Top 10 – George Michael

O cantor britânico George Michael morreu na manhã de Natal de 2016 aos 53 anos. Foto: Rex
O cantor britânico George Michael morreu na manhã de Natal de 2016 aos 53 anos. Foto: Rex

Depois de quase 15 dias morte do cantor pop George Michael, consegui arrumar um tempo e fazer o desafio proposto pelo meu amigo Carlos Garcia: de fazer um top 10 das músicas do cantor falecido no último dia 25 de dezembro. A lista das dez canções não foi feita por questão de preferência ou de ordem cronológica, mas sim aleatoriamente. Vamos a elas.

1. “Wake Me Up Before You Go-Go“. Música do álbum “Make It Big” (1984), do grupo pop Wham!, do qual George fez parte no começo dos anos 1980. A canção é um “popzinho” alegre. Típicas daquelas músicas que você liga no volume alto em casa para acordar os demais que estão dormindo. O videoclipe me fez lembrar vagamente de “Little Crazy Thing Called Love”, do Queen, pelo menos na configuração do cenário. Sinceramente, no clipe, o George Michael me faz lembrar do Rick Marcos, personagem de A Praça É Nossa que satiriza outro cantor pop: Rick Martin.

2. “Careless Whisper”. Outra música do Wham! e composta pela dupla Michael e Andrew Ridgeley. Porém, quem não conhece a carreira de George Michael (como eu) confunde se a canção é da carreira solo de Michael ou se é do Wham! Isso porque, além de ter apenas a voz dele, no videoclipe, George é o protagonista. Aliás, trata-se, talvez, do maior hit da carreira musical de GM. Balada inconfundível dos anos 1980. O “solinho” de sax dela para George Michael é o equivalente ao que o riff de “Smoke On The Water” é para o Deep Purple. Ou seja, é daquelas músicas que, ao ouvir o primeiro acorde, vai saber de quem é. Aliás, passados mais de 30 anos de seu lançamento, para uns, ela soa “meio cafona”. Até hoje é um clássico das rádios “easy listening”.

3. “One More Try”. Essa é do álbum “Faith” (1987), o primeiro da carreira solo de George Michael. Triste balada em que o interlocutor narra que já sofreu tanto por amor e que se apaixona por uma nova pessoa, mas com medo de sofrer uma nova decepção amorosa, abre mão de tentar mais uma vez. Para os “padrões brasileiros”, a temática da música seria ao que chamamos de “sofrência”.

4. “Father Figure”. Grande balada de “Faith”. George Michael aproveita da imagem de “sex symbol” e, com uma voz “sussurrante”, cantarola que será como uma “figura paterna” para a garota, e que vai amá-la e a seduz ao dizer que vai pegar em sua mão. O backing vocal também colabora para o clima de sedução que a letra aborda.

5. “I Want Your Sex (I & II)”. Tema pop presente também em “Faith”. O título da música já diz por si só. O protagonista clama por sexo para a amada. No videoclipe, a então namorada de George Michael, Kathy Jeung, participa. A temática sexual causou polêmica e, em alguns países, o clipe saiu editado.

6. “Jesus To A Child”. Balada melancólica presente no álbum “Older” (1996) em que George Michael escreveu em homenagem ao falecido namorado, o brasileiro Anselmo Feleppa, que morreu em decorrência da AIDS na década de 1990. A música foi escrita com ritmo e harmonia influenciada pela Bossa Nova.

7. “Outside”. Ousado. Isso é o que me atrevo a dizer o que George Michael foi ao fazer essa música. Depois de ter sido preso em flagrante por atentado ao pudor por um policial à paisana em um banheiro público de Beverly Hills, o que levou à tona de que o cantor era homossexual, em 1998, George não só assumiu que era gay como usou o episódio que, a princípio, poderia ser constrangedor em virtude da fama conquistada perante o público feminino – já que muitas mulheres viam nele um “símbolo sexual” -, como usou o mesmo banheiro para a realização do videoclipe dessa música, que se inicia com uma paródia de um filme europeu erótico dos anos 1970. Até ser interrompido repentinamente. Um policial mostra o distintivo e, em seguida, aparecem outros policiais realizando prisões e, na sequência, aparece o músico. A partir daí, com o ritmo dançante, o clipe segue com os casais se beijando: heterossexuais, homossexuais e trios. E George Michael conduzindo o clipe vestido de policial. E o “gran finale”, aparece com dois policiais (homens) se beijando loucamente. Um truque de mestre para George Michael.

8. “Faith”. É a faixa-título do primeiro álbum solo de George Michael. Todavia, de todas as faixas do play, é a que tem a produção “mais simples” dentre as demais músicas do disco. A canção começa com uma introdução de órgão para, em seguida, de dedilhado de violão em um estilo de Rhythm, em uma batida no melhor estilo Bo Diddley, seguida de palmas e pandeiro. No clipe, só há figura de George Michael empunhando um violão e gingando à lá Elvis ao lado de uma jukebox.

9. “Freedom! ‘90”. Talvez seja, ao lado de “Careless Whisper”, a música mais conhecida de George Michael. Particularmente, se me pedirem para citar uma música dele “na lata”, direi justamente “Freedom”. Pois, ela é aquele típico de música “Top of mind”. O “’90” que acrescenta ao título foi justamente para não confundir com a canção de mesmo título lançado pelo Wham!, projeto que o cantor fez parte no início dos anos 1980. Saturado com a pressão da fama e o conflito com a gravadora Sony que, consequentemente, atrapalhou na divulgação de seu segundo disco – “Listen Without Prejudice Vol. 1” (1990) -, George fez a música, porém, em contrapartida se recusou a aparecer no clipe. Em seu lugar, modelos como Linda Evangelista, Naomi Campbell, entre outras. Mesmo sem o cantor no vídeo, a música foi um sucesso. A música faz uma referência ao passado de Michael com o Wham!, todavia, mostra também o lado do homem novo, que tem de ser mais cínico sobre o negócio da música. Ou seja, ter “liberdade” para superar os rótulos que o mainstream lhe impôs – tipo, ser mais do que um “rostinho bonito” – e superar a vida do “show business”. Porém, depois que o cantor “saiu do armário”, a música tem tido conotação de ode aos movimentos LGBT.

10. “Somebody To Love”. Sim, é um clássico do Queen. Porém, George Michael fez uma participação especial no “The Freddie Mercury Tribute Concert” realizado no estádio de Wembley, em abril de 1992, em memória de Freddie Mercury, que morrera em 24 de novembro de 1991. O evento teve a participação de muitos amigos e fãs de Freddie Mercury e do Queen. Menciono essa participação porque, além de ter sido uma das melhores performances no concerto, a música que George Michael cantou é uma das mais emblemáticas da “Rainha”. E ele se saiu magistralmente bem. Aliás, assim como meu amigo Adão Penna, concordo que, dentre todos os vocalistas que cantaram com o Queen após a morte de Freddie Mercury, inclusive Paul Rodgers e Adam Lambert, George Michael foi o que teve o estilo mais apropriado para a banda. Pena que, infelizmente, ambas as partes não fizeram uma parceria como foi feita anos depois com Rogers e Lambert. E que fique bem claro que, em hipótese nenhuma, estou a desmerecer ambos, só acredito que Michael seria uma excelente escolha para os remanescentes do Queen trabalharem em conjunto.

Bom, antes de mais nada, gostaria de deixar bem claro que nunca achei George Michael como péssimo músico e tal. Apenas o descrevo como um bom intérprete da música pop, gênero do qual não está dentre os meus favoritos. Reconheço sim que tratava-se de um grande artista. E, depois de fazer esse top 10, não vou ser hipócrita de “chorar às pitangas” pela morte dele. E também não serei mais um “fã póstumo”.

E, para finalizar, só consegui fazer esse top 10 porque a minha namorada Isis Naura me ajudou, pois ela conhece melhor que ninguém a obra de George Michael. Ela me auxiliou com os nomes das músicas (algumas eu sabia que eram dele, porém, não conhecia pelo nome, como a própria “Faith”, por exemplo).

Pronto. Embora tenha sido com atraso, o desafio foi cumprido.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s