Exposição “Geraldo de Barros e a Fotografia” no Sesc Belenzinho

Stan Laurel e Oliver Hardy homenageados por Geraldo de Barros em telas produzidas em 1974. Foto: Jorge Almeida
Stan Laurel e Oliver Hardy homenageados por Geraldo de Barros em telas produzidas em 1974. Foto: Jorge Almeida

O Sesc Belenzinho promove até o próximo dia 31 de maio a exposição “Geraldo de Barros e a Fotografia, que traz cerca de 260 obras do pintor, designer e fotógrafo Geraldo de Barros (1923-1998), que resgatam aspectos históricos e o caráter experimental da obra fotográfica do artista, enfatizando a relação com as gravuras e pinturas feitas entre os anos 1940 e 1990.

As fotografias produzidas por Barros aconteceram em dois momentos cruciais de sua trajetória: entre 1946 e 1951, em período de formação do artista, paralelamente à produção de pinturas, gravuras e desenhos, vivenciando um processo intenso da criação denominada “Fotoformas”, com obras que se aproximam com a Pop arte. E o outro momento, de 1996 a 1998, resgata os últimos anos de vida do artista, produziu a série “Sobras”, a partir de seu arquivo de fotos de família, com a ajuda de uma assistente, que consiste em colagens de negativos e positivos sobre vidro e fotografias.

Além dessas duas séries – “Fotoformas” e “Sobras” -, a mostra traz ainda pinturas produzidas nos anos 1960 e 1970 sobre fotos publicitárias de anúncios e outdoors.

De acordo com Heloísa Espada, curadora da mostra, além de fotografar, Geraldo de Barros “cortava, riscava e desenhava sobre seus negativos, sobrepunha cenas, fazia fotogramas e montava pequenos fragmentos de filmes sobre placas de vidro”, originando imagens que, muitas vezes, se enleiam com pinturas e gravuras.

A exposição ainda traz uma linha do tempo do artista.

Entre os destaques estão um autorretrato feito em nanquim sobre papel; a montagem de negativo original 6×6, recortado, prensado entre duas placas de vidro; o conjunto de negativos fotográficos recortados e colados com fita adesiva sobre placas de vidro (1996-1998) e as pinturas de Stan Laurel e Oliver Hardy, a famosa dupla cômica “O Gordo e o Magro” (foto).

SERVIÇO:
Exposição: Geraldo de Barros e a Fotografia
Onde: Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000 – Belém
Quando: até 31/05/2015; de terça a sábado, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 10h às 19h30
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s