Bayern, campeão mundial de clubes da FIFA 2013

Jogadores do Bayern de Munique comemoram a conquista do Mundial de Clubes da FIFA. Foto: AFP
Jogadores do Bayern de Munique comemoram a conquista do Mundial de Clubes da FIFA. Foto: AFP

O Bayern de Munique é o mais novo campeão mundial. Com gols de Dante e Thiago Alcantara, os bávaros bateram os marroquinos do Raja Casablanca por 2 a 0 e levou o troféu da FIFA para a Alemanha. A equipe de Pep Guardiola confirmou o favoritismo e fez o resultado ainda no primeiro tempo. Além do título do torneio, o Bayern levou o troféu “Fair Play”, atribuída para o time mais disciplinado da competição.

O jogo começou (e terminou) com ampla soberania do Bayern de Munique. Os bávaros se impuseram e ditaram o ritmo da partida. E, logo aos seis minutos, escanteio para o Bayern. Em jogada ensaiada, a bola foi alçada, Boateng cabeceou para o meio da área e Dante, sozinho, teve tempo de dominar e girar para fazer um a zero no placar, enquanto a defesa marroquina, que dava condições ao zagueiro brasileiro, saía atrasada. Após o tento, os comandados de Pep Guardiola mantiveram o domínio e criaram duas mais oportunidades, que não foram convertidas em gols por conta da interceptação de Askri.

Mas, aos 21, depois de uma bela trama de passes pelo lado esquerdo, Alaba invadiu a área, ajeitou a redonda para Tiago Alcantara que, da entrada da área, bateu cruzado a meia altura para ampliar o ‘score’ para o time da Baviera: 2 a 0. Porém, o Raja Casablanca teve suas oportunidades. Aos 37, o goleiro Neuer saiu jogando errado e entregou a bola direto para Chtibi, com o gol aberto, o camisa 8 arriscou, mas a redonda passou rente à trave.

No segundo tempo, o Bayern de Munique diminuiu o “freio”, administrou o resultado e, por pouco, não ampliou o marcador aos 16 com Shaqiri, que acertou o travessão. Os Green Eagles, aos 37, levaram perigo aos alemães. Dante falhou, a esférica sobrou para Mabidé (que entrou no lugar de Chtibi), que chutou forte, Neuer espalmou e, na sobra, Moutouali isolou. E, no último lance de perigo, aos 45, Kachani (substituto de Hafidi) partiu em velocidade, entrou na área, mas o goleiro alemão fez a defesa tranquilamente. Fim de jogo em Marrakesh, Bayern de Munique 2, Raja Casablanca 0. Bayern campeão mundial.

O Bayern de Munique apenas confirmou o seu favoritismo. Enquanto o Raja Casablanca tentava o impossível, porém, fez história por ter sido o primeiro clube representante do país-sede a chegar à decisão do Mundial da FIFA desde 2000, quando o Corinthians fez a honraria. O campeão europeu, agora com Guardiola no comando técnico, “barcelonizou-se”, ou seja, fez prevalecer o toque de bola para atacar o adversário, contudo, amenizou a forma rápida e contundente em partir para cima do oponente. E olhe que o Bayern jogou sem Robben e Schweinsteiger, ambos lesionados. Para ter uma ideia da soberania dos bávaros na decisão, as melhores oportunidades criadas pelos anfitriões surgiram apenas por conta de erros individuais dos jogadores do Bayern. E, enquanto boa parte da imprensa esportiva lamentou a ausência do Atlético Mineiro na decisão, acredito que foi benéfica a sua eliminação, pois, se o Galo encarasse os alemães da mesma forma que enfrentou o Raja, poderíamos presenciar uma segunda edição de “Barcelona 4×0 Santos”.

Com o título, o Bayern de Munique tornou-se o primeiro clube alemão a conquistar o Mundial de Clubes com a tutela da FIFA. Antes disso, o Gigante da Baviera havia conquistado duas Copas Intercontinentais (1976 e 2001). E o München ainda tem grandes chances em disputar o torneio novamente em 2014, já que segue vivo e forte na UEFA Champions League.

Na disputa do terceiro lugar, realizado também neste sábado, o Atlético Mineiro superou os chineses do Guangzhou Evergrande por 3 a 2.

Abaixo, a campanha do campeão e a ficha técnica da decisão.

Semifinais:
17/12/2013 – Guangzhou Evergrande (CHI) 0x3 Bayern de Munique (ALE) – Agadir, Marrocos
Final:
21/12/2013 – Raja Casablanca (MAR) 0x2 Bayern de Munique (ALE) – Marrakesh, Marrocos

FICHA TÉCNICA: RAJA CASABLANCA (MAR) 0X2 BAYERN DE MUNIQUE (ALE)
Competição/fase: final do Mundial de Clubes da FIFA 2013
Local: Estádio de Marrakesh, Marrakesh, Marrocos
Data: 21 de dezembro de 2013, sábado, 17h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (BRA)
Auxiliares: Emerson de Carvalho (BRA) e Marcelo Van Gasse (BRA)
Cartões Amarelos: Oulhaj e Soulaimani (Raja Casablanca)
Gols: Dante, aos 6 minutos, e Thiago Alcantara, aos 21 minutos do 1º tempo
RAJA CASABLANCA (MAR): 61.Askri; 3.El Hachimi, 21.Karrouchy, 16.Oulhaj e 27.Benlamalem; 99.Erraki, 28.Guehi, 8.Chtibi (24.Mabidé) e 5.Moutouali; 20.Iajour (17.Soulaimani) e 18.Hafidi (10.Kachani). Técnico: Faouzi Benzarti
BAYERN DE MUNIQUE (ALE): 1.Neuer; 13.Rafinha, 4.Dante, 17.Boateng e 27.Alaba; 21.Lahm, 6.Thiago Alcantara, 11.Shaqiri (19.Goetze) e 39.Kroos (8.Javi Martínez); 7.Ribéry e 25.Müller (9.Mandzukic). Técnico: Pep Guardiola

Por Jorge Almeida

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s