio no Mineirão. Com as duas equipes na disputa da Taça Libertadores, pode ser que ao longo do Brasileirão ambos atuem em algumas partidas com times mistos ou totalmente reservas. A Raposa foi a última equipe campeã brasileira fora de São Paulo, em 2014. Já o Tricolor dos Pampas, detentor de dois Brasileiros, não vence o campeonato desde 1996.

No Barradão, também no sábado, mas às 19h, Vitória e Flamengo fazem e duelo rubronegro da rodada. O Leão nunca foi campeão brasileiro, o mais longe que conseguiu foi o vice-campeonato em 1993. Enquanto o Mengão é dono de cinco (ou seis) Brasileiros, sendo o último deles erguido em 2009.

Ainda no sábado, o Santos receberá o Ceará no Pacaembu. O Peixe, que conquistou o seu último campeonato em 2004, é detentor de oito troféus (contabilizando as Taças Brasil e Robertões reconhecidos pela CBF) da competição nacional. O Vozão, por sua vez, é uma das cinco equipes do certame que nunca sentiu o gostinho de ter sido campeão brasileiro.

No domingo, a rodada começa já às 11h com o atual campeão brasileiro da Série B, o América Mineiro, medindo forças com o Sport Recife, no Independência, em Belo Horizonte. O Coelho que, apesar de não ter nenhum brasileiro da primeira divisão, é dono de dois títulos da Série B, enquanto o Leão da Praça da Bandeira é o grande vencedor do BR-87, a contragosto de flamenguistas.

No mesmo dia, às 16h, três jogos envolvendo duelos de campeões brasileiros. Na Arena Corinthians, o atual campeão Corinthians encara justamente o adversário do “jogo do título” de 2017, o Fluminense. Enquanto o Timão, com seus sete brasileiros, é o maior campeão brasileiro da era dos pontos corridos, com quatro títulos, o Fluminense, dono de quatro taças, sendo duas erguidas nesta década, é o carioca mais vitorioso do Brasileirão no atual formato.

No Rio de Janeiro, em São Januário, Vasco e Atlético fazem o jogo de detentores de brasileiros que ainda não foram campeões na era dos pontos corridos. Com quatro taças na bagagem, o time cruzmaltino buscará os três pontos contra o Galo, que possui o seu único Brasileiro conquistado em 1971.

A terceira partida das 16h do domingo será protagonizada pelos finalistas do Campeonato Brasileiro de 1988: Internacional e Bahia, no Beira-Rio. Os dois clubes voltam à elite depois de terem disputado a Série B em 2017. O Colorado, que não é campeão brasileiro desde 1979, quando conquistou o torneio pela terceira vez e de forma invicta, façanha que ninguém conseguiu repetir, quer quebra o tabu de quase 40 anos sem o caneco e começa a caminhada diante do Tricolor de Aço, que comemora em 2018 os 30 anos de seu último Brasileiro.

A última partida do dia será realizada às 19h na Arena da Baixada, em Curitiba, entre Atlético Paranaense e Chapecoense. A torcida do Furacão, dono do título de 2001, espera um desempenho melhor de seu time em relação aos últimos anos, enquanto a Chape sonha em conseguir manter a sequência de permanência na primeira divisão.

Na segunda-feira, no Morumbi, São Paulo e Paraná Clube farão o duelo de tricolores da rodada. O clube paulista, que é o único a ter conquistado o Brasileirão por três anos consecutivos (2006, 2007 e 2008), espera sair da má fase com Diego Aguirre e terá como ponto de partida a equipe paranista que, embora não possua nenhum troféu da elite, é, assim como o América Mineiro, dono de duas Séries B.

E, finalmente, o Botafogo encara o Palmeiras, às 20h de segunda-feira, no Engenhão. Se por um lado, o Fogão, dentre os cariocas, é o que está há mais tempo sem ser campeão brasileiro (desde 1995), por outro lado, o alviverde, com o elenco milionário que possui, quer retomar a hegemonia – para a CBF, o Palmeiras é o maior campeão brasileiro, com nove troféus.

A seguir, a data e os horários dos jogos da primeira rodada do Brasileirão 2018.

Data – Horário – Jogo – Local:
14/04 – 16h – Cruzeiro x Grêmio – Mineirão, Belo Horizonte (MG)
14/04 – 19h – Vitória x Flamengo – Barradão, Salvador (BA)
14/04 – 21h – Santos x Ceará – Pacaembu, São Paulo (SP)
15/04 – 11h – América (MG) x Sport Recife – Independência, Belo Horizonte (MG)
15/04 – 16h – Corinthians x Fluminense – Arena Corinthians, São Paulo (SP)
15/04 – 16h – Vasco x Atlético (MG) – São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
15/04 – 16h – Internacional x Bahia – Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
15/04 – 19h – Atlético (PR) x Chapecoense – Arena da Baixada, Curitiba (PR)
16/04 – 20h – São Paulo x Paraná Clube – Morumbi, São Paulo (SP)
16/04 – 20h – Botafogo x Palmeiras – Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Boa sorte aos participantes.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Encerrada a quarta fase da Copa do Brasil

Copa do Brasil: cinco equipes passaram da quarta fase para as oitavas-de-final nesta noite. Foto: Rafael Ribeiro/CBF

E não foi a Europa que teve um dia de decisões nesta quarta-feira (19), na terra brasilis também tivemos disputa de vagas com a realização de cinco jogos válidos pela quarta fase da Copa do Brasil 2017. Cinco equipes avançaram para as quartas-de-final da competição e se juntarão aos representantes brasileiros na Libertadores, além de Santa Cruz (campeão da Copa do Nordeste), Paysandu (ganhador da Copa Verde) e Atlético Goianiense (vencedor do Campeonato Brasileiro da Série B), todos em 2016, na próxima fase do torneio nacional. Dois dos cinco duelos, dois foram decididos nos pênaltis.

Campeão da competição em 2008, o Sport Recife foi até Joinville enfrentar o time da casa. Depois de abrir o placar, o Leão da Ilha sofreu a virada do JEC e, como havia vencido o primeiro jogo pelo mesmo placar (2 a 1), o confronto foi para os pênaltis. Nos tiros penais, destaque para o goleiro Magrão, que defendeu duas cobranças e ajudou o rubronegro pernambucano a avançar depois de fazer 4 a 3 na equipe anfitriã.

Assim como o Sport, o Internacional se classificou nos pênaltis. Depois de empatarem em 1 a 1 nas duas partidas disputadas contra o Corinthians, o Colorado levou a melhor nos tiros penais por 4 a 3 e colaborou para mais uma eliminação corinthiana em sua arena. Essa foi a sexta vez que o Timão sucumbiu na Arena Corinthians em torneios eliminatórios, o segundo pela Copa do Brasil.

Em Curitiba, o Paraná Clube empatou em 0 a 0 com o Vitória no Durival de Brito. Como venceu o compromisso de ida, em Salvador, por 2 a 0, a equipe paranista seguiu adiante no certame.

O Fluminense não tomou conhecimento do Goiás e fez 3 a 0 no clube esmeraldino no Maracanã. Os gols da partida, marcados pelos zagueiros Henrique e Nogueira e do atacante Pedro, aconteceram no segundo tempo. E, assim, o Tricolor das Laranjeiras reverteu a desvantagem do primeiro jogo quando perdera, de virada, por 2 a 1 no Serra Dourada, e avançou para as oitavas-de-final.

Mesmo derrotado no Mineirão pelo São Paulo por 2 a 1, o Cruzeiro continua no certame. O Tricolor do Morumbi saiu na frente com Lucas Pratto, enquanto Thiago Neves, em cobrança de falta que contou com o desvio na barreira empatou para a Raposa, e Gilberto, por sua vez, pôs a equipe paulista na frente. Porém, apesar da vitória, a equipe de Rogério Ceni deu adeus à competição por conta do placar agregado (3 a 2), pois se tivesse feito o terceiro gol, empataria no saldo, mas se classificaria por conta do gol fora de casa.

Com os resultados de hoje, Sport, Internacional, Paraná, Fluminense e Cruzeiro se juntarão aos representantes brasileiros na Libertadores – Chapecoense, Palmeiras, Santos, Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Flamengo, Grêmio e Botafogo – e a Santa Cruz, Paysandu e Atlético Goianiense para disputarem as oitavas-de-final da Copa do Brasil.

O sorteio dos confrontos dessa fase será realizado pela Diretoria de Competições da CBF nesta quinta-feira (20), às 12h, na sede da entidade, no Rio de Janeiro. E às 15h serão definidos os mandos de campo dos oito duelos.

Para o sorteio, as dezesseis equipes serão divididas em dois potes. O pote A é formado pelos oito clubes que disputam a Libertadores e que entram direto nas oitavas. Enquanto o pote B é composto pelos classificados da quarta fase da Copa do Brasil e também por Santa Cruz, Paysandu e Atlético Goianiense. Cada equipe do pote A enfrenta um time do pote B.

Dessa forma, a Copa do Brasil poderá ter clássicos locais logo nas oitavas-de-final. Dependendo do que ocorrer no sorteio, a competição poderá ter nessa fase um Grenal, um Atlético Mineiro e Cruzeiro, um Fla-Flu ou Fluminense e Botafogo.

Parabéns aos classificados.

Por Jorge Almeida