Exposição “Diálogos Ausentes” no Itaú Cultural

Obra “Sem título”, de Dalton Paula em exibição no Itaú cultural. Foto: Jorge Almeida
Obra “Sem título”, de Dalton Paula em exibição no Itaú cultural. Foto: Jorge Almeida

A mostra “Diálogos Ausentes” traz cerca de 30 obras de artistas negros brasileiros das artes visuais, cênicas e do audiovisual, que propõe uma investigação sobre a produção contemporânea afro-brasileira. A exposição está em cartaz até o próximo dia 29 de janeiro no Itaú Cultural.

Em maio de 2015, o Itaú Cultural incluiu na programação teatral a peça “A Mulher do Trem”, da companhia paulista Os Fotos Encenam, provocou uma onda de protestos nas redes sociais por conta do uso de blackface (maquiagem da qual atores brancos lança mão para interpretar, de forma burlesca, personagens afrodescentes). Em virtude do imbróglio, a instituição optou em substituir a atração por um debate sobre o aspecto do negro na arte.

Após reunião com artistas, intelectuais e ativistas incluídos à luta contra o racismo, integrantes de distintos cernes da entidade formaram o Comitê de Questões Raciais, que hoje em dia se constitui em grupos de trabalho comprometidos em desenvolver iniciativas de combate ao racismo estrutural.

E uma dessas ações foi a série que dá nome à mostra que, ao longo do ano passado, realizou palestras e debates sobre a obra e a presença do negro nas artes visuais, no teatro e no cinema brasileiro.

Assim, a exposição apresenta trabalhos de alguns artistas que participaram dos encontros e que muitos deles extrapolam as categorizações que lhes são conferidas, sendo importante apontamento de como se define a própria arte contemporânea.

A mostra permite o visitante a dar uma conferida na rica e robusta produção artística de afrodescendentes levando manifestações que podem ser explanadas como um resumo dessa arte que, de acordo com as palavras das curadoras Diane Lima e Rosana Paulino, “transforma diálogos ausentes em diálogos presentes”.

Em meio aos destaques estão “Trans Iluminado” (2011), uma gravura em metal e matrizes, de Eneida Sanches; “Cores e Brotas” (2010), um vídeo de 15 minutos, de Juliana Vicente; e um óleo sobre tela “Sem título” e sem data (foto), de Dalton Paula.

SERVIÇO:
Exposição:
Diálogos Ausentes
Onde: Itaú Cultural – Avenida Paulista, 149 – Paraíso
Quando: até 29/01/2017; de terça a sexta, das 9h às 20h (com permanência até às 20h30); sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s