Sinopse de “Man On The Run – Paul McCartney nos Anos 1970”, de Tom Doyle

Obra de Tom Doyle aborda um período conturbado de Paul McCartney

A obra de Tom Doyle, lançada em português em 2014 pela Editora Leya (a versão original saiu em 2013), apresenta em 352 páginas divididas em 15 capítulos e alguns itens extras, um período mais perturbadores de um dos artistas mais famosos do século XX, Sr. Paul McCartney, o eterno ex-Beatle, nos anos 1970, ou seja, logo após o fim dos Fab Four.

Após o término dos Beatles, no início da década de 1970, aos 27 anos, Paul McCartney está deprimido, conturbado por conta dos perrengues judiciais envolvendo ele e seus ex-companheiros de banda. E, com o apoio incondicional de sua eterna Linda, Macca resolveu voltar à ativa e se tornou líder de uma nova banda, o Wings.

O livro de Doyle, através de registros e entrevistas feitas com o próprio McCartney, retrata como foi a década de 1970 para um dos músicos mais influentes do mundo pop.

Ao longo da obra, na verdade, em boa parte dela, o Wings foi o protagonista. Desde quando Paul McCartney resolveu contratar os músicos que fariam parte de sua nova empreitada pós-Beatles até o fim do grupo. Com declarações reveladoras, a publicação retrata como Paul lidou com as críticas feitas aos trabalhos de sua banda, especialmente as análises que questionavam o desempenho de Linda McCartney como musicista do grupo – era a tecladista -, e também como funcionava a hierarquia imposta por ele aos demais integrantes, a “filosofia” hippie do Wings, que faziam turnês pela Europa em seu próprio ônibus, com direito ao casal McCartney levar seus filhos juntos.

Além do período dos Wings, o livro detalha os motivos pelos quais levou McCartney tomar a dura decisão de processar os Beatles, a constante pressão para retomar a banda, as trocas de farpas entre Macca e Lennon pela imprensa e como lidou com a trágica morte do melhor amigo em 1980.

A obra mostra a forma que Paul McCartney encontrou para superar o passado, ter coragem e determinação para seguir em frente após esse período conturbado e, assim, tornando-se um dos mais respeitados músicos da atualidade e de todos os tempos.

Além dos 15 capítulos e introdução, o livro traz também epílogo, discografia selecionada e apresentações selecionadas (apenas de Paul McCartney e dos Wings), bibliografia, índice remissivo e agradecimentos.

A seguir, a ficha técnica do livro.

Livro: Man On The Run – Paul McCartney nos Anos 1970
Autor: Tom Doyle
Editora: Leya
Lançamento: 2014 (versão em português)
Edição:
Número de páginas: 352
Preço médio: R$ 59,90

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s