Iron Maiden: 20 anos de “Live At Donington”

Capa original de "Live At Donington": uma dos raros registros do Iron Maiden sem a presença de Eddie
Capa original de “Live At Donington”: uma dos raros registros do Iron Maiden sem a presença de Eddie

Hoje, 8 de novembro, o álbum “Live At Donington”, do Iron Maiden, faz 20 anos de seu lançamento. Trata-se de uma gravação que a banda inglesa fez no Donington Park, na Inglaterra, no festival “Monsters Of Rock” a dia 22 de agosto de 1993 diante de uma plateia que beirava em 70 mil pessoas. Na ocasião, o grupo formado por Steve Harris (baixo), Bruce Dickinson (voz), Dave Murray e Janick Gers (guitarras) e Nicko Mc Brain (bateria) era o headline do evento.

O Iron Maiden seguia promovendo a turnê de “Fear Of The Dark” e lotando arenas pelo mundo afora, apesar de o Grunge estava a adquirir mais notoriedade no rock em relação ao Metal na época. Aliás, a extensa turnê, que teve 68 shows realizados entre junho e novembro de 1992, incluiu a América do Sul na rota, o que não acontecia desde 1985, quando o grupo fez apenas uma apresentação na primeira edição do Rock In Rio durante a “World Slavery Tour”.

Mas, voltando a Donington, o concerto foi filmado para o lançamento em Home Vídeo e vinil triplo (edição limitada). Na época, o “live” teve uma edição em CD duplo que foi lançado, inicialmente, em apenas alguns países, como Brasil, Canadá, Holanda, Japão, Coreia do Sul, Reino Unido e Itália. Porém, em 1998, a versão em CD tornou-se regular no catálogo da banda com o relançamento da discografia do Iron Maiden naquele ano.

Aliás, quando foi lançado, “Live At Donington” apresentava apenas uma capa branca com o logotipo do Iron Maiden na cor preta, ou seja, sem a presença de Eddie, ou seja, é um dos raros registros fonográficos do Iron Maiden sem a sua “mascote”. Todavia, na reedição do álbum, em 1998, a banda optou em colocar o cartaz do concerto original na capa. Além disso, a distribuição das faixas no tracklist das duas versões era diferente: enquanto a primeira edição trazia os dois CD’s com dez faixas cada, a reedição apresentava 14 temas no CD 1 e seis temas no CD 2. Isso se deve por conta do espaço disponível para a inclusão de uma seção multimídia no álbum.

A capa lançada na reedição de 1998 de "Live At Donington"
A capa lançada na reedição de 1998 de “Live At Donington”

Quanto às músicas, uma verdadeira ‘tsunami’ de clássicos da Donzela. Todos os discos de estúdio da banda teve pelo menos um tema apresentado em meio aos 20 sucessos do Maiden. Logo, desde “Iron Maiden” (1980) – que foi representada, além da faixa-título, por “Sanctuary” e “Running Free” – a “Fear Of The Dark” (1992), com a música homônima juntamente com “Be Quick Or Be Dead”, “From Here To Eternity”, “Wasting Love” e “Afraid To Shoot Strangers”.

No entanto, o ápice do concerto dos ingleses foi a presença do guitarrista Adrian Smith, que havia saído da banda em 1990, no palco para fazer uma participação especial na execução de “Running Free”.

E, só para registrar, o álbum foi produzido pelo próprio Steve Harris e foi lançado após a saída de Bruce Dickinson da banda.

Enfim, são quase duas horas de puro deleite para quem aprecia a maior banda de Heavy Metal do mundo (depois do Black Sabbath, é claro).

A seguir, a ficha técnica e o tracklist do disco.

Álbum: Live At Donington
Intérprete: Iron Maiden
Lançamento: 8 de novembro de 1993
Produtor: Steve Harris

Bruce Dickinson: voz
Steve Harris: baixo
Dave Murray: guitarra
Janick Gers: guitarra
Nicko McBrain: bateria

Michael Kenney: teclados
Adrian Smith: guitarra em “Running Free

CD 1:
1. Be Quick Or Be Dead (Dickinson / Gers)
2. The Number Of The Beast (Harris)
3. Wrathchild (Harris)
4. From Here To Eternity (Harris)
5. Can I Play With Madness (Smith / Dickinson / Harris)
6. Wasting Love (Dickinson / Gers)
7. Tailgunner (Harris / Dickinson)
8. The Evil That Men Do (Smith / Dickinson / Harris)
9. Afraid To Shoot Strangers (Harris)
10. Fear Of The Dark (Harris)
CD 2:
1. Bring Your Daughter… To The Slaughter (Dickinson)
2. The Clairvoyant (Harris)
3. Heaven Can Wait (Harris)
4. Run To The Hills (Harris)
5. 2 Minutes To Midnight (Smith / Dickinson)
6. Iron Maiden (Harris)
7. Hallowed Be Thy Name (Harris)
8. The Trooper (Harris)
9. Sanctuary (Iron Maiden)
10. Running Free (Harris / Di’Anno)

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s