Exposição “O Paradoxo do Olhar” no MuBE

O Cristo Redentor, no RJ, em foco e o desfoque no restante da paisagem da Cidade Maravilhosa captado pelas lentes de Claudio Edinger
O Cristo Redentor, no RJ, em foco e o desfoque no restante da paisagem da Cidade Maravilhosa captado pelas lentes de Claudio Edinger

O Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) realiza até o próximo dia 3 de maio a exposição “O Paradoxo do Olhar”, que exibe 34 imagens de Claudio Edinger, que procurou retratar a maneira pessoal e universal de enxergar o mundo.

Desde 2000, o fotógrafo vem a pesquisar o artifício do foco seletivo, na qual coloca em destaque determinados detalhes numa figura, enquanto outros surgem fora de foco, como manchas em uma tela.

Com o foco e desfoque na mesma imagem, o trabalho, que começou no Rio de Janeiro, se estendeu para o interior da Bahia, da Amazônia, São Paulo e Santa Catarina, além de lugares no exterior, como Los Angeles, Paris e Veneza.

O livro, que dá nome à mostra, foi lançado no MuBE no último dia 15 de abril pela Editora Madalena.

SERVIÇO:
Exposição: O Paradoxo do Olhar
Onde: Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) – Avenida Europa, 218 (entrada pela Rua Alemanha, 221) – Jardim Europa
Quando: até 03/05/2015; de terça a domingo, das 10h às 19h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s