Um Atletiba (que não aconteceu) para ficar na história

Jogadores de Atlético Paranaense e Corotiba, unidos, saúdam o torcedor que compareceu na Arena da Baixada para o Atletiba que não aconteceu. Créditos: Reprodução
Jogadores de Atlético Paranaense e Corotiba, unidos, saúdam o torcedor que compareceu na Arena da Baixada para o Atletiba que não aconteceu. Créditos: Reprodução

Neste domingo (19), às 17h (horário de Brasília), era para acontecer mais um clássico Atletiba na Arena da Baixada pela quinta rodada do Campeonato Paranaense 2017. Todavia, o confronto entre Atlético Paranaense e Coritiba não aconteceu devido à uma decisão da Federação Paranaense de Futebol de não permitir que os dois clubes transmitissem o clássico por meio de seus canais nas redes sociais (canais do Youtube e perfis do Facebook dos clubes). A entidade enviou um ofício para a equipe de arbitragem não dar o início do jogo enquanto as câmeras estivessem em campo.

De acordo com a Federação, o contrato com a Rede Globo de Televisão veta esse tipo de situação. A norma revoltou os dois lados.

E o mais bizarro disso é que, nem o Furacão e nem o Coxa têm contrato com a emissora depois de recusarem assiná-lo perante a uma proposta de cerca de um milhão de reais que foi tratada como ‘absurda’.

Enquanto o treinador do Atlético, Paulo Autuori, retirou seus jogadores do gramado e voltou para o vestiário. Já Paulo César Carpegiani, comandante do Coritiba, aguardava por uma definição do outro lado.

Para a imprensa que acompanharia o clássico, os dirigentes dos dois clubes explicaram o imbróglio. E, em uma decisão conjunta, fariam a transmissão gratuita pelo Facebook e o Youtube, pois ambos não venderam os direitos de transmissão para a Globo que, segundo o diretor de marketing do Atlético Paranaense, Mauro Holzzman, se referiu como “esmola” a quantia que a emissora da família Marinho estaria disposta a pagar. Os presidentes das duas agremiações trocaram telefonemas e corroboraram a posição.

Depois de 45 minutos de indefinições, o Atletiba foi cancelado e os atletas voltaram juntos, aleatoriamente, a campo para saudar os torcedores que, juntos, saíram em perfeita harmonia.

Parabéns para Atlético Paranaense e Coritiba pela atitude de não realizar o clássico e, consequentemente, não acatar a ordem da Federação Paranaense. Aliás, os dois times não têm culpa se a federação fez o acordo com a Globo sem consultá-los, caso isso tenha acontecido, é claro. E, se não estou enganado, os direitos de imagem da partida pertence aos clubes, e não às federações. Só torço para que isso não gere medidas e punições drásticas para os clubes por conta de “maracutaias” dos cartolas de sua federação.

Aos poucos, os clubes e os torcedores têm tomado consciência de que não podem mais serem reféns da Globo.

Infelizmente, para o futebol dentro de campo, o Atletiba não foi realizado, mas esse “não-duelo” não deixou de ser histórico por conta das circunstâncias que esse ato poderá tomar daqui em diante.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s