Sinopse de “A História do AC/DC – Let There Be Rock”

Capa do livro de Susan Masino sobre o AC/DC

A jornalista norte-americana Susan Masino é a autora da obra que conta a biografia da banda criada pelos irmãos Young no começo da década de 1970. Lançada em 2009 na versão em português pela editora Companhia Nacional, o livro contém quase 300 páginas em que Susan conta a respeito de um dos grupos mais emblemáticos na história do rock, o AC/DC.

Susan Masino é uma das mais importantes jornalistas especializadas em rock nos Estados Unidos. Seu convívio com bandas como Kiss, Van Halen e o próprio AC/DC a impulsionou para escrever o livro “Rock ‘N’ Roll Fantasy: My Life With AC/DC, Van Halen and Kiss”. O primeiro contato dela com o AC/DC ocorreu na turnê da banda em 1977. E, desde então, ao longo dos anos, ela manteve o contato com o grupo, especialmente nas ocasiões em que a banda fazia turnê nos Estados Unidos.

A publicação, que fez sucesso na Europa e nos Estados Unidos, narra a história do grupo, desde os seus primórdios, em Sydney, no início dos anos 1970, além de detalhes como a trágica morte de Bon Scott, em 1980.

A autora também detalha como foi a escolha de Brian Johnson como o novo frontman, assim como foi o processo de gravação de um dos discos que é considerado um divisor de águas na carreira do AC/DC e (por que não?) do rock: “Back In Black” (1980).

Como as outras “trocentas” biografias do AC/DC, o livro de Masino relata desde a mudança do clã Young da Escócia para a Austrália e o acesso dos irmãos com a música, inclusive a importância do Easybeats (banda da qual o irmão mais velho, George, fez parte). Todavia, um ponto considerável dessa biografia é quando descreve a turbulenta infância e adolescência de Bon Scott, o saudoso vocalista da banda, que era o “raio” do logotipo do grupo.

Na publicação, além das entrevistas com todos os integrantes do AC/DC, Masino trouxe variadas fontes de resenhas, artigos e comentários relacionados ao grupo em publicações relevantes como Kerrang! ou Rolling Stone, inclusive os fanzines veiculados na Austrália que, em 1975, que destacavam os momentos iniciais do grupo. Esse tipo de material autentica o peso das afirmações que permeiam a obra.

Todavia, o livro peca em alguns aspectos. Como os capítulos não são indicados por datas, mas sim por títulos de canções e de álbuns, o leitor não consegue ter o auxílio para se “localizar” na vasta história do grupo, que já ultrapassa as quatro décadas de existência, assim, dependendo das circunstâncias, volta-se duas ou três páginas para raciocinar melhor a leitura.

Outro aspecto negativo está no costume intermitente da autora em travar a narrativa para dialogar com o leitor, o que leva, às vezes, a interpretar de que a biografia não se trata da história do AC/DC, mas sim, uma confissão aberta de sentimentos de Masino. Isso pode ser constatado, por exemplo, em uma das fotografias que traz Angus, Malcolm, Susan e seu filho.

A intimidade de Masino com a banda, em termos de amizade, transmite a sensação de ser um livro “chapa branca”. Isso é nítido nos pontos de vista extremamente pessoais, incluindo aí piadas e comentários desnecessários ao longo do livro. Além disso, Susan não deixa claro, por exemplo, o motivo que levou a saída do ex-baterista Simon Wright da banda.

Apesar desses, digamos, deslizes, é um bom livro para quem quer saber mais da história do AC/DC. Recomendo sim.

A seguir, a ficha técnica da obra.

Livro: A História do AC/DC – Let There Be Rock
Autora: Susan Masino
Editora: Companhia Editora Nacional
Ano de lançamento: 2009
Edição:
Número de páginas: 292
Preço médio: R$ 44,00

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s