Motörhead: 35 anos de “Bomber”

"Bomber": álbum do Motörhead que teve o "azar" de ser lançado entre "Overkill" e "Ace Of Spades"
“Bomber”: álbum do Motörhead que teve o “azar” de ser lançado entre “Overkill” e “Ace Of Spades”

Na segunda-feira passada, dia 27 de outubro, o álbum “Bomber”, do Motörhead, chegou aos seus 35 anos de lançamento. Gravado entre julho e agosto de 1979 no Roundhouse Studios e Olympic Studios, na Inglaterra, o disco foi produzido por Jimmy Miller. O play alcançou o número 12 no UK Albums Chart.

Durante a gravação do álbum, o produtor Jimmy Miller passava por maus bocados sob a influência da heroína, chegando ao ponto de desaparecer do estúdio e, posteriormente, ser localizado dormindo ao volante do carro. O episódio inspirou Lemmy a compor a canção “anti-heroína” “Dead Men Tell No Tales”.

É bom destacar que a banda só interrompeu as gravações do álbum para tocar no Reading Festival.

Entre os destaques do play estão a faixa-título, que se destaca pela base feita por Lemmy e Eddie, e que até hoje encerra os shows da banda, e que foi inspirada no romance de Len Deighton. Outro tema bacana é “Stone Dead Forever”, com o seu refrão.

O legal das faixas é a forma que Lemmy Kilmister lida com alguns assuntos. Como “Lawman”, em que ele critica severamente a polícia; já “Talking Head” condena o abuso que a televisão transmite aos seus telespectadores, assim como detona o show business com “All The Aces”. Enquanto isso, “Poison” aborda o casamento e trata da forma como o pai abandonou a mãe.

E o álbum traz ainda a faixa “Step Down”, a única cantada pelo guitarrista Eddie “Fast” Clarke na banda.

A arte da capa do álbum foi concebida pelo artista inglês Adrian Chesterman.

Durante a turnê, a banda usou todo um aparato cenográfico, remetendo à Segunda Guerra Mundial, com um avião (semelhante com um Heinkel He 111, bombardeiro de médio porte desenvolvido pela Alemanha nazista) descendo pelo palco.

Em 2005, “Bomber” ganhou uma reedição com CD duplo com algumas versões alternativas, ao vivo e a faixa “Over The Top”.

Embora seja um bom disco, “Bomber” parece sofrer do mesmo problema que “Fireball”, do Deep Purple: o fato de ter sido lançado entre duas obras-primas, o que atribuo o trabalho ao status de álbum “injustiçado”. No caso do Motörhead, ele saiu entre os arrasa-quarteirões “Overkill” (1979) e “Ace Of Spades” (1980), enquanto o trabalho de 1971 do Purple saiu entre os clássicos “In Rock” (1970) e “Machine Head” (1972).

A seguir, a ficha técnica e o tracklist (da versão reeditada de 2005) do disco.

Álbum: Bomber
Intérprete: Motörhead
Lançamento: 27 de outubro de 1979
Produtor: Jimmy Miller
Gravadora: Bronze (1979)/CMC International (1996)/Sanctuary (2005)

Lemmy Kilmister: baixo e voz
Eddie “Fast” Clarke: guitarra, backing vocal e voz em “Step Down” e na versão alternativa de “Stone Dead Forever
Phil “Phlthy Animal” Taylor: bateria

1. Dead Men Tell No Tales (Kilmister / Taylor / Clarke)
2. Lawman (Kilmister / Taylor / Clarke)
3. Sweet Revenge (Kilmister / Taylor / Clarke)
4. Sharpshooter (Kilmister / Taylor / Clarke)
5. Poison (Kilmister / Taylor / Clarke)
6. Stone Dead Forever (Kilmister / Taylor / Clarke)
7. All The Aces (Kilmister / Taylor / Clarke)
8. Step Down (Kilmister / Taylor / Clarke)
9. Talking Head (Kilmister / Taylor / Clarke)
10. Bomber (Kilmister / Taylor / Clarke)
CD 2:
1. Over The Top (Kilmister / Taylor / Clarke)
2. Stone Dead Forever (alternative version) (Kilmister / Taylor / Clarke)
3. Sharpshooter (alternative version) (Kilmister / Taylor / Clarke)
4. Bomber (alternative version) (Kilmister / Taylor / Clarke)
5. Step Down (alternative version) (Kilmister / Taylor / Clarke)
6. Leaving Here (live) (Dozier / Holland / Holland)
7. Stone Dead Forever (live) (Kilmister / Taylor / Clarke)
8. Dead Men Tell No Tales (live) (Kilmister / Taylor / Clarke)
9. Too Late Too Late (Kilmister / Taylor / Clarke)
10. Step Down (live) (Kilmister / Taylor / Clarke)

Por Jorge Almeida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s