Fluminense: campeão da Primeira Liga 2016

Jogadores do Fluminense comemoram o título da edição inaugural da Primeira Liga, em Juiz de Fora. Foto: André Durão
Jogadores do Fluminense comemoram o título da edição inaugural da Primeira Liga, em Juiz de Fora. Foto: André Durão

O Fluminense sagrou-se na noite desta quarta-feira (20) o primeiro campeão da Primeira Liga do Brasil (também conhecida como Copa Rio-Sul-Minas) ao derrotar o Atlético Paranaense por 1 a 0, com gol de Marcos Júnior, aos 35 minutos do segundo tempo, no Estádio Helenão, em Juiz de Fora (MG). O título foi o primeiro do Tricolor das Laranjeiras depois do Campeonato Brasileiro de 2012.

No primeiro tempo da decisão da Primeira Liga, o Fluminense começou melhor e, assim, criou a primeira oportunidade aos 9 minutos. Após cobrança de escanteio, Cícero cabeceou, Gérson desviou a bola na frente do goleiro atleticano, que mostrou reflexo e fez a defesa. Mas o Furacão deu o troco três minutos depois com Marcos Guilherme, que recebeu de Walter, porém, ele mandou a redonda por cima da meta de Cavalieri. Depois disso, o jogo deu uma esfriada e, enquanto isso, a torcida do Fluminense ainda se adentrava no estádio e um drone pousou no gramado. Aos 25, Oswaldo partiu pela esquerda e cruzou a meia altura, mas Wellington Silva não conseguiu alcançar a bola. No minuto seguinte, Oswaldo recebeu lançamento longo de Scarpa e, de costas para o gol, tentou uma bicicleta, enquanto Weverton saiu da pequena área para abafar o lance e a esférica foi para fora.

O Atlético Paranaense, aos 31, levou perigo com Eduardo, que chutou rasteiro da entrada da área e a bola passou raspando a trave de Diego Cavalieri. Cinco minutos depois foi a vez de Walter, que tirou da marcação, mas chutou muito forte por cima do gol. Aos 37, o rubronegro paranaense teve outra grande chance. Nikão recebeu de Walter pela direita, invadiu a área, procurou espaço para o chute, foi bloqueado e, na sobra, Viníciu emendou uma bomba, mas a bola explodiu no travessão. E, dessa forma, a decisão teve a sua primeira etapa sem gols.

No segundo tempo, o Tricolor carioca voltou disposto a repetir o mesmo desempenho dos primeiros minutos do etapa inicial. Aos seis minutos, Scarpa deu belo passe para o veterano Magno Alves, que driblou Weverton, mas sem ângulo, para finalizar, tentou tocar para trás para Oswaldo, porém, o passe foi fraco o suficiente para Thiago Heleno tirar, e também quase fazer um gol contra. No lance seguinte, o Atlético errou na saída dde bola, Cícero avançou, tocou de calcanhar para Scarpa finalizar, mas o chute saiu fraco para o arqueiro atleticano defender sem problemas.

A partida deu uma esfriada e o Fluminense priorizou o toque de bola em busca de espaços. Até que aos 24, em um contragolpe, a redonda foi cruzada para dentro da área atleticana e Marcos Júnior não a alcançou para conclusão. Eis que aos 35 minutos, no meio-campo, Magno Alves levou a melhor em cima de Paulo André e tocou em profundidade para Marcos Júnior, que saiu de seu campo, conduziu a bola e, na saída de Weverton, mandou por baixo das pernas do goleiro para tirar o zero do placar.

Depois do gol, o Fluminense ficou na dele, administrou o resultado e, aliado à ineficiência ofensiva do Atlético, praticamente não foi ameaçado em sofrer o empate. Sendo assim, o Tricolor das Laranjeiras abocanhou a edição inaugural da Primeira Liga.

O Fluminense começou a final da Primeira Liga melhor nos momentos iniciais. Mas a equipe de Paulo Autuori também cresceu e deu trabalho no final do primeiro tempo. Empurrado pela torcida, que compareceu em maior número em Juiz de Fora, o Fluzão mostrou-se mais disposição em marcar o gol enquanto o Furacão preocupou-se em adiantar a marcação e acabou se cansando de marcar e foi castigado com o gol de Marcos Júnior, que precisou de 16 minutos para fazer o seu primeiro gol no torneio, porém, o mais importante, o gol do título, e pôs fim a um tabu de mais de três anos sem conquistas – o último triunfo do Fluminense foi o Campeonato Brasileiro de 2012.

Os dois times agora se dedicarão aos campeonatos estaduais no domingo. Enquanto às 19h, o Fluminense enfrentará o Botafogo na partida única do Campeonato Carioca (deveria ter outro nome, uma vez que o torneio tem equipes de fora da capital fluminense), o Furacão, pela mesma fase do seu Estadual, irá até o Durival de Brito enfrentar o Paraná no jogo de volta.

Primeira fase (Grupo A):
27/01/2016 – Fluminense (RJ) 0x1 Atlético (PR) – Estádio da Cidadania, Volta Redonda (RJ)
17/02/2016 – Cruzeiro (MG) 3×4 Fluminense (RJ) – Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
10/03/2016 – Fluminense (RJ) 2×0 Criciúma (SC) – Estádio Mário Heleno, Juiz de Fora (MG)
Semifinal:
23/03/2016 – Fluminense (RJ) (3)2×2(2) Internacional (RS) – Estádio Mané Garrincha, Brasília (DF)
Final:
20/04/2016 – Fluminense (RJ) 1×0 Atlético (PR) – Estádio Mário Heleno, Juiz de Fora (MG)

FICHA TÉCNICA: FLUMINENSE (RJ) 1×0 ATLÉTICO (PR)
Competição/fase: final da Primeira Liga 2016 – jogo único
Local: Estádio Mario Heleno, Juiz de Fora (MG)
Data: 20 de abril de 2016 – quarta-feira – 21h50 (horário de Brasília)
Público total: 23.985 pessoas
Renda: R$ 553.785,00
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Cartões Amarelos: Cícero e Marcos Júnior (Fluminense); Walter e Jadson (Atlético PR)
Gol: Marcos Júnior (Fluminense), aos 35 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE (RJ): 12.Diego Cavalieri; 25.Wellington Silva, 3.Gum, 33.Henrique e 6.Giovanni (27.Douglas); 5.Pierre, 7.Cícero, 40.Gustavo Scarpa e 11.Gerson (8.Edson); 17.Osvaldo (35.Marcos Junior) e 20.Magno Alves. Técnico: Levir Culpi
ATLÉTICO (PR): 12.Weverton; 2.Eduardo, 13.Paulo André, 44.Thiago Heleno e 8.Sicley; 7.Otávio (5.Deivid), 39.Jadson (99.André Lima) e 29.Vinícius (92.Pablo); 11.Nikão, 10.Marcos Guilherme e 18.Walter. Técnico: Paulo Autuori

Parabéns ao Fluminense Football Club pela conquista.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s