Instalação “Oasi (Oásis)” no Instituto Tomie Ohtake

Vista parcial da instalação “Oasi (Oásis)” no Instituto Tomie Ohtake. Foto: Jorge Almeida

O Instituto Tomie Ohtake apresenta até o próximo dia 16 de julho, domingo, a instalação “Oasi (Oásis)” , da artista Licia Galicia e do músico especialista em eletrônica Michelangelo Lupone, que foi idealizada como um local de experimento imersivo e multissensorial, que pode modificar em função dos fatos que ocorrem em seu interior.

Todas as partes da instalação estão integradas e agregam a audição, o tato e a visão. A obra traz dois espaços adjacentes e interconectados, diferenciados, cada uma delas por um ponto de convergência no qual o expectador pode constituir um diálogo pessoal com a música e dar vida às suas modificações, detendo sua consistência com as formas plásticas e às qualidades de matérias.

Na primeira área, meios vibrantes implantam-se nas paredes e no chão, adotando um caminho sinuoso de velas movidas pelo vento. No segundo espaço, os elementos móveis estão pendurados no centro de um núcleo que acolhe o expectador.

A mostra tem parceria com o Istituto Italiano di Cultura, de São Paulo.

SERVIÇO:
Exposição:
Oasi (Oásis)
Onde: Instituto Tomie Ohtake – Avenida Brigadeiro Faria Lima, 201 (entrada pela Rua Coropés, 88) – Pinheiros
Quando: até 16/07/2017; de terça a domingo, das 11h às 20h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s