Paris Saint-Germain: campeão francês 2018/2019

Jogadores do Paris Saint-Germain posam para a foto oficial. Créditos; @PSG_English

Antes de entrar em campo neste domingo (21) em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Francês 2018/2019, o Paris Saint-Germain conquistou o seu oitavo campeonato nacional por conta do empate em 0 a 0 entre Lille e Toulouse, em Toulouse, hoje mais cedo e, portanto, não pode ser mais alcançado pelo segundo colocado do certame. Mas, no “jogo do título”, o PSG contou com a jornada inspirada de Mbappé, que fez os três gols da equipe diante do Monaco, que teve seu tento de honra feito por Golovín, neste domingo (21), no Parc des Princes, em Paris. Essa foi o oitavo “Francesão” conquistado pelo multimilionário time da capital francesa.
Antes da partida começar, a torcida do Paris Saint-Germain aplaudiu muito durante a homenagem aos bombeiros, policiais e pessoas que ajudaram no combate ao incêndio da Catedral de Norte-Dame. E as duas equipes entraram em campo com uma homenagem ao templo religioso.

Com a bola rolando, o Monaco quis surpreender logo aos dois minutos com Ballo-Touré que levantou na área, mas Marquinhos afastou. Depois, aos 6, Rony Lopes foi lançado, bateu cruzado, Areola defendeu parcialmente e a zaga alivia na sequência. Após o bom começo do adversário, o PSG entrou no jogo. Aos 8, Subašić se antecipou e cortou antes da chegada de Diaby. Na sequência, Daniel Alves tentou surpreender o goleiro croata e mandou por cima. Foi a última participação do arqueiro no jogo, pois precisou sair por conta de uma lesão na coxa. Mas o seu substituto, Benaglio, nem teve tempo para se aquecer e já precisou buscar a bola nas redes. Aos 15, Mpbappé iniciou o contra-ataque, acionou Diaby e recebeu na área com domínio e tocando com a direita, sem chances para o goleiro. Belo gol do camisa 7.

E o artilheiro do Campeonato Francês estava inspirado e queria mais. Aos 18, ele recebeu na área, mas foi abafado por Benaglio no momento do chute com a esquerda. Mbappé recebey lançamento de Verratti, aos 23, tentou passar por Glik, mas foi desarmado pelo zagueiro do Monaco. No lance seguinte, aos 25, Gerson Martins cruzou e Marquinhos quase marcou contra, mas a redonda foi devagar e permitiu a defesa de Areola.

Depois da boa chance da equipe de Leonardo Jardim, os parisienses partiram para o ataque. Aos 32, Mbappé recebeu ótimo lançamento de Paredes do meio-de-campo, porém, bateu cruzado para fora. No entanto, seis minutos depois, o camisa 7 recebeu de Paredes, tabelou com Daniel Alves e tocou na saída de Benaglio para marcar o seu segundo tento no jogo: 2 a 0 para o PSG.

Com o placar adverso, o clube do Principado até tenta reagir, mas acaba por falhar na conclusão das jogadas, como aos 39, quando Ballo-Touré errou um passe fácil e desperdiçou uma ótima chance para o Monaco. O Paris Saint-Germain respondeu aos 42 com Mbappé, que chutou fraco e sem ânguo para a defesa de Benaglio. E, antes do fim do primeiro tempo, aos 44, o Monaco ainda teve uma boa chance com Gelson Martins, que pegou a sobra na área e obrigou Areola espalmar por cima do gol. Mas a etapa inicial terminou com vitória parcial dos donos da casa por 2 a 0.

Na volta para o segundo tempo, as duas equipes vieram alteradas: pelo PSG Kurzawa deu lugar a Neymar e Carlos Vinícius substituiu o apagado Falcao García. Bastante aplaudido pela torcida, Neymar se esforçou e tentou algumas jogadas, mas o sistema defensivo do Monaco mostrou-se eficiente nos primeiros minutos da etapa complementar.

No entanto, o Paris Saint-Germain fez uma verdadeira blitz. Aos sete, Mbappé avançou pela esquerda, entrou na área e mandou na trave e, na sobra, Daniel Alves tabelou com Dagba e bateu para fora. No minuto seguinte, Diaby marcou após passe de Neymar, mas estava em impedimento. Até que, aos 11, Verratti deu excelente passe para Dani Alves e o lateral brasileiro só rolou para o camisa 7 completar para as redes e fazer o hat-trick: 3 a 0.

Apesar dos três gols sofridos, o Monaco não se abateu e tentou amenizar o prejuízo. Aos 17, Golovín arriscou da entrada da área, mas mandou para longe do gol. Dois minutos depois, a bola ficou “viva” na área do PSG, Carlos Vinícius não conseguiu a finalização e Marquinhos se deu bem no lance. Em outra jogada, aos 24, Golovín, completamente livre na área, desviou de cabeça depois de cruzamento da esquerda. O PSG respondeu no minuto seguinte, Diaby tentou acionar Neymar, mas exagerou na força do passe e o brasileiro, apesar de tentar saltar, não alcançou.

E, justamente no “jogo do título”, o PSG voltou a ter em campo o seu principal trio de ataque: Mbappé, Neymar e Cavani, que voltou a jogar depois de se recuperar de lesão. Mas, aos 35, foi o alvirrubro do Principado que fez o seu gol de honra. Marquinhos bateu cabeça com Kehrer e a bola acabou sobrando para Golovín e o russo não perdoou e fez o tento. A equipe da Cidade-Luz até chegou a marcar o quarto gol aos 40 minutos, mas a arbitragem marcou o impedimento. Daí, a partida seguiu até os 49 minutos com a equipe da casa fazendo a festa. Fim de jogo no Pac des Princes: PSG 3, Monaco 1. O Paris Saint-Germain conquista o Campeonato Francês pela oitava vez.

Depois de tropeçar nos últimos três jogos quando precisaria de apenas dois pontinhos para ser campeão, finalmente, o Paris Saint-Germain conseguiu o objetivo. E isso porque o título já veio antes mesmo de o clube de Paris entrar em campo contra o Monaco. Mas, para não decepcionar seus torcedores mais uma vez, a equipe de Thomas Tuchel entrou em campo em ritmo de treino e em uma tarde inspiradíssima de Mbappé, que anotou três gols no jogo e se isolou ainda mais na artilharia do campeonato ,com 30 gols. O jogo também marcou as voltas de Neymar e Cavani, que ficaram de fora durante boa parte da competição por conta de lesão. Apesar de ter finalizado mais a gol, o poderio ofensivo do Monaco não chegou a incomodar o sistema defensivo do PSG, mas ainda assim, o clube do Principado chegou a descontar com Golovín.

Com a vitória, o PSG chegou aos 84 pontos e, caso vença os cinco jogos restantes, chegará a incrível marca de 99 pontos, o que lhe poderá render a melhor marca da história da Ligue 1. Além disso, o Paris Saint-Germain ainda terá a final da Copa da França, no próximo sábado (27), contra o Rennes.

A seguir, o resumo da campanha, a classificação geral do campeonato* e a ficha técnica do “jogo do título” do campeão.

Data – Jogo – Local:
12/08/2018 – Paris Saint-Germain 3×0 Caen – Parc des Princes, Paris
18/08/2018 – Guingamp 1×3 Paris Saint-Germain – Stade du Roudourou, Guingamp
25/08/2018 – Paris Saint-Germain 3×1 Angers – Parc des Princes, Paris
1º/09/2018 – Nimes Olympique 2×4 Paris Saint-Germain – Stade des Costiêres, Nimes
14/09/2018 – Paris Saint-Germain 4×0 Saint-Etienne – Parc des Princes, Paris
22/09/2018 – Rennes 1×3 Paris Saint-Germain – State de La Route de Lorient, Rennes
26/09/2018 – Paris Saint-Germain 4×1 Reims – Parc des Princes, Paris
29/09/2018 – Nice 0x3 Paris Saint-Germain – Allianz Riviera, Nice
07/10/2018 – Paris Saint-Germain 5×0 Lyon – Parc des Princes, Paris
20/10/2018 – Paris Saint-Germain 5×0 Amiens – Parc des Princes, Paris
28/10/2018 – Olympique de Marseille 0x2 Paris Saint-Germain – Velódrome, Marselha
02/11/2018 – Paris Saint-Germain 2×1 Lille – Parc dos Princes, Paris
11/11/2018 – Monaco 0x4 Paris Saint-Germain – Louis II, Mônaco
24/11/2018 – Paris Saint-Germain 1×0 Toulouse – Parc des Princes, Paris
02/12/2018 – Bourdeaux 2×2 Paris Saint-Germain – Matmut Atlantique, Bordéus
05/12/2018 – Strasbourg 1×1 Paris Saint-Germain – Stade de La Mainau, Estrasburgo
20/02/2018 – Paris Saint-Germain 5×1 Montpellier – Parc des Princes, Paris
12/03/2019 – Dijon 0x4 Paris Saint-Germain – Stade Gaston-Gérard, Dijon
22/12/2018 – Paris Saint-Germain 1×0 Nantes – Parc des Princes, Paris
12/01/2019 – Amiens 0x3 Paris Saint-Germain – Stade de La Licorne, Amiens
19/01/2019 – Paris Saint-Germain 9×0 Guingamp – Parc des Princes, Paris
27/01/2019 – Paris Saint-Germain 4×1 Rennes – Parc des Princes, Paris
03/02/2019 – Lyon 2×1 Paris Saint-Germain – Parc Olympique Lyonnais, Décines-Charpieu
09/02/2019 – Paris Saint-Germain 1×0 Bordeaux – Parc des Princes, Paris
17/02/2019 – Saint-Étienne 0x1 Paris Saint-Germain – Geoffroy Guichard, Saint-Étienne
23/02/2019 – Paris Saint-Germain 3×0 Nimes – Parc des Princes, Paris
02/03/2019 – Caen 1×2 Paris Saint-Germain – Stade Michel D’Ornand, Caen
17/04/2019** – Nantes 3×2 Paris Saint-Germain – Stade de La Beaujoire, Nantes
17/03/2019 – Paris Saint-Germain 3×1 Olympique de Marseille – Parc des Princes, Paris
31/03/2019 – Toulouse 0x1 Paris Saint-Germain – Stade Municipal de Toulouse, Toulouse
07/04/2019 – Paris Saint-Germain 2×2 Strasbourg – Parc des Princes, Paris
14/04/2019 – Lille 5×1 Paris Saint-Germain – Stade Pierre-Mauroy, Villeneuve
20/04/2019 – Paris Saint-Germain 3×1 Monaco – Parc des Princes, Paris
28/04/2019 – Montpellier x Paris Saint-Germain – Stade de La Mosson, Montpellier***
04/05/2019 – Paris Saint-Germain x Nice – Parc des Princes, Paris***
11/05/2019 – Angers x Paris Saint-Germain – Jean-Bouin Stadium, Angers***
18/05/2019 – Paris Saint-Germain x Dijon – Paris Saint-Germain, Paris***
25/05/2019 – Reims x Paris Saint-Germain – Stade Auguste-Delaune II, Reims***
** Partida adiada
*** Partidas a serem disputadas

Pos. – Equipe – Pontos:
1. Paris Saint-Germain – 81 pontos (campeão)
2. Lille – 65
3. Saint-Étienne – 57
4. Lyon – 57
5. Olympique de Marseille – 54
6. Montpellier – 51
7. Reims – 48
8. Nice – 48
9. Nímes – 46
10. Strasbourg – 44
11. Rennes – 43
12. Angers – 41
13. Nantes – 40
14. Bordeaux – 38
15. Toulouse – 36
16. Monaco – 32
17. Amiens – 32
18. Dijon – 28
19. Caen = 26
20. Guingamp – 24
* Até a 33ª rodada

FICHA TÉCNICA: PARIS SAINT-GERMAIN 3×1 MONACO
Competição/Fase: Campeonato Francês 2018/2019 – 33ª rodada
Local: Parc des Princes, Paris, França
Data: 21 de abril de 2019, domingo – 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Benoit Bastiem
Cartão Amarelo: Glik (Monaco)
Gols: Mbappé, aos 15 min (1-0), aos 38 min do 1º tempo (2-0) e aos 11 min do 2º tempo (3-0); e Golovín, aos 35 min do 2º tempo (3-1)
PARIS SAINT-GERMAIN: 16.Aréola; 4.Kehrer, 5.Marquinhos e 3.Kimpembé; 8.Paredes (9.Cavani), 6.Verratti (23.Draxler), 31.Dagba, 20.Kurzawa (10.Neymar), 13.Dani Alves e 27.Diaby; 7.Mbappé. Técnico: Thomas Tuchel
MONACO: 1.Subašić (Benaglio); 39.Henrichs, 25.Glik, 32.Badiashile e 2.Ballo; 15.Silva, 5.Jemerson, 29.Gelson Martins, 7.Rony Lopes e 17.Goloviín. 9.Falcao García. Técnico: Leonardo Jardim

Parabéns ao Paris Saint-Germain Football Club pela conquista.

Por Jorge Almeida

Anúncios