Paulista Série A2: Ferroviária campeã e jogos que prometem na última rodada

Ferroviária: volta à elite do futebol paulista após 19 anos
Ferroviária: volta à elite do futebol paulista após 19 anos

O Campeonato Paulista Série A2 2015 terminará no próximo domingo, 3 de maio, com a disputa da 19ª rodada. A competição, que é disputada em turno único, já tem o seu campeão definido, a Ferroviária de Araraquara que na 17ª rodada do certame venceu o Guaratinguetá por 1 a 0 fora de casa e, com isso, não pode ser alcançada pelos concorrentes ao título e, até o momento, é a única equipe garantida na Série A1 de 2016 e, de quebra, assegurou a vaga para participar da Copa do Brasil do ano que vem. Além disso, Catanduvense e Guaratinguetá já estão matematicamente rebaixadas. Apesar dessas definições, a última rodada do campeonato promete por conta da luta pelas outras três vagas para a elite do futebol paulista e para fugir das outras duas que levam para a Série A3 em 2016.

A equipe de Araraquara sacramentou o título com duas rodadas de antecedência para o término do torneio. Na ocasião, com 37 pontos, a Locomotiva foi beneficiada pelos tropeços dos outros adversários postulantes ao título – derrota da Independente de Limeira para a Matonense e o empate do Oeste contra Monte Azul. Mesmo que a equipe de Itápolis terminasse o campeonato empatada com a Ferroviária na pontuação, o título ficaria com a Ferrinha por causa do primeiro critério de desempate (número de vitórias).

E, na 18ª rodada, a Ferroviária garantiu de vez a liderança isolada da competição sem precisar entrar em campo (vai disputar a rodada hoje, 27, contra o São Caetano), pois o Oeste, vice-líder, empatou com a Matonense em 0 a 0 e ainda viu o Novorizontino ultrapassá-lo na tabela.

Todos os jogos da 19ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2 serão realizados no dia 3 de maio, às 10h. Leia a análise da importância dos confrontos da rodada derradeira.

Ferroviária x Guarani: o jogo só servirá para a entrega da taça para a Locomotiva diante de sua torcida. O Bugre terminará na posição intermediária da tabela.

Oeste x Independente: confronto entre os atuais quarto e quinto colocado, os dois times travarão um duelo para saber quem ficará com uma das três vagas que restam para a Série A1.

Velo Clube x Água Santa: a equipe de Rio Claro (com 19 pontos) luta pra fugir do rebaixamento (ainda não está no Z4), enquanto o time de Diadema (3º) depende apenas de si para conseguir o feito inédito de disputar a elite do futebol paulista.

Novorizontino x Batatais: duelo entre o vice-líder do campeonato e o 16º colocado. O Tigre do Vale, assim como o Água Santa, só depende de si pra voltar à elite, enquanto o Fantasma da Mogiana está na mesma situação do Velo Clube.

Catanduvense x Comercial: com 17 pontos, o Bafo precisa vencer o time de Catanduva, que já está rebaixado, e torcer para derrotas de Batatais, Velo Clube ou ainda do Atlético Sorocaba e Matonense.

Atlético Sorocaba x Matonense: o Atlético tem a mesma pontuação de Velo Clube e Batatais, mas tem a missão menos complicada em relação a eles, vai pegar o desesperado Matonense em casa. Para a equipe de Matão, além da vitória, tem que secar o Batatais, o Velo Clube e também o Comercial.

Monte Azul x Rio Branco: embora esteja matematicamente ameaçada, só uma combinação absurda de resultados pode rebaixar o Monte Azul. Com 20 pontos, o Azulão recebe o descompromissado Rio Branco em casa e basta um empate para garantir a permanência na Série A2.

Mirassol x União Barbarense: com 32 pontos, o Leão da Alta Araraquarense precisa vencer a equipe de Santa Bárbara d’Oeste e torcer por tropeços de Água Santa, Oeste e Independente.

Paulista x São Caetano: também com 32 pontos, a situação do Azulão é a mesma do Mirassol, precisa vencer a equipe de Jundiaí e ficar na torcida para que Água Santa, Oeste e Independente não pontuem. Além disso, necessita ganhar da campeã Ferroviária hoje em casa. Em caso de derrota para a equipe grená no Anacleto Campanella, a equipe do ABC dá adeus à volta para a elite.

Santo André x Guaratinguetá será disputado só para o cumprimento da tabela.

A Ferroviária, que volta à elite do futebol paulista após 19 anos, está de parabéns pela conquista. Foi o time mais regular do campeonato e, no período que passou fora da primeira divisão, passou por situações financeiras complicadas, disputou divisões inferiores, mas deu a volta por cima (não precisou de “tapetão” como certos times), reformou o seu estádio (Arena Fonte Luminosa) e tem um time de futebol feminino que é referência no País (que ganhou o Campeonato Brasileiro da categoria recentemente e é a atual vice-campeã nacional). E mostrou que, com trabalho sério e competente é possível.

Na próxima semana, faremos um breve relato do jogo de encerramento da equipe campeã, um resumo dos resultados da rodada e da classificação final.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s