Exposição “Alex Flemming: RetroPerspectiva” no MAC

"Yemanjá Hipocondríaca", uma das obras de Alex Flemming em exposição no MAC-USP. Foto: Jorge Almeida
“Yemanjá Hipocondríaca”, uma das obras de Alex Flemming em exposição no MAC-USP. Foto: Jorge Almeida

O Museu de Arte Contemporânea da USP (MAC-USP) realiza até o próximo domingo, 11 de dezembro, a exposição “Alex Flemming: RetroPerspectiva”, que apresenta a trajetória de 40 anos de carreira do artista brasileiro Alex Flemming que, atualmente, vive na Alemanha. Com cerca de 120 obras, a mostra se divide em três núcleos: o trabalho com o corpo humano, a pintura sobre superfícies não tradicionais e sua pesquisa de materiais de produção.

Artista múltiplo, Alex Flemming maneja pintura, fotografia e gravura como incríveis exercícios de liberdade e paixão. Mas é, predominantemente, como pintor que ele se vê. Os temas trabalhados pelo artista estão relacionados à vida, à morte, ao corpo, à sexualidade e à espiritualidade, enfim, a alma.

Uma técnica muito comum nas produções de Flemming são as colagens com cartelas de remédios e outros materiais plásticos, que indiciam uma de suas pesquisas, que é o uso de materiais não artísticos para a elaboração de suas obras. Isso pode ser conferida em meio aos seus autrorretratos e também em “Yemanjá Hipocondríaca” (foto) (1985-2006), feita em tinta acrílica e embalagens de remédios sobre tela, que relembra série dos anos de 1980 – “Anjos e Sereias” -, quando ele propôs em elevar imagens populares, reproduzidas infinitas vezes, de São Jorge, Santa Cecília e de outros “santinhos” populares.

Os autorretratos são obras que transportam o visitante ao entendimento de outras obras, de épocas distintas, que, paralelamente, indiciam a ideia de apropriação, reutilização e reconstrução essenciais em Alex Flemming, como na obra “Autorretrato como Jesus Cristo” (2007) e “Autorretrato como Verônica” (1996).

Entre os trabalhos está a obra “Lápides”, composta por 60 computadores pintados que levam os nomes de seus antigos dono. Além das séries “Caos”, “Alturas” e “Body Builders”.

SERVIÇO:
Exposição:
Alex Flemming: RetroPerspectiva
Onde: Museu de Arte Contemporânea (MAC-USP) – Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301
Quando: até 11/12/2016; de terça a domingo, das 10h às 18h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s