Exposição “Do Arquivo de um Correspondente Estrangeiro – Fotografias de Luciano Carneiro” no IMS

Banda de metais tocando na rua - Rússia (1958). Créditos: divulgação
Banda de metais tocando na rua – Rússia (1958). Créditos: divulgação

A exposição “Do Arquivo de um Correspondente Estrangeiro – Fotografias de Luciano Carneiro” segue em cartaz até o próximo domingo, 19 de junho, no Instituto Moreira Salles (IMS) e apresenta um conjunto de cerca de 160 imagens registradas pelo fotojornalista cearense Luciano Carneiro (1926-1959), feitas entre 1948 e 1959, época em que trabalhou para a revista O Cruzeiro.

Atuou como correspondente internacional e realizou reportagens sobre a vida no Japão e na Rússia; a Revolução Cubana de Fidel, em 1959; a África de Alber Schweitzer; a Iugoslávia de Tito; o Egito de Nasser e a Guerra da Coreia.

Durante este último acontecimento, em 1951, Carneiro foi um dos poucos repórteres sulamericanos a fazer a cobertura. Por conta de seu treinamento como paraquedista, saltou, ao lado do exército americano sobre as linhas norte-coreanas e chinesas, além do paralelo 38, a linha que separa as duas Coreias até hoje.

Um dos principais expoentes de sua geração, Luciano Carneiro teve a vida interrompida bruscamente em dezembro de 1959 ao morrer em um acidente de avião quando retornava de Brasília, onde fora fotografar o primeiro baile de debutante da nova capital.

As imagens que integram a exposição são formadas pela coleção das originais cedidas pela família do fotógrafo ao IMS. Além dos registros originais, a mostra é complementada com materiais exibidos na época, como revistas e recortes de reportagens.

Vale a pena conferir de perto, “Com os soldados chineses durante ataque ao morro 682”, noroeste de Kumhwa, na Coreia do Sul (de 1951); “Acidente com automóveis” (1951), no Japão; “Catedral de Amalfi” (1953), na Itália; “Jangadeiros” (1956), em Fortaleza; e “Banda de metais tocando na rua, provavelmente durante uma parada civil que segue em direção ao Kremlin” (foto), de 1958, na Rússia; e a carta de Pedro Maria Bardi para Leão Gondim, com mensagens de condolência pela morte de Luciano Carneiro e uma proposta de exposição em homenagem ao fotógrafo e a resposta de Leão Gondim para Pedro.

SERVIÇO:
Exposição: Do Arquivo de um Correspondente Estrangeiro
Onde: Instituto Moreira Salles (IMS) – Rua Piauí, 844 – 1º andar – Higienópolis
Quando: até 19/06/2016; de terça a sexta, das 13h às 19h; sábados, domingos e feriados (exceto segundas), das 13h às 18h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s