Editora Realejo lança o livro “PARIS, SEXTA-FEIRA 13”, dia 14, segunda-feira, em São Paulo

Capa livro “PARIS, SEXTA-FEIRA 13”, de Liz Fere e Marcos Clementino
Capa do livro “PARIS, SEXTA-FEIRA 13”, de Liz Fere e Marcos Clementino

Livro relata, sob o ponto de vista dos jornalistas Liz Fere e Marcos Clementino, a noite de 13 de novembro de 2015, sexta-feira, em Paris, quando suicidas do Estado Islâmico realizaram ataques simultâneos e deixaram 130 mortos

São Paulo, novembro de 2016 – A Editora Realejo anuncia o lançamento do livro “PARIS, SEXTA-FEIRA 13”, dos jornalistas Liz Fere e Marcos Clementino, que testemunharam de perto a série de ataques terroristas em Paris na noite de 13 de novembro de 2015, e que deixou 130 mortos. A publicação conta, em detalhes, as experiências dos dois jornalistas na cobertura do mais importante atentado de terrorista depois do “11 de setembro” de 2001, em Nova York. O lançamento será no dia 14 de novembro, segunda-feira, às 19h30, no Bar Balcão (Rua Melo Alves, 150 – Cerqueira César, São Paulo – SP)

Este é o primeiro livro sobre o tema e narra em ordem cronológica os trágicos episódios no Stade de France, onde ocorria uma partida amistosa de futebol entre as seleções da França e da Alemanha; em bares e restaurantes de uma região de boêmia da cidade; e ainda o sequestro na casa de shows Bataclan. A experiência da leitura é uma imersão ao dia fatídico numa atmosfera angustiante.

Relembrar detalhes do que vivemos naquela noite foi angustiante, mas fomos muito parceiros em todos os momentos. Nossa principal motivação para seguir em frente foi saber que compartilharíamos toda essa experiência com estudantes e jovens jornalistas.”, revela Liz.

Não nos cabe apenas informar, é preciso viver a notícia. Não foi possível escrever esse livro sem me emocionar. Reviver àquelas cenas e traduzi-las para o papel fez com que eu perdesse algumas noites de sono. E, quando finalmente eu dormia, as lembranças tomavam conta dos meus sonhos, os transformando em pesadelos.”, conta Clementino, ao lembrar-se do processo de escrita.

O prefácio foi escrito por Daniel Psenny, jornalista do diário francês Le Monde e responsável pelo registro da principal imagem dos atentados, com cenas de gente saindo do Bataclan e até uma mulher gravida pendurada na janela.

O livro conta também com a colaboração de outros jornalistas que compartilham suas histórias durante a cobertura dos ataques e a opinião de personalidades intelectuais. São eles: Mario Sergio Cortella (filósofo), Arlene Clemesha (historiadora), Heni Ozi Cukier (cientista político), Dra. Marlise A. Bassani (doutora em psicologia), Luiz Felipe Pondé (filósofo), Maria Edileuza Fontenele Reis (Embaixadora do Brasil em Paris), Vladir Lemos (jornalista TV Cultura), José Roberto Burnier (Jornalista TV Globo), Sonia Blota (jornalista TV Bandeirantes), Daniela Fernandes (jornalista BBC Brasil), Marcelo Medeiros (jornalista RedeTV!), Mauro Tagliaferri (jornalista RedeTV!), Jamil Chade (jornalista O Estado de São Paulo), Priscila Medina (jornalista RedeTV!). Fernando Henrique de Oliveira (produtor/cinegrafista TV Bandeirantes), Lúcia Müzell (jornalista GloboNews), Andrei Netto (jornalista O Estado de São Paulo), Ernani Lemos (coordenador de escritório em Londres TV Globo), Alexandra Loras (ex-consulesa da França em São Paulo).

O lançamento contará com a presença de grandes nomes do jornalismo, que prestarão uma homenagem às vítimas com um minuto de silêncio às 21h16 (horário do primeiro ataque).

Lançamento Livro “PARIS, SEXTA-FEIRA 13” @ Bar Balcão
Segunda-feira, 14 de novembro, a partir das 19h30
Rua Melo Alves, 150 – Cerqueira Cesar – SP

Ficha Técnica – Livro “PARIS, SEXTA-FEIRA 13”
Título: “PARIS, SEXTA-FEIRA 13”
Autores: Liz Fere (TV Globo Paris) e Marcos Clementino (TV Cultura)
Editora: Realejo
Gênero: Jornalismo
IBS: 978 85 99905 94 – 4
Preço: R$49,90

Sobre os Autores

A escritora Liz Fere, natural do Rio Grande do Sul, é uma jornalista franco-brasileira que vive há 16 anos na França. Trabalha como produtora da TV Globo há bastante tempo e auxiliou grandes nomes do jornalismo brasileiro em reportagens na Europa, como: Caco Barcellos, Marcos Uchoa, Ilze Scamparini, Roberto Kovalick e José Roberto Burnier. Além de ser doutora em Jornalismo Internacional e docente das disciplinas de Analise do discurso e práticas jornalísticas, na Universidade de Paris 8, desde 2013. Esta vasta experiência a ajudou a conduzir o texto também pelo lado acadêmico, mas sem deixá-lo metódico e engajado.

Marcos Clementino é jornalista da TV Cultura. Na ocasião, trabalhava como correspondente da RedeTV, em Paris. Foi citado pelos principais portais de jornalismo e crítica televisiva no Brasil como “o primeiro jornalista brasileiro a entrar ao vivo direto do epicentro da notícia”. Seu texto busca o olhar de quem esteve nas ruas e participou ativamente dos momentos mais críticos desse livro, assim como em todos seus trabalhos, usando sempre um olhar clínico e peculiar.

Clementino já passou por 32 países de continentes como América do Norte e do Sul, Europa, África, Ásia e Oceania. Já cobriu duas copas do Mundo (2010 África do Sul) e (2014 no Brasil), além de uma Olimpíada (Londres 2012). Acompanhou de perto a crise dos refugiados na Europa, circulou em áreas de conflitos armados como a Faixa de Gaza e a fronteira da Turquia com a Síria. Trabalhou em Sydney (Austrália) na emissora de radio SBS (maior emissora multicultural e multilíngue do mundo – transmissão em 74 idiomas).

Sobre a Realejo Edições

A Realejo Edições, do livreiro José Luiz Tahan, nasceu como livraria em 2001, dentro da Universidade Católica de Santos. Em 2003, mudou-se para o espaço no coração do Gonzaga, bairro da cidade. O segundo capítulo dessa história teve início em 2006, quando José Luiz decidiu expandir o trabalho, criando a Realejo Edições. No final de 2007 foi inaugurada a segunda loja, no Shopping Miramar, em Santos. Mais tarde, em 2009, inicia-se um novo capítulo na empresa com a estreia do festival internacional de literatura, o Tarrafa Literária. Com inspiração em Paraty e Passo Fundo, cidades que sediam outros grandes eventos literários, a Realejo criou um importante festival que já faz parte do circuito internacional das letras. Hoje em dia a editora conta com quase 60 títulos lançados.

Agência Lema
Leandro Matulja/ Leticia Zioni/ Larissa Marques
AgenciaLema.com

Informações para Imprensa:
Diene Guedes (+55 11) 3871-0022 Ramal 217
diene@agencialema.com.br

Créditos: Diene Guedes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s