Exposição “Brasil Naïf, Uma Viagem na Alma Brasileira” no Memorial da América Latina

O Memorial da América Latina realiza até a próxima sexta-feira, 30 de dezembro, a exposição “Brasil Naïf, Uma Viagem na Alma Brasileira”, que reúne cerca de 120 obras de 70 nomes que representam expressões regionais de diversos cantos do Brasil. A mostra está dividida em três períodos históricos: anos 40, anos 60 e 70 e as recentes produções.

A mostra pode ser entendida como a produção de um grupo de pintores que expressa livremente suas memórias e emoções, sem a orientação formal artística em que é criada uma linguagem inédita, pessoal e singular em casa obra.

A primeira parte da exposição traz registros dos anos 40 conta com artistas como José Antonio da Silva, Chico da Silva e Silvia Chalreo, tida como uma das precursoras do movimento. No começo dos anos 60 destaca-se outro grupo como Elisa Martins da Silveira e Julio Martins da Silva, entre outros nomes. Nos anos 70, o festeiro Bajado, o cantor Gilvan, o trabalho do campo do baiano Edson Lima e mais recentemente o expressivo Antonio de Olinda, ocuparam lugar de destaque na trajetória naïf.

A expressão “Naïf” é de origem francesa que significa ingênuo ou inocente, ou seja, a arte que pode ser entendida por qualquer pessoa sem formação artística. Um dos ícones dessa arte é o francês Henri Rousseau que, nas horas vagas, na alfândega, passava-se a pintar cenas da natureza abusando das cores e exagerando no tamanho das flores, plantas e árvores. E foi a arte “Naïf” que, em 1972, influenciou a corrente estética do Surrealismo de Salvador Dali.

Em meio aos destaques estão: “Ponte Estaiada” (2012), de R. Tamaini Neto; “Cidade Grande” (2012), de C. Sidoti; “A Visita” (2001), de Helena Coelho, todas óleo sobre tela; e a escultura em madeira intitulada “Maternidade” (1974), de Agenor.

PS: o Memorial da América Latina ficará fechado entre os dias 31 de janeiro e 2 de janeiro

SERVIÇO:
Exposição: Brasil Naïf – Uma Viagem na Alma Brasileira
Onde: Memorial da América Latina- Galeria Marta Traba – Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda
Quando: até 30/12/2016; de terça a domingo, das 9h às 18h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s