Exposição “Santos-Dumont na Coleção Brasiliana Itaú” no Itaú Cultural

Réplica do famoso Demoiselle, considerado o primeiro ultraleve da história. Foto: Jorge Almeida
Réplica do famoso Demoiselle, considerado o primeiro ultraleve da história. Foto: Jorge Almeida

O Itaú Cultural está com a exposição “Santos-Dumont na Coleção Brasiliana Itaú” em cartaz até o próximo dia 29 de janeiro. A mostra interativa apresenta cerca de 600 itens relacionados ao “pai da aviação”, entre fotos, audiovisuais, documentos e destaca as outras facetas pouco conhecidas dele, que também criou várias outras invenções.

A exposição apresenta imagens de balões, dirigíveis e aeroplanos que mostram detalhes não apenas dos projetos e de sua maior invenção, o 14 Bis, mas também de sua personalidade.

Ao entrar na mostra, o visitante encontra uma porta de hangar, onde faz o check-in, respondendo três questões sobre Santos-Dumont. Depois, ele recebe uma espécie de cartão de embarque, com uma gravura extraída de um antigo jornal com o retrato dele, com versão também em Braile.

A exposição ainda traz patentes de projetos, títulos de patente, objetos e fotografias do pai da aviação, que também se dedicou à inovação, ao design e à ciência. Além disso, ainda há uma reprodução de sua biblioteca, com publicações que o inspiraram, além de algumas de sua autoria. Por meio de sua trajetória, o percurso expositivo faz um passeio pela história de Santos-Dumont, como a fazenda Cabangu, onde cresceu e se apaixonou pela mecânica, e a Belle Époque francesa, em que conquistou sua fama.

Entre outros itens da mostra, há também reproduções de reportagens sobre Santos-Dumont que, fazia uma espécie de clipping sobre a sua pessoa, pois, contratava os serviços de empresa especializada em realizar pesquisas nos periódicos da época que falavam dele ou de suas invenções.

A mostra ainda exibe miniaturas de outros eventos como o conversor marciano, além de medalhas e moedas que homenageiam o pai da aviação, partituras da canção “La Marche de Avieturs”, escrita em homenagem a Santos-Dumont.

Entre os destaques está a réplica do tamanho original do Demoiselle (foto), a sua primeira obra-prima e considerado como o primeiro ultraleve, e também o documentário intitulado “Santos-Dummont” (1995), dirigido por Roberto Moreira, com 13 minutos de duração e que explica porquê Santos Dummont é considerado o “pai da aviação” e a diferença entre ele e os Irmãos Wright.

SERVIÇO:
Exposição:
Santos-Dumont na Coleção Brasiliana Itaú
Onde: Itaú Cultural – Avenida Paulista, 149 – Paraíso
Quando: até 29/01/2016; de terça a sexta-feira, das 9h às 20h; sábados e domingos, das 11h às 20h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s