Exposição “Convocatória Para Um Mobiliário Brasileiro” no MASP

“A Segunda Crucificação” (2016), de Natalie Salazar, em exposição no MASP. Foto: Jorge Almeida
“A Segunda Crucificação” (2016), de Natalie Salazar, em exposição no MASP. Foto: Jorge Almeida

O Museu de Arte de São Paulo (MASP) está com a exposição “Convocatória Para Um Mobiliário Brasileiro” em cartaz até o próximo dia 29 de janeiro. A mostra traz 25 obras que fazem parte do projeto do artista Jonathas de Andrade.

O museu recebeu propostas para um novo mobiliário brasileiro entre os dias 2 de setembro e 13 de novembro de 2016. Para o projeto, foram aceitas inscrições tanto de móveis inéditos, executados ou não, quanto peças já existentes, de autoria desconhecida e de profissionais ou amadores, tais como marceneiros, designers, estudantes, arquitetos, artesãos, serralheiros, desenhistas e interessados em desenhar ou produzir móveis.

Ao longo desse prazo foram recebidas mais de 700 inscrições com as propostas mais variadas – desde populares até comentários sobre a morte e a vida -, que trazem a temperatura caótica dos dias atuais, e o júri composto por Camila Bechelany, Maurizio Zelada, Patrícia Amorim, Tatiana Sakurai e o próprio Jonathas de Andrade tiveram o trabalho de chegar a um conjunto representativo em meio à enorme quantidade e variedade de inscrições.

Os selecionados receberam a recompensada fixada em R$ 400,00, como maneira de contemplar mais propostas diante dos limites de orçamento.

Cada sugestão enviada – escolhida ou não – representa um reforço muito importante para a Convocatória, um projeto que procura atingir de forma que os jeitos em torno do mobiliário brasileiro e de seu uso cotidiano – “popular” ou não –  ofereçam elementos para pensar a complexidade do Brasil de hoje. Todas as inscrições serão publicadas no site do projeto (www.convocatoriamobiliario.com.br), assim como em um arquivo-pasta que poderá ser consultado na exposição, inclusive aquelas que não foram classificadas para a avaliação do júri.

Entre os mobiliários selecionados, o público poderá conferir itens como uma banqueta para lavar os pés no meio do banho, uma poltrona para assinar uma demissão, uma mesa que aguente sereno, um fundo falso que ajuda a esconder um segredo, entre outras coisas.

Em meio aos destaques estão “Trancaço” (2016), de Mariana Lacerda Gonçalves e Pedro Marques que tem como coautores os alunos do Colégio Estadual Fernão Dias (e das escolas ocupadas do Estado de São Paulo); “Cama de Guarda Roupa” (2016), de Marcelo Zocchio em coautoria da Marcenaria Quiari; e “A Segunda Crucificação” (foto), de Natalie Salazar.

SERVIÇO:
Exposição:
Convocatória Para Um Mobiliário Brasileiro
Onde: Museu de Arte de São Paulo (MASP) – Avenida Paulista, 1578 – Cerqueira César
Quando: até 29/01/2016; de terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até às 17h30); quinta-feira, das 10h às 20h (bilheteria aberta até às 19h30)
Quanto: R$ 30,00 (inteira); R$ 15,00 (meia-entrada/estudantes/professores e maiores de 60 anos); menores de 10 anos não pagam ingresso; entrada gratuita às terças-feiras
Estacionamento: Convênios para visitante MASP, período de até 3h. É preciso carimbar o ticket do estacionamento na bilheteria ou recepção do museu.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s