“É campeão!” – Definidos os campeões estaduais pelo Brasil

Neste final de semana (7 e 8 de maio), o Brasil conheceu grande parte dos campeões estaduais às vésperas do início do Campeonato Brasileiro 2016. Alguns campeonatos locais ainda estão na primeira fase, enquanto outros estão no segundo turno, ou ainda, nas semifinais. À exceção é o Campeonato Amazonense que só começará no segundo semestre. Destaques para o hexacampeonato do Internacional no Rio Grande do Sul e os bicampeonatos de Santos, Vasco e Santa Cruz.

O Santos manteve a hegemonia no Campeonato Paulista e levou o bicampeonato ao bater o surpreendente Grêmio Osasco Audax por 1 a 0 na Vila Belmiro, com gol do artilheiro Ricardo Oliveira. Como havia empatado o jogo de ida em 1 a 1, a equipe praiana, que disputou a sua oitava final consecutiva, levou o seu 22º caneco, o que faz do Peixe o segundo maior campeão paulista ao lado do Palmeiras.

No Rio de Janeiro, Vasco e Botafogo empataram em 1 a 1 no Maracanã. A igualdade favoreceu a equipe cruzmaltina, que vencera o primeiro jogo por 1 a 0. Pela sexta vez, o Vasco conquista o Campeonato Carioca de forma invicta e ergue o título pela 24ª vez.

Em Minas Gerais, o América Mineiro quebrou um tabu de 15 anos sem títulos estaduais ao empatar em 1 a 1 com o Atlético no Mineirão. Com gols de Clayton, para o Galo, aos 12 minutos do segundo tempo, e de Danilo, aos 38 da etapa complementar, o Coelho levanta o troféu pela 16ª vez em sua história. Como vencera o primeiro jogo por 2 a 1, o América jogava pelo empate.

O Internacional segue soberano no Rio Grande do Sul. Na final do Campeonato Gaúcho, o Colorado não tomou conhecimento do Juventude e goleou o rival por 3 a 0 no Beira-Rio, ampliando ainda mais a vantagem adquirida desde o jogo passado, quando vencera a equipe de Caxias por 1 a 0. O Inter faturou o Gauchão pela 45ª vez e essa rotina se manteve inalterada desde 2011, quando iniciou a saga que originou o (agora) hexacampeonato.

Na Arena Fonte Nova, o Bahia bateu o Vitória por 1 a 0 com gol de Feijão. Mas o resultado não foi suficiente para o Tricolor, pois o Leão da Barra havia vencido o jogo de ida por 2 a 0 e ficou com o seu 28º Campeonato Baiano.

O empate em 0 a 0 entre Sport e Santa Cruz na Ilha do Retiro foi o suficiente para a Cobra Coral conquistar o bicampeonato pernambucano. O primeiro jogo da decisão, o Santa Cruz derrotou o rival por 1 a 0 e, dessa forma, abocanhou o 29º estadual e, na semana anterior, levara também a Copa do Nordeste.

O 23º Campeonato Paranaense do Atlético veio da melhor forma possível para o seu torcedor: duas vitórias no clássico Atle-tiba. O primeiro triunfo, acachapantes 3 a 0 em casa no domingo passado e outra vitória por 2 a 0 fora de seus domínios. O título quebrou um tabu de sete anos sem conquistas do Furacão.

No Campeonato Catarinense, a Chapecoense conquistou o seu quinto caneco ao empatar na Arena Condá diante do Joinville. O JEC abriu o placar com Diego Felipe, mas Bruno Rangel deixou tudo igual, o que foi o suficiente para o triunfo da Chape, que havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0.

Com um gol contra do zagueiro André Lima, o Fortaleza derrotou o Uniclinic por 1 a 0 na Arena Castelão e é o novo campeão cearense. No agregado, o Tricolor da Pici fez 5 a 1 no placar agregado e levantou a taça do Cearense em 41 oportunidades.

No Campeonato Alagoano, o CRB venceu novamente o CSA no Rei Pelé dessa vez por 1 a 0. Com duas vitórias na decisão, a equipe regatina levou o Estadual pela 29ª vez. Porém, o que ficará marcado não será apenas o triunfo, mas sim a batalha campal envolvendo torcedores dos dois times após a festa do título da equipe alvirrubra.

Até o momento, o único Estadual que foi decidido nos pênaltis foi o Campeonato Goiano. Depois de empatarem em 0 a 0 e 1 a 1, Goiás e Anápolis foram para a disputa dos tiros penais e, por 5 a 4, a equipe esmeraldina levou a melhor e levou o Goianão pela 26ª vez.

Com gol de Alfredo aos 8 minutos do primeiro tempo, o Luverdense derrotou o Sinop na casa do adversário e conquistou o terceiro Campeonato Matogrossense de sua história.

Dentre todos os Estaduais, até o momento, o Campeonato Sul-mato-grossense é o único que tem um campeão inédito. No Estádio Moreninhas, o Comercial foi surpreendido pelo Sete de Dourados por 2 a 0. Assim, o clube douradense conquistou o seu primeiro título.

Todos os campeões acima foram proclamados no domingo. Mas, no sábado, já havia equipes dando volta olímpica pelo país.

Em Belém, o Paysandu (campeão do primeiro turno) bateu o São Francisco (campeão do segundo turno) em partida única por 2 a 1 e conquistou o 46º Campeonato Paraense e pôs fim à sequência de títulos do arquirrival Remo.

Já no Candangão, o Luziânia derrotou novamente o Ceilândia no Mané Garrincha. Com gol de Tatuí e grande atuação do arqueiro Edmar Sucuri, o Azulino do Entorno chegou ao segundo título do Campeonato Brasiliense.

A Desportiva Capixaba, detentora da melhor campanha do Estadual, venceu pela 18ª vez o Campeonato Capixaba ao derrotar o Espírito Santo por 1 a 0, com gol de pênalti marcado por Edinho. Dessa forma, a equipe de Cariacica segue como  o segundo maior campeão local, atrás do Rio Branco, dono de 37 taças.

O Campeonato Sergipano tem o Sergipe como o grande campeão. O Gipão levou a melhor diante do Itabaiana ao empatar em 1 a 1. Como venceu o primeiro jogo por 1 a 0, a igualdade foi o suficiente para o colorado levar 34º estadual.

Depois de arrancar um heroico empate na Arena das Dunas em 3 a 3 diante do arquirrival América, o ABC é o mais novo campeão potiguar. No Frasqueirão, o Mais Querido não tomou conhecimento do adversário e mandou impiedosos 4 a 0 – gols do paraguaio Echeverria, Jones Carioca e dois de Nando, artilheiro do Estadual com 15 tentos. A equipe abecedista se consagra pela 53ª ocasião o maior do Rio Grande do Norte e o recordista em números de títulos estaduais do Brasil.

Enquanto isso, outros estaduais estão em reta final. No caso do Campeonato Acriano, Atlético e Rio Branco disputarão a final nos dois próximos finais de semana, dias 14 e 21 de maio. Já no Maranhão, Moto Club e Sampaio Corrêa farão o segundo jogo da final do segundo turno, que teve vitória da Bolívia Querida por 2 a 1 na primeira partida decisiva.

O Botafogo da Paraíba está à espera de seu adversário para a decisão do Campeonato Paraibano, que sairá do duelo entre Campinense e CSP. Outro estadual com final definida é o Campeonao Piauiense, que será disputado nos dias 11 e 15 de maio entre Altos e Ríver (PI).

E os estaduais de Rondônia e Roraima estão no segundo turno, enquanto o Tocantinense ainda está na primeira fase e, como já fora dito, o Campeonato Amazonense será disputado no segundo semestre.

A seguir, a relação dos campeões estaduais até então:
Paulista – Santos
Carioca – Vasco
Mineiro – América
Gaúcho – Internacional
Baiano – Vitória
Pernambucano – Santa Cruz
Paranaense – Atlético
Catarinense – Chapecoense
Cearense – Fortaleza
Goiano – Goiás
Alagoano – CRB
Sergipano – Sergipe
Potiguar – ABC
Matogrossense – Luverdense
Sul-mato-grossense – Sete de Dourados
Brasiliense – Luziânia
Paraense – Paysandu
Capixaba – Desportiva Capixaba

Parabéns à todos os campeões.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s