Botafogo (PB), campeão brasileiro da Série D 2013

Botafogo (PB): conquistou o primeiro título nacional para o futebol da Paraíba
Botafogo (PB): conquistou o primeiro título nacional para o futebol da Paraíba

Com gols de Mario Larramendi e Aidar, o Botafogo Futebol Clube, da Paraíba, derrotou o Juventude, de Caxias do Sul, por 2 a 0 e conquistou o inédito título do Campeonato Brasileiro da Série D. No primeiro jogo, o time gaúcho havia vencido os paraibanos por 2 a 1. Contudo, o xará do Glorioso carioca reverteu a desvantagem e, consequentemente, levou a taça, o primeiro título de nível nacional conquistado por uma equipe da Paraíba.

A decisão da Série D iniciou com o Juventude em vantagem em função do resultado do primeiro jogo. Então, em virtude da situação, o Botafogo começou o primeiro tempo indo pra cima do adversário em busca do prejuízo. Assim, o Belo criou as melhores oportunidades diante do time gaúcho, que respondeu timidamente com alguns arremates. E, aos 20 minutos, o alvinegro da estrela vermelha chegou ao gol com o zagueiro uruguaio Mario Larramendi. Após cobrança de escanteio de Pio pela esquerda, o zagueiro uruguaio, que substituiu o suspenso titular Marcel, subiu de cabeça para levar o time paraibano em vantagem. A torcida do Botafogo explode nas arquibancadas.

Com o resultado adverso, o alviverde gaúcho começou a ter a iniciativa em busca do empate e criou uma boa oportunidade aos 32 com Rogerinho, que finalizou rente à trave direita de Remerson. Enquanto isso, o time da casa ficava administrando a posse de bola à espera de encaixar um contragolpe. Porém, o Juventude quase empatou na chegada do intervalo aos 43 novamente com Rogerinho.

O segundo tempo iniciou com o Juventude pressionando o Botafogo para tentar o empate e criou algumas oportunidades, mas não soube aproveitar. Pressentindo o perigo rondando a sua equipe, o técnico Marcelo Vilar sacou Fausto para a entrada do experiente Warley. A princípio, a substituição surtiu efeito, pois em sua primeira jogada ofensiva, o camisa 20 recebeu na área, mas o goleiro Airton saiu nos pés do atacante. Os torcedores pediram pênalti, que foi ignorado pelo árbitro.

Depois dessa chance, os jogadores do Fogão começaram a apresentar cansaço enquanto o Juve pressionou os anfitriões. Inclusive, o técnico Lisca colocou a equipe no ataque ao promover a entrada do atacante Brenner no lugar do meio-campista Rogerinho. Enquanto isso, o Botafogo errava passes e cometia faltas no meio-campo.

E na ânsia de fazer o gol de empate, o Juventude partiu com tudo pra cima do Belo. Porém, aos 46 minutos da etapa complementar, em um rápido contragolpe, o Botafogo pegou a defesa do time de Caxias do Sul aberta, Aidar recebeu com liberdade e tocou na saída de Airton para fazer o gol do título. Botafogo 2, Juventude 0.

Além do campeão Botafogo e do vice Juventude, subiram para a Série C em 2014 as equipes do Salgueiro (PE) e do Tupi (MG).

Curiosamente, os clubes protagonistas da final da Série D fizeram os seus maiores feitos no “maior do mundo”, o Estádio do Maracanã. Em 1999, o Juventude deu volta olímpica no Maraca quando empatou em 0 a 0 com o Botafogo carioca na decisão da Copa do Brasil daquele ano. Como havia vencido o primeiro jogo da final em casa por 2 a 1, a equipe de Caxias do Sul segurou o empate diante do Fogão e levou a taça e a classificação para a Libertadores do ano seguinte para casa. Já o Botafogo paraibano “derrubou” milhares de apostadores da Loteria Esportiva em 6 de março de 1980 quando derrotou “apenas” o Flamengo de Zico pelo placar de 2 a 1 em pleno Maracanã. E, assim, o alvinegro da estrela vermelha frustrou àqueles que arriscaram vitória rubronegra na Loteca da Caixa Econômica Federal. Coisas do futebol.

E mais uma vez o futebol paraibano está de parabéns. Esse foi o segundo título que clubes da Paraíba conquistaram fora do âmbito estadual. Em março, o Campinense havia levado a Copa do Nordeste 2013.

A seguir, a campanha do campeão e a ficha técnica da decisão.

Primeira fase:
05/06/2013 – Juazeirense (BA) 1×1 Botafogo (PB) – Adautão, Juazeiro (BA)
08/06/2013 – Botafogo (PB) 1×1 Sergipe (SE) – Almeidão, João Pessoa (PB)
07/07/2013 – CSA (AL) 0x1 Botafogo (PB) – Rei Pelé, Maceió (AL)
21/07/2013 – Botafogo (PB) 2×0 Vitória da Conquista – Almeidão, João Pessoa (PB)
04/08/2013 – Vitória da Conquista (BA) 1×0 Botafogo (PB) – Lomantão, Vitória da Conquista (BA)
11/08/2013 – Botafogo (PB) 2×0 CSA (AL) – Almeidão, João Pessoa (PB)
18/08/2013 – Sergipe (SE) 2×3 Botafogo (PB) – Presidente Médici, Itabaiana (SE)
25/08/2013 – Botafogo (PB) 4×2 Juazeirense (BA) – Almeidão, João Pessoa (PB)
Oitavas-de-final:
1º/09/2013 – Central (PE) 3×1 Botafogo (PB) – Lacerdão, Caruaru (PE)
08/09/2013 – Botafogo (PB) (3)3×1(1) Central (PE) – Almeidão, João Pessoa (PB)
Quartas-de-final:
16/09/2013 – Botafogo (PB) 2×1 Tiradentes (CE) – Almeidão, João Pessoa (PB)
22/09/2013 – Tiradentes (CE) 0x1 Botafogo (PB) – Presidente Vargas, Fortaleza (CE)
Semifinais:
29/09/2013 – Salgueiro (PE) 1×2 Botafogo (PB) – Salgueirão, Salgueiro (PE)
06/10/2013 – Botafogo (PB) 2×0 Salgueiro (PE) – Almeidão, João Pessoa (PB)
Finais:
27/10/2013 – Juventude (RS) 2×1 Botafogo (PB) – Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
03/11/2013 – Botafogo (PB) 2×0 Juventude (RS) – Almeidão, João Pessoa (PB)

FICHA TÉCNICA: BOTAFOGO (PB) 2X0 JUVENTUDE (RS)
Competição/fase: segundo jogo da final do Campeonato Brasileiro da Série D
Data: 03/11/2013 (domingo), 17h (horário de Brasília)
Local: Estádio José Américo de Almeida Filho (Almeidão) – João Pessoa (PB)
Público total: 20.020 torcedores (19.619 pagantes e 401 não-pagantes)
Renda: R$ 430.492,00
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Assistentes: Flavio Gomes Barroca (RN) e Luis Carlos Camara Bezerra (RN)
Cartões amarelos: André Lima e Fausto (Botafogo)
Gols: Mario Larramendi, aos 20 minutos do primeiro tempo, e Aidar, aos 46 minutos do segundo tempo
BOTAFOGO (PB): 1.Remerson; 2.Ferreira, 3.Mario Larramendi, 4.André Lima e 6.Celico; 5.Zaquel, 8.Pio (22.Hércules), 10.Doda e 11.Lenílson (16.Izaías); 9.Fausto (20.Warley) e 7.Rafael Aidar. Técnico: Marcelo Vilar
JUVENTUDE (RS): 1.Airton; 2.Juliano, 3.Claudinho, 4.Diogo e 6.Gerley (17.Ermel); 5.Possebon, 8.Mika (15.Paulo Josué), 7.Dê e 11.Rogerinho (18.Brenner); 9.Zulu e 10.Douglas Vieira. Técnico: Lisca

Parabéns ao Botafogo Futebol Clube pela conquista.

Por Jorge Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s