Morre Jimmy Bain, ex-baixista do Rainbow e do Dio

Jimmy Bain, ex-baixista do Rainbow e do Dio, morreu neste domingo (24). Foto: Divulgação
Jimmy Bain, ex-baixista do Rainbow e do Dio, morreu neste domingo (24). Foto: Divulgação

O músico escocês Jimmy Bain morreu aos 68 anos na manhã deste domingo (24). A morte do ex-baixista do Rainbow e do Dio foi confirmada pelo ex-baterista do Dio e AC/DC, Simon Wright. No entanto, a causa da morte do músico não foi revelada, mas familiares deverá se pronunciar sobre o assunto em breve.

Nascido como James Stewart Bain a 19 de dezembro de 1947, em Newtonmore, na Escócia, o músico tocou em bandas amadoras até que ele foi convidado para participar do Rainbow depois que Ritchie Blackmore o viu tocar no Marquee, em Londres. Com o Raibow, Bain gravou os clássicos “Rising” (1976), “On Stage” (1977) e “Live In Germany” (gravado em 1976 e lançado em 1990). Porém, em janeiro de 1977 foi demitido da banda.

Após a saída do Rainbow, o baixista participou de diversos projetos e bandas, com destaque a passagem que teve no Thin Lizzy, onde gravou o álbum “Black Rose: A Rock Legend” (1979) e em dois álbuns-solo de Phil Lynott – “Solo In Sono” (1980) e “The Phillip Lynott Album” (1982).

Depois de idas e vindas, Jimmy Bain foi recrutado pelo antigo companheiro de Rainbow, Ronnie James Dio, em sua nova empreitada, a banda Dio. E foi justamente com a banda do “Baixinho” que o baixista permaneceu por mais tempo e gravou vários clássicos que são verdadeiras obras-primas do Heavy Metal: “Holy Diver” (1983), “The Last In Line” (1984), “Sacred Heart” (1985), “Dream Evil” (1987), entre outros. Saiu do grupo e atuou em outros projetos, mas sem destaque, e retornou para o Dio no início dos anos 2000, com quem gravou os álbuns “Magica” (2000) e “Killing The Dragon” (2002).

Após o Dio, Bain atuou em mais projetos até que o último deles, o Last In Line, foi formado com todos os integrantes que tocaram os primeiros clássicos do Dio, exceto o vocalista Andrew Freeman. Inclusive, ele se preparava para o lançamento do disco “Heavy Crown”, do Last In Line.

A última apresentação de Jimmy Bain aconteceu no cruzeiro “Hysteria On The High Seas”, do Def Leppard, com a sua atual banda no último dia 20.

E, assim, infelizmente, o rock perdeu mais um nome. Aliás, agora, restam apenas 2/5 da line-up que gravou um dos trabalhos mais incríveis de todos os tempos – “Rising”: Ritchie Blackmore e Tony Carey. Uma vez que Cozy Powell, Ronnie James Dio e, a partir de agora, Jimmy Bain partiram.

Obrigado pela sua contribuição Jimmy Bain, descanse em paz.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s