Corinthians: campeão da Copa do Brasil sub-17

Jogadores sub-17 do Corinthians comemoram a conquista inédita da copa do Brasil da categoria no gramado do Pacaembu.
Jogadores sub-17 do Corinthians comemoram a conquista inédita da copa do Brasil da categoria no gramado do Pacaembu. Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians 

O Corinthians conquista pela primeira vez em sua história a Copa do Brasil sub-17 ao bater o Sport Recife por 2 a 0 no Estádio do Pacaembu na noite desta terça-feira (31). Com gols de Antônio Guilherme e Vitinho, ambos no segundo tempo, o alvinegro fez 4 a 2 no placar agregado e ficou com a taça. Agora, o time paulista se junta a São Paulo (2013), Atlético Mineiro (2014) e Vitória (2015) no rol dos campeões do torneio da categoria.

Logo no começo do jogo, o Corinthians mostrou o seu cartão de visitas e, no primeiro minuto, com Caio que soltou a bomba por cima da meta de Everton. Aos poucos, o Sport Recife conseguiu equilibrar as ações e apostava nos contragolpes. Porém, em alguns casos, quase conseguiram o êxito graças a duas lambanças da zaga corinthiana, mas o goleiro Diego “salvou a pátria” alvinegra.

Aos 8, foi a vez de Bilu chutar cruzado e Everton fazer a defesa em dois tempos. Lance semelhante aconteceu seis minutos depois. Nos 15 minutos iniciais a garotada corinthiana se comportou melhor ao permanecer com mais posse de bola e criando chances de gol, enquanto o Leão da Ilha não conseguia apertar a marcação.

Depois, as duas equipes abusaram nos lançamentos, mas errando praticamente todos. Aos 23, a zaga do Sport falhou na saída de jogo, caio recebeu na área, mas demorou na finalização e errou. Depois, aos 28, foi a vez de Zé Gabriel receber em velocidade, chutar cruzado e acertar próximo do alvo. Dois minutos depois, o mesmo Zé Gabriel avançou pela direita e mandou a bola perto do gol do Sport.

Depois de alguns bons momentos, a partida seguiu truncada, com o Corinthians criando mais e a equipe recifense partindo os contragolpes. Aliás, o Sport só começou mesmo a frequentar o campo de defesa do adversário depois dos 35 minutos. Contudo, as finalizações erradas predominaram: 9 a 3 para o Corinthians.

Para a etapa final, os dois times voltaram sem alterações, mas os erros do primeiro tempo persistiram no começo do segundo: muitos erros de passe, chances desperdiçadas e bastante faltosa.

O público no Pacaembu estava a acompanhar um modorrento 0 a 0 até que aos 11 minutos, escanteio cobrado na área, a defesa do Sport afasta mal e Antônio Guilherme estufa as redes, gol do Corinthians, que, com o resultado de momento, levava o título.

E, imediatamente após o gol alvinegro, o técnico do Sport promoveu duas alterações: saíram Brendo e Patrick Negão para as entradas de Pedro Henryque e Luiz. Pouco tempo depois, o Corinthians também fez duas mudanças: Vítor e Vinícius entraram nos lugares de Caio e Zé Gabriel. Nas trocas, o Timãozinho foi mais feliz, pois, aos 20 minutos, em sua primeira oportunidade no jogo, Vitinho anotou o segundo tento corinthiano. Após tabela, ele recebeu sozinho e bateu na saída do goleiro.

Três minutos após o gol, o Sport promoveu mais duas alterações para partir com tudo em busca do empate. Os jogadores Wilson e Neto entraram nos lugares de Arthur e Juninho. Apesar das mudanças, o Sport parece nervoso e exagera nos erros.

Aos 27 minutos, a árbitra precisou parar a partida por conta da presença de sinalizadores na torcida do time da casa. E os técnicos aproveitaram da pausa para dar orientações aos seus comandados.

Apesar da boa vantagem no placar, o Corinthians se fez mais presente no campo de ataque e anulou as principais jogadas do rubronegro pernambucano. Depois dos 35, houve mais abusam dos lançamentos dos dois lados e a maioria sem sucesso.

O Sport passou a trocar passes mas sem objetividade, enquanto o Timãozinho buscava o ataque. E, por conta da paralisação provocada pelos sinalizadores, a partida foi até os 55 minutos.

Aos 45, Vitinho chutou da entrada da área e quase acertou a trave de Everton. A partir de então, os pouco mais de sete mil corinthianos começaram a ecoar pelas arquibancadas do velho Paca o grito de “é campeão!”.

A equipe de Recife estava praticamente entregue e não ameaçou a meta alvinegra no restante do jogo, apenas em lances de impedimento. E, assim, aos 56 minutos, a decisão termina e o Corinthians conquista pela primeira vez a Copa do Brasil sub-17.

O Corinthians veio como favorito na decisão da quarta edição da Copa do Brasil por dois motivos: jogava em casa, embora a partida não tenha sido disputada em sua arena, em Itaquera, mas no tradicional Pacaembu, e também vinha de um bom resultado conquistado no primeiro jogo, o empate em 2 a 2 na Ilha do Retiro, no Recife. Além disso, a competição era o foco do elenco sub-17, a tal ponto de o clube mandar um time alternativo para o Mundial da categoria. No jogo, os dois times demonstraram muito nervosismo e abusaram bastante das faltas e dos erros de lançamento. Mas o Timãozinho foi ligeiramente superior por criar mais oportunidades, enquanto o Sport ficou à espera de contragolpes que, na maioria das vezes, não deu certo, e suas principais chances de gol originaram-se por falhas da defesa corinthiana. Todavia, os dois gols dos anfitriões deixaram a situação bem favorável ao Corinthians, que só administrou o resultado.

A seguir, o resumo da campanha e a ficha técnica da final da competição.

Primeira fase:
30/03/2016 – Luverdense (MT) 3×3 Corinthians (SP) – Passo das Emas, Lucas do Rio Verde (MT)
05/04/2016 – Corinthians (SP) 2×1 Luverdense (MT) – Major Levy Sobrinho, Limeira (SP)
Segunda-fase:
12/04/2016 – Coritiba (PR) 1×2 Corinthians (SP) – Couto Pereira, Curitiba (PR)
20/04/2016 – Corinthians (SP) 0x1 Coritiba (PR) – Major Levy Sobrinho, Limeira (SP)
Quartas-de-final:
26/04/2016 – Corinthians (SP) 1×0 Chapecoense (SC) – Major Levy Sobrinho, Limeira (SP)
03/05/2016 – Chapecoense (SC) 0x3 Corinthians (SP) – Arena Condá, Chapecó (SC)
Semifinais:
10/05/2016 – Cruzeiro (MG) 3×5 Corinthians (SP) – Arena do Jacaré, Sete Lagoas (MG)
17/05/2016 – Corinthians (SP) 2×1 Cruzeiro (MG) – Major Levy Sobrinho, Limeira (SP)
Final:
24/05/2016 – Sport Recife (PE) 2×2 Corinthians (SP) – Ilha do Retiro, Recife (PE)
31/05/2016 – Corinthians (SP) 2×0 Sport Recife (PE) – Pacaembu, São Paulo (SP)

FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS (SP) 2×0 SPORT RECIFE (PE)
Competição/fase:
Copa do Brasil sub-17 – final (2º jogo)
Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu) – São Paulo (SP)
Data: 31 de maio de 2016, terça-feira, 19h (horário de Brasília)
Árbitra: Regildenia de Holanda Moura (FIFA / SP)
Assistentes: Marcia Bezerra Lopes Caetano (FIFA / SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (FIFA / SP)
Cartões Amarelos: Felipe (Corinthians); Arthur, Vinícius e Wilson (Sport)
Cartão Vermelho: Caio (Sport)
Gols: Antônio Guilherme, aos 10 min (1-0) e Vitinho, aos 20 min do 2º tempo (2-0)
CORINTHIANS (SP): 1.Diego; 2.Minele, 3.Antônio Guilherme, 4.Franklin e 6.Carlos; 5.Roni, 8.Felipe (15.Eduardo Santos), 11.Bilu (16.Serginho), 7.Caio (18.Vitinho) e 10.Fabrício (13.Michel); 9.Zé Gabriel (17.Vinícius). Técnico: Márcio Zanardi
SPORT RECIFE (PE): 1.Everton; 2.Elias, 3.Arthur (9.Wilson), 4.Alesandro e 6.Caio; 5.Matheus, 8.Brendo (20.Pedro Henryque), 7.Vinícius (13.Baiano) e 10.Pardal; 11.Juninho (22.Neto) e 18.Patrick Negão (17.Luiz). Técnico: José da Câmara Vieira

Parabéns ao Sport Club Corinthians Paulista pela conquista.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s