Deu o óbvio na final da Champions League

O Manchester United – com apenas dois jogadores considerados titulares – derrotou o Schalke 04 no Estádio Old Trafford por 4 a 1 (gols de Valencia, Gibson e dois de Anderson, Jurado anotou pelo time alemão) em partida válida pelas semifinais da Champions League (no resultado agregado: 6 a 1 para os “Diabos Vermelhos”, que venceu o jogo de ida por 2 a 0 na Alemanha) e disputará pela quinta vez a final da competição no próximo dia 28 de maio no novo Estádio de Wembley.

O adversário do United é “ninguém-mais-ninguém-menos” do que o poderoso Barcelona, que deixou para trás o arquirrival Real Madrid na outra semifinal (2 a 0 no Santiago Bernabeu e 1 a 1 no Camp Nou). O time catalão chegou à decisão após superar os Merengues em uma semifinal turbulenta, com direito às “troca de farpas” entre os técnicos Pep Guardiola pelo Barça e José Mourinho, do Real, via imprensa. O treinador português, com certeza, descarregará o seu descontentamento contra a arbitragem no jogo de ontem, na casa do adversário, que anulou erradamente o gol de Higuaín, que aproveitou o passe de Cristiano Ronaldo que ainda sofreu falta. Contudo, o juiz belga Frank de Bleeckere “viu” que o jogador português, na queda, fez falta no argentino Mascherano. Além disso, o clube da capital espanhola reclamou da expulsão do luso-brasileiro Pepe no compromisso de ida.

Agora, Manchester United e Barcelona farão um repeteco da final da temporada 2008/2009, vencida pelos catalães. Assim, o time do Sir Alex Ferguson terá a oportunidade de fazer a revanche e desempatar o número de conquistas (ambos contam com três títulos da principal competição interclubes do mundo).

Particularmente, já imaginava que as duas equipes fariam a final da Champions League (caso ambos não se enfrentassem nas fases eliminatórias anteriores). Sim, porque acredito que Barcelona e Manchester United contém os dois melhores times do mundo. Por isso que além dos dois, no inicio da competição, apontava como os principais favoritos ao título, o Real Madrid, o Chelsea e, correndo por fora, apontei Milan, Internazionale e Bayern de Munique.

A finalíssima terá um duelo interessante: de um lado Lionel Messi e do outro Wayne Rooney, dois “camisas 10” que costumam desequilibrarem uma partida.

Mas para chegar até aqui, os “Red Devils” terminou a fase de grupos na liderança do grupo C com 14 pontos em seis jogos (quatro vitórias e dois empates); nas oitavas-de-final, os ingleses empataram em 0 a 0 com os franceses do Olympique de Marseille fora de casa e venceram em seus domínios por 2 a 1; nas quartas-de-final, o Manchester United passou pelo rival Chelsea (com quem disputa ponto a ponto o Campeonato Inglês) com duas vitórias (1 a 0 e 2 a 1); e nas semifinais, a vítima foi o Schalke 04 e mais dois triunfos, como foi dito acima.

Já o Barcelona liderou o grupo D com campanha semelhante ao rival do próximo dia 28, porém, com saldo de gols mais favorável (14 a 6); nas oitavas-de-final, o Barça foi derrotada pelo Arsenal por 2 a 1 fora de casa e venceu os ingleses por 3 a 1 no Camp Nou; nas quartas-de-final, o Barcelona passeou contra o Shaktar Donetsk (vitórias de 5 a 1 em casa e 1 a 0 na Ucrânia); nas semifinais, os comandados de Pep Guardiola superaram Cristiano e cia., também citado acima.

A diferença entre a final do dia 28 de maio em Wembley e a de duas temporadas atrás, é que naquela ocasião, o favoritismo era do Manchester (e deu Barça) e para o próximo confronto, o Barcelona é apontado como principal candidato ao título.

Mas, independentemente de quem for o campeão, o título estará em boas mãos.

Por Jorge Almeida

Exposição “Norte” na Central Galeria de Arte Contemporânea

A Central Galeria de Arte Contemporânea está com a exposição “Norte” em cartaz até o próximo dia 15 de maio e reúne nove telas do pintor paulistano Bartolomeo Gelpi.

Além das pinturas, no interior da galeria, Gelpi também pintou a fachada do espaço com listras verticais e mais um “site specific” interno.

Todas as obras são constituídas por telas em óleo sobre tela em forma de quadrado com listras verticais que variam entre sete e nove centímetros de espessura.

Após o término exposição, Bartolomeo Gelpi estará com mostra individual no Centro Universitário Maria Antônia.

SERVIÇO:
Exposição: Norte
Onde: Central Galeria de Arte Contemporânea – Avenida Rebouças, 1545
Quando: até 15/05/2011; de terça a sexta, das 11h às 19h; sábados, das 11h às 18h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

SÓ ATÉ DOMINGO: Exposição “Fernanda Gomes – Monográficas” no Centro Cultural

O Centro Cultural São Paulo apresenta até o próximo domingo, 8 de maio, a exposição “Fernanda Gomes – Monográficas” que conta com trabalhos inéditos e obras produzidas nas últimas duas décadas pela artista carioca Fernanda Gomes.

A mostra é a primeira de uma série de individuais, intitulada Monográficas e é voltada para a produção de arte no Brasil nos últimos 30 anos. O objetivo é reunir obras de artistas cuja trajetória se inicia na virada dos anos 1990.

E os trabalhos de Fernanda se casam perfeitamente com este perfil, uma vez que desde o início de sua carreira, na segunda metade da década de 1980, sua produção, de acordo com o texto da mostra, “é composta por materiais corriqueiros e usam-se artifícios que têm a dimensão da mão: colar, amarrar, raspar, pintar, empilhar, suspender no ar, ou simplesmente posicionar no espaço, de travesseiros a detritos recolhidos na rua, de pedaços de fio dental usados a artigos do mobiliário doméstico, de papeis de cigarros fumados a copos cheios d’água, caixas de fósforo, um saco de dormir ou duas colheres fundidas em ouro de 18 quilates, sob encomenda, unidas em estrutura única pela ponta de seus cabos e brutas, por falta de acabamento”.

SERVIÇO:
Exposição: Fernanda Gomes – Monográficas
Onde: Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro, 1000
Quando: até 08/05/2011; de terça a sexta-feira, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Quanto: entrada gratuita

Por Jorge Almeida

O Borussia Dortmund é campeão alemão por antecipação

O Borussia Dortmund é campeão alemão após um jejum de nove temporadas

Com gols do paraguaio Lucas Barrios e do polonês Lewandowski, o Borussia Dortmund derrotou o Nuremberg em casa por 2 a 0 pela 32ª rodada da Budesliga neste sábado e conquistou com duas rodadas de antecipação o Campeonato Alemão 2010/2011. O time amarelo foi beneficiado pela derrota do vice-líder do campeonato, Bayer Leverkusen, pelo mesmo placar para o Colônia.

Com a conquista, o clube de Dortmund triunfa o seu sétimo título nacional, o que não acontecia desde a temporada 2001/2002. O Borussia havia sido campeão alemão nas temporadas 1955/1956, 1956/1957, 1962/1963, 1994/1995, 1995/1996 e 2001/2002.

O Borussia foi melhor que o Nuremberg durante toda a partida e, com a ajuda de sua torcida, fez o resultado ainda no primeiro tempo. E na etapa complementar não foi diferente. Até que aos 23 minutos, o sistema de som da arena anunciou o gol do Colônia contra o Bayer Leverkusen e, 14 minutos depois, o segundo tento do Colônia, sacramentando assim o título do Borussia.

Portanto, faltando duas rodadas para o término da temporada 2010/2011, com a vitória diante do Nuremberg, o Borussia, saltou para 72 pontos e, conforme o revés do Bayer, que estacionou nos 64 pontos, não pode ser mais alcançado. Possivelmente, o clube de Leverkusen será o vice-campeão alemão. Enquanto isso, a terceira colocação (que define os três times alemães para disputarem a Champions League 2011/2012) está sendo disputada entre Bayern de Munique, que tem 59 pontos, e Hannover, com 57.

Parabéns ao Borussia Dortmund que, assim como o Porto, é campeão nacional por antecipação.

Por Jorge Almeida

El Clássico e Gre-Nal, as séries

Amanhã, quarta-feira, 27 de abril, no Estádio Santiago Bernabeu, será realizada o primeiro jogo da semifinal da Champions League 2010/2011 entre Real Madrid e Barcelona. Este confronto será o terceiro da série dos quatro duelos entre os arquirrivais espanhóis em 18 dias em três competições nesta temporada (Campeonato Espanhol, Copa do Rei e Champions).

Por enquanto, o “El Clássico”, como é conhecido pelos espanhóis o confronto entre Barcelona e Real está, tecnicamente, empatado: afinal, mesmo que o duelo entre os Merengues e o Barça válido pelo returno do Campeonato Espanhol tenha terminado em igualdade (1 a 1), o time catalão levou a vantagem por ter atuado fora de casa e ter mantido a diferença de oito pontos em relação ao rival, faltando poucas rodadas para o término da Liga Espanhola, praticamente com a “mão na taça”. Mas, o Real Madrid derrotou o Barcelona na final da Copa do Rei na última quarta-feira por 1 a 0, com gol de Cristiano Ronaldo. E, agora, os dois medirão forças para saber quem fará a final da maior competição interclubes da Europa contra o Manchester United ou Schalke 04 no Novo Estádio de Wembley.

E quem disse que esse tipo de situação só acontece na Espanha? Por incrível que pareça, dependendo da situação, poderemos ter uma série de cinco jogos entre os arquirrivais gaúchos Grêmio e Internacional, que fazem o famoso Grenal. Como assim?

Simples, domingo, as duas equipes disputarão a final do segundo turno do Campeonato Gaúcho (a Taça Farroupilha), se o Colorado vencer, fará a final do Gauchão contra o vencedor do primeiro turno que, coincidentemente, é o Tricolor dos Pampas, ou seja, pelo Estadual, teremos mais dois Grenais, até aí, já serão três confrontos. Porém, se o time do Olímpico derrotar o clube do Beira-Rio pela Taça Farroupilha, será proclamado campeão gaúcho de 2011 por ter vencido os dois turnos.

E como se não bastasse, Grêmio e Inter se classificaram para as oitavas-de-final da Libertadores e enfrentarão a Universidad Católica, do Chile, e Peñarol, do Uruguai, respectivamente. Logo, se as duas agremiações do Rio Grande do Sul superarem os seus adversários nesta fase, novamente, se encontrarão nas quartas-de-final, assim, farão mais dois Grenais, totalizando cinco confrontos. Este possível confronto entre os gaúchos já pode ser considerado o Grenal do século XXI?

Então, quem levará a melhor? Barcelona ou Real Madrid; Grêmio ou Inter? Particularmente não sei, mas que o “bicho vai pegar” na Espanha e no RS não tenho a menor dúvida.

Por Jorge Almeida

Olympique de Marseille é bicampeão da Copa da Liga Francesa

O Olympique de Marseille conquistou, pela segunda vez, a Copa da Liga Francesa e ainda pode ser bicampeão francês

Com gol do nigeriano Taiwo aos 34 minutos do segundo tempo, o Olympique de Marseille derrotou o Montpellier por 1 a 0 no Stade de France e conquistou o bicampeonato da Copa da Liga Francesa, se igualando ao Strasbourg em número de conquista, porém, é o primeiro a conquistar a competição de maneira consecutiva, ficando atrás de Bordeaux e Paris Saint-German que são os maiores vencedores da competição, com três títulos cada.

Por ter sido o campeão Francês da última temporada, ou seja, ter ficado entre os seis primeiros do campeonato nacional, o Olympique teve o benefício de entrar já nas oitavas-de-final para a 17ª edição da Copa da Liga Francesa, se juntando aos 10 clubes vencedores da terceira fase do torneio.

A partida começou disputada nos primeiros minutos, contudo, o Montepellier estava chegando mais forte nas divididas. E, ainda aos seis minutos, o técnico Didier Deschamps foi obrigado a realizar a primeira substituição, saiu Mbia, contundido, para a entrada de Kabore.

Tanto é que somente aos 19, Lucho González cobrou uma falta e o goleiro Pioner dá rebote, mas o Olympique não conseguiu aproveitar. No minuto seguinte, o Montpellier quase faz com Saihi, porém, o arqueiro Mandanda evitou o tento ao praticar a defesa com os pés. O guarda-metas do Olympique quase foi surpreendido aos 30, com a cobrança do meia Belhanda, e acabou cedendo o escanteio. No contra-ataque, Gigniac, em jogada pela esquerda, cruza e, no rebote, Valbuena finalizou mandando a bola na trave. Depois, aos 33, foi a vez de Jeunechamp concluir a gol, chutando da intermediária, mas o goleiro Mandada praticou a defesa em dois tempos. Ainda no ataque, o Montepellier tentou mais uma vez aos 36 com Bocally, que após o “bate-rebate” mandou uma bicicleta, mas sem direção. No final do primeiro tempo, Belhanda ao concluir a gol, escorregou e facilitou a defesa do goleiro adversário. Final de primeiro tempo no Stade de France: 0 a 0.

E no comecinho da etapa complementar, com menos de um minuto, Ayew deu uma cabeçada, mandando a bola no canto, mas Pionnier executou uma excelente defesa, ao espalmar a redonda para escanteio. Nos 30 minutos seguintes, o jogo ficou tenso com muitos passes errados, faltas e finalizações erradas. Até que aos 33 minutos, Bocaily faz falta no campo de defesa de sua equipe. E no minuto seguinte, após a cobrança de falta pela esquerda, Pionner espalma para o meio da grande área e nigeriano Taiwo aproveitou o rebote e fez o gol do título. Depois do gol sofrido, o Montpellier tentou, desorganizadamente, ir ao ataque em busca do empate. Enquanto isso, o vice-líder do Campeonato Francês ficou administrando a vantagem. Nos acréscimos, o goleiro Pionnier foi para a área tentar o cabeceio na cobrança de escanteio de sua equipe em busca da igualdade no placar e levar a partida para a prorrogação. Fim de papo no Stade de France, Olympique de Marseille 1, Montpellier 0.

E o Olympique ainda poderá ser bicampeão francês, pois está a um ponto do líder Lille e o Campeonato Francês está na reta final.

A seguir a campanha e a ficha técnica da final da Copa da Liga Francesa.

Campanha:
Oitavas-de-final: Guingamp 0 x 1 Olympique de Marseille
Quartas-de-final: Olympique de Marseille 2 x 1 Monaco
Semifinal: Auxerre 0 x 2 Olympique de Marseille
Final: Olympique de Marseille 1 x 0 Montpellier.

FICHA TÉCNICA: OLYMPIQUE DE MARSEILLE 1 X 0 MONTPELLIER
Competição: final da Copa da Liga Francesa 2010/2011
Local: Stade de France, Saint-Denis, França
Árbitro: Antony Gautier
Assistentes: Mickael Annonier e Nicolas Pottier
Cartão Amarelo: Bocaly (Montpellier).
Cartão Vermelho: não houve.
Gol: Taiwo, aos 34 do segundo tempo.
OLYMPIQUE DE MARSEILLE: 30.Mandanda; 24.Fanni, 21.Diwara, 19.Heinze e 3.Taiwo; 17.Mbia (12.Kabore), 8.Lucio González (18.Abriel), 7.Cheyrou e 28.Valbuena (15.Jordan Ayew); 20. André Ayew e 10.Gigniac. Técnico: Didier Deschamps.
MONTPELLIER: 1.Pionnier, 2.Bocaly, 22.Colombo, 3.Yanga-M’Biwa e 27.Jeunechamp; 14.Benhamida, 6.Marveaux (24.Koita), 23.Saihi e 29.Belhanda; 19.Camara (12.Dernis) e 17.Pitau (11.Kabze). Técnico: René Girard.

Parabéns ao Olympique de Marseille.

Por Jorge Almeida

Termina a primeira fase da Libertadores da América 2011

O Fluminense conseguiu o que seria impossível: a classificação para a próxima fase da Libertadores

Com quatro jogos realizados nesta quarta-feira, foram definidas mais quatro equipes a se classificarem para a próxima fase da Libertadores da América. Dos confrontos, destaque para a épica vitória e a classificação, até então, impossível do Fluminense, que foi até a Argentina e venceu o Argentinos Juniors por 4 a 2, o Tricolor carioca foi beneficiado também pelo empate em 0 a 0 entre Nacional, do Uruguai, e América, do México. O lado negativo foi o comportamento dos jogadores do time argentino que não assimilaram a derrota e, consequentemente, à sua eliminação. Com os resultados, os mexicanos se classificaram em primeiro lugar do grupo 3, com 10 pontos, seguido pelo atual campeão brasileiro, com oito, juntamente, com os uruguaios, porém, em função dos critérios de desempate (saldo de gols), o Flu ficou com a segunda vaga.

Um pouco antes da “batalha” na Argentina, aqui no Brasil, o Santos venceu o já eliminado Deportivo Táchira por 3 a 1 e ficou com o segundo lugar do grupo 5, atrás do Cerro Portenho, que venceu o Colo Colo, de virada por 3 a 2. Brasileiros e paraguaios terminaram a classificação empatados com 11 pontos, mas o Cerro ficou com o primeiro posto pelos critérios de desempate.

Na terça-feira, o Internacional garantiu o primeiro lugar do grupo 6 ao derrotar o Emelec, do Equador, e foi beneficiado pela derrota dos mexicanos do Jaguares para o Jorge Wilstermann, da Bolívia, por 2 a 1.

Na semana passada, o Cruzeiro coroou a bela campanha ao derrotar o Estudiantes de La Plata, na casa do adversário, por 3 a 0 e encerrou a primeira fase com a melhor campanha dentre os 16 classificados. Assim, o time mineiro poderá decidir em casa até a grande final, os confrontos eliminatórios conforme for avançando.

No grupo do Grêmio (o 2), o Junior Barranquilla, da Colômbia, encerrou sua participação na primeira colocação com 13 pontos, enquanto o Tricolor gaúcho ficou em segundo com 10, em função da derrota por 3 a 0 para o eliminado Oriente Petrolero, da Bolívia na última rodada.

Além dos cinco times brasileiros e de um de seus rivais de grupo, se classificaram para as oitavas-de-final: Libertad (PAR) e Once Caldas (COL) pelo grupo 1; Universidad Católica (CHI) e Velez Sarsfield (ARG) pelo grupo 4; LDU (EQU) e Peñarol (URU) pelo grupo 8.

Logo, os confrontos pelas oitavas-de-final da Libertadores 2011 serão:

* Santos (BRA) x América (MEX)
* Vélez (ARG) x LDU (EQU)
* Grêmio (BRA) x Universidad Católica (CHI)
* Estudiantes (ARG) x Cerro Porteño (PAR)
* Jaguares (MEX) x Junior Barranquilla (COL)
* Peñarol (URU) x Internacional (BRA)
* Fluminense (BRA) x Libertad (PAR)
* Once Caldas (COL) x Cruzeiro (BRA)

* Times que farão a primeira partida em casa.

Parabéns aos classificados e que a CONMEBOL tome as devidas providências para que incidentes como os que aconteceram em Buenos Aires por parte dos jogadores do Argentinos Juniors não voltem a acontecer. Conforme bem lembrado pelo meu amigo Phillip Lucas, se isso fosse na Europa, provavelmente, a equipe argentina com certeza seria punida, sendo, inclusive, proibida de disputar competições continentais.

Por Jorge Almeida