Exposição “Censor” no MIS

Alguns dos cartazes de "Censor" no MIS. Foto: Jorge Almeida
Alguns dos cartazes de “Censor” no MIS. Foto: Jorge Almeida

O Museu da Imagem e do Som (MIS) promove até o próximo dia 31 de julho, a exposição “Censor”, de Marcelo Silveira, que é uma mostra fictícia de cinema gerada por uma realidade vivente no período da repressão política no Brasil. A instalação exibe 25 cartazes de filmes carimbados pelo Serviço de Censura de Diversões Públicas durante a ditadura militar no Brasil (1964-1985).

O artista chama nesta produção a “herança” que o regime político autoritário através de relações em meio a imagens e textos que direcionam a outras leituras dos cartazes. Título e subtítulo, frases de efeito, fragmentos textuais e ficha técnica falam da intenção explícita e pragmática de cada filme. Em contraponto, a leitura do “censor” se aferra ao carimbo estampado que autoriza a exibição do exemplar da sétima arte.

Estima-se que após o decreto do Ato Institucional Número 5 (AI-5), em 1968, especula-se que foram censurados no País cerca de 500 filmes, 200 livros, 450 peças teatrais e mais de 500 canções.

Esta instalação integra a exposição Pontos de Convergência, que apresenta esculturas articuladas de madeira e assemblages de objetos encontrados pelo artista, em cartaz na Galeria Nara Roesler.

SERVIÇO:
Exposição:
Censor
Onde: Museu da Imagem e do Som (MIS) – Avenida Europa, 158 – Jardim Europa
Quando: até 31/07/2016; de terça a sábado, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 19h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s